Na euforia, técnico campeão alfineta rivais

Seis vezes campeão brasileiro na carreira – cinco como jogador e uma como técnico –, Andrade, do Flamengo, não mediu palavras durante a primeira entrevista coletiva como campeão brasileiro de 2009. O comandante rubro-negro criticou duramente os céticos em relação ao sucesso de seu trabalho como treinador e aproveitou para “alfinetar” as equipes que disputaram com o Flamengo o título desta temporada.

“Esse título tem um sabor muito especial. Muita gente lá dentro (do Flamengo) não acreditava e eu provei para todos eles que eu tinha condições e tinha competência para assumir. O Delair (Dumbrosck, presidente em exercício) e o Marcos Braz (vice-presidente de futebol) me deram esse apoio no momento de mais críticas e isso foi muito importante. Àqueles que não acreditavam, espero que possam acreditar. Espero que pensem diferente a meu respeito”, desabafou Andrade. “Quando perceberam que o Flamengo estava na briga, já era tarde. Assumimos a ponta na penúltima rodada, e aí já era tarde. Agora eles têm de ficar lamentando”, prosseguiu o treinador, em alusão aos concorrentes diretos na briga pelo título nacional nesta última rodada. (Da ESPN)

Flu arranca empate e se salva no Couto Pereira

Partida nervosa e tensa, mas mantida sob controle pelo Fluminense, que teve um gol não assinalado pelo árbitro – o zagueiro Jeci (ex-Remo) tirou a bola quando já havia transposto a linha de gol. A salvação, que parecia impossível na virada para o returno, foi obtida graças a uma arrancada espetacular do time sob o comando de Cuca.

No final, o show de selvageria da torcida coxa-branca, inconformada com o rebaixamento para a Segundona no ano do centenário. O trio de arbitragem (que teve boa atuação) e até soldados da Polícia Militar foram atacados dentro de campo por torcedores que pularam o alambrado do estádio Couto Pereira. As cenas dantescas devem fazer com que o clube seja duramente punido e o estádio interditado. 

Bota escapa da B e tira Verdão da Libertadores

Foi o mesmo Botafogo da bela vitória sobre o São Paulo há três rodadas. Determinado, buscando o gol e guerreiro na medida certa para compensar as limitações técnicas. Fez os dois gols em momentos cruciais da partida, contando com a vantagem de ter pela frente um Palmeiras desarrumado e até apático em campo. Num campeonato nivelado por baixo, o Botafogo não merecia cair, mas brincou perigosamente com a degola. Para o torcedor, como eu, foi um sufoco.

E o “diplomata” Muricy, hein? Mais difícil ainda é a situação de seus incondicionais admiradores.

Flamengo hexacampeão!

O misto do Grêmio valorizou bastante a conquista rubro-negra. Desfez por completo todas as suspeitas quanto à facilitação. O time sulista entrou em campo com disposição, surpreendendo os donos da festa com uma postura ofensiva e saindo na frente no placar. Meio assustado com a vontade gremista, o Flamengo custou a se reequilibrar. Empatou a partida, mas continuou com dificuldades para superar a correria do adversário, principalmente porque Petkovic e Adriano não estavam em tarde inspirada.

Por ironia, o gol salvador veio de Ronaldo Angelim, caso único de zagueiro esforçado mas ruim que se mantém por anos num clube de ponta no Brasil. Título merecido pela arrancada final e pelo comando sereno de Andrade, um treinador da linhagem doméstica da Gávea, como Carlinhos e Carpegiani.

Passarella vai presidir o River Plate

O argentino Daniel Passarella foi eleito presidente do clube River Plate, clube em que se destacou como jogador e treinador. A eleição foi no sábado, mas o resultado só foi oficialmente divulgado neste domingo. Passarella foi bicampeão mundial como jogador da seleção argentina, além de passar por clubes como Fiorentina e Inter de Milão. Como treinador, dirigiu o River, o Corinthians e a seleção de seu país. (Da Ag. Efe)

A frenética dança dos técnicos

Depois da derrota de 3 a 0 para o Corinthians, no encerramento da campanha do Galo, o técnico Celso Roth foi demitido ainda nos vestiários do Mineirão.

Dorival Junior, ex-Vasco, tem o nome cogitado como provável substituto de Vanderlei Luxemburgo no Santos, depois da histórica vitória do sociólogo Luís Álvaro Ribeiro para a presidência do clube. O atual presidente, Marcelo Teixeira, defendia a permanência de Luxa na Vila Belmiro.

No Vasco, as apostas se encaminham para Mário Sérgio, que deve se despedir do Internacional hoje. No Beira-Rio, a contratação de Luxemburgo é dada como certa.

Paulo Silas, melhor técnico do Brasileiro, é apontado pela imprensa gaúcha como novo técnico do Grêmio.

Parazão: Galo Elétrico reassume a liderança

O Independente Tucuruí segue absoluto na liderança do Campeoanto Paraense em sua primeira fase. A equipe da “terra da energia”, na noite deste sábado, no estádio Navegantão, derrotou o Sport Belém por 2 a 1, de virada. Jr. Moraes, aos 13 minutos da etapa inicial, abriu o placar para o Brasa. Ainda no primeiro tempo, o Independente chegou ao empate através do baionense Ró, aos 22 minutos. O próprio Ró, aos 23 minutos, assinalou o gol da vitória. 
O Cametá fez o dever de casa na noite deste sábado, no estádio Parque do Bacurau. Venceu o Time Negra/Kyykatêgê por 1 a 0, gol de Everton, em cobrança de pênalti aos 35 minutos do primeiro tempo.
No confronto dos piores times do Parazão, no estádio Leandro Pinheiro, em Capanema, o Vila Rica levou a melhor sobre o Bragantino: 3 a 1. O Braga abriu o marcador através de Nedo, aos 20 minutos do primeiro tempo, e a virada do Vila veio somente no segundo tempo, com Elias (12’), Jajá (15’) e Leandro (43’). (Com informações da Rádio Clube)

 Classificação: 
 1º Independente, 13 pontos 
 2º Cametá, 11 
 3º Tuna, 10 
 4º Santa Rosa, 8 
 5º Castanhal, 7 (saldo= 3) 
 6º Time Negra, 7 (saldo= -1) 
 7º Ananindeua, 7 (saldo= -2) 
 8º Sport Belém, 4 
 9º Vila Rica, 3 
 10º Bragantino, 0