Desinformação ou Alzheimer

Dc242eWXkAAz4xL

Por Pedro Veriano, via Facebook

Quem está pensando em volta do regime militar ou nasceu depois de 1985 ou está sofrendo do Mal de Alzheimer. Quem viveu de 1964 ao último ano do governo dos generais soube dos horrores dos bastidores, com assassinatos e torturas, e viveu
uma censura que impedia até que uma figurante do filme ”Macunaíma”(que sofreu 19 cortes) aparecesse usando uma camisa onde se lia “Aliança para o Progresso”, titulo da campanha norte-americana de pseudo-ajuda(prova da bajulação para com os gringos que na realidade apadrinharam o golpe de 64).
A época que se vendia como “Brasil Grande” só deu em merda. Depois desses presidentes generais veio uma hiperinflação que lembrou a historiadores o que aconteceu na Alemanha depois da I Guerra Mundial. Lembro-me da corrida em um supermercado antes de um funcionário voltar a tabelar os preços de produtos de uma prateleira. Surgiram cortes de zeros na moeda até que já no governo Itamar Franco surgiu o Real, ainda hoje em voga.
Voltar ao que moldou um passado de agonia é puro masoquismo. Há meios democráticos de se virar a pagina de agora.

Neymar é imaturo no PSG e pai se perdeu com o sucesso, diz biógrafo do jogador

i

Estrela global, melhor jogador brasileiro e um dos melhores do mundo. Apesar de toda a fama, Neymar ainda não conseguiu amadurecer. É o que diz Eric Frosio, jornalista que escreveu o livro “Neymar, o príncipe do Brasil”, em entrevista ao jornal Marca publicada nesta terça-feira.

O correspondente dos veículos L’Équipe e RTL no Brasil não hesitou em falar sobre a postura adolescente do atleta.

“Por seu comportamento, sua falta de maturidade. Já era assim com 19 ou 20 anos no Santos, mas era mais jovem, estava crescendo e aqui as pessoas gostavam dessas atitudes. Agora é maior, considerado o terceiro melhor jogador do mundo, tem um poder financeiro e uma imagem incríveis… Tem mais seguidores que muitos países do mundo tem de habitantes. Deveria comportar-se de uma forma mais discreta. Mbappé, que tem 19 anos, parece mais maduro”, afirmou.

No livro, que tem prefácio de Thiago Silva, Frosio revela informações que apurou em conversas com parentes, ex-companheiros e técnicos como Parreira e Muricy. Ele garante que o jovem é diferente do que aparenta ser. “Está passando uma imagem de menino metido, individualista, egoísta. E os que o conhecem falam exatamente o contrário. Dizem que é generoso, alegre, simples”, explicou.

Parte da reputação ruim de Neymar pode vir das suas atitudes com o PSG. “Deram a ele uma liberdade total e ele aproveitou para driblar as regras”, disse o jornalista e escritor. Porém, a atitude é totalmente oposta na seleção. “Foi muito diferente o Neymar do Barcelona e da seleção. Com Tite ele é diferente, se preocupa com o grupo, não só com chamar atenção”, completou.

Se o filho é descrito com palavras positivas pelos entrevistados, o mesmo não pode se dizer do pai. Frosio ouviu duras palavras e as retratou sobre o homem que cuida da carreira do camisa 10 do PSG.

“Todas as pessoas que eu conheci e que viveram essa transformação de vida me disseram que ele (Neymar Pai) mudou muito, que se perdeu por culpa do dinheiro, do sucesso, das mulheres… E que ele pode ser um problema para a trajetória do filho”, disse. (Da ESPN)

Saudades de mestre Audálio

audalio_dantas

Por Eliane Brum

Audálio Dantas, um dos homens mais dignos deste país, morreu. E nós todos acordamos hoje mais pobres.
Audálio era inspiração e era amigo. Eu o chamava de “Monu”, uma contração de “Monumento”, porque ele era um monumento que andava, para o meu espanto, e às vezes batia um pratão num boteco mesmo depois dos 80. E sempre que eu o chamava assim, ele retrucava que as pombas cagavam nos monumentos, o que o fazia desconfiar desse título. Mas ele era um Monumento que andava. E como ele se movia pelos Brasis! 
Audálio Dantas nos ensinou a criar uma vida com sentidos, e nos ensinou a viver mesmo quando parecia impossível seguir. Audálio foi a pessoa mais viva que eu conheci. E morreu vivo. E agora vive em todas as pessoas que tiveram a sorte de serem tocadas por ele.
Muito obrigada, Audálio. Me faltará vida para lhe agradecer pelo tanto que deu a mim, a todos os seus amigos e familiares, e a este Brasil que você tanto amou, mesmo nas tantas vezes em que o país e seu povo não mereceram um homem do seu tamanho. Muito obrigada, Monu. Por tudo e por tanto.

A frase do dia

“Os sucessivos 7 a 1 que temos sofrido, após aquela tarde no Mineirão, explicam a apatia, de um lado, e o crescimento de arroubos fascistas, de outro. Contudo, não podemos perder a fé no Brasil. Cabe-nos unir o campo democrático e progressista e vencer as eleições.”

Flávio Dino, governador do Maranhão

Flagrado no antidoping, Guerreiro ganha efeito suspensivo e vai disputar à Copa

confiante-de-que-conseguiria-liberacao-guerrero-ja-vinha-treinando-com-a-selecao-do-peru-1527771355525_v2_750x421

O drama de Paolo Guerrero chegou ao fim. O atacante conseguiu nesta quinta-feira no Tribunal Federal Suíço o direito de participar da Copa do Mundo. O Tribunal concedeu efeito suspensivo ao jogador peruano, que cumpre punição de 14 meses por doping imposta pela CAS (Corte Arbitral do Esporte). Minutos antes do comunicado do Tribunal Suíço concedendo efeito suspensivo, a CAS havia informado, em nota oficial, que não iria se opor a qualquer decisão do Tribunal.

Em comunicado, o Tribunal liberou Guerrero de forma provisória por considerar exagerada a punição dada pela CAS, sobretudo porque houve entendimento geral de que o jogador. acabou se dopando de forma involuntária. Além disso, o Tribunal suíço levou em consideração o fato de Guerrero ter 34 anos e os efeitos negativos que a exclusão na Copa representaria na vida do jogador. (Do UOL)

Tribunal achou a pena exagerada, mas, por menos do que isso, Maradona foi excluído e o paraense Jobson pegou 3 anos de gancho. Tidizê…