Archive for janeiro, 2016

Jogo levou mais de 15 mil ao Mangueirão

a8d34da5-e2ed-4fa3-a852-980cb5a66205

O jogo Remo x Águia teve público pagante de 13.886 (15.701 presentes), com renda de R$ 303.596,00. Descontadas as despesas, da ordem de R$ 123.730,30, o Remo ficou com o valor líquido de R$ 179.865,70. (Foto: MÁRIO QUADROS)

31 de janeiro de 2016 at 20:16 19 comentários

Ciro, o grande nome do jogo

88aa7d95-ca02-4dbb-a05e-927b642ab56e

fac9aa6d-1490-4430-80cf-95d5007b045befef8533-3add-4943-96aa-12812bfcbf3e

f56cac8f-5ef0-409b-8684-fb526a0dc71c

(Fotos: MÁRIO QUADROS)

31 de janeiro de 2016 at 19:15 19 comentários

O passado é uma parada…

CaFI7qnUUAArYuv

Os diretores John Boorman, Billy Wilder, Michelangelo Antonioni e Satyajit Ray. Cannes, 1982.

31 de janeiro de 2016 at 19:08 Deixe um comentário

Uma visita ao sítio

POR JANIO DE FREITAS, na Folha SP

A renovada notícia sobre obras em um sítio que a família de Lula frequentaria, na paulista Atibaia, dá oportunidade à recuperação de dois casos reais da afinidade rural comum a presidentes e empreiteiros. Embora um caso se passasse na ditadura e outro na democracia, a discrição que os protegeu teve a mesma espessura.

A ótima localização de um sítio em Nogueira, seguimento de Petrópolis, não chegava a compensar o aspecto simplório dada à área, nem a precariedade da casa. Em poucos meses, porém, acabou o desagrado do general-presidente com as condições locais. O terreno foi reurbanizado, a casa passou a ser um moderno bangalô de lazer. Surgiram piscina, uma pista de hipismo, estrebaria, estacionamento e um jardim como as flores gostam. Uma doação da empreiteira Andrade Gutierrez ao general Figueiredo, então na Presidência.

CZ7gC1YWIAA0kF6

Em poucos anos de novo regime, a Andrade Gutierrez podia provar que sua generosidade não padecia de pesares nostálgicos. Proporcionou até uma estrada decente para a fazenda em Buritis, divisa de Goiás e Minas, que o já presidente Fernando Henrique e seu ministro das Comunicações e sócio Sérgio Motta compraram em operação bastante original. Como a democracia tem inconvenientes, dessa vez a estrada foi guarnecida de um pretexto: era só dizer que serviria a uma área que a empreiteira comprara ou compraria na mesma região.

O sítio que não é de Lula, mas recebeu-o em visitas injustificadas para a imprensa e depois para a Lava Jato, entrou nas fartas suspeições de crime quando “Veja” e logo Folha noticiaram, em abril do ano passado: a OAS de Léo Pinheiro “realizou uma reforma em um sítio a pedido do [já] ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva”, área de 173 mil m² dos sócios de um filho de Lula.

A descoberta desse fato deu-se, disse a notícia, nas “anotações feitas por Léo Pinheiro no Complexo Médico Penal, em Curitiba”. Mas, como ninguém da Lava Jato falou nada, os jornalistas calaram o assunto por sete meses. Ou até que, em novembro, a opinião pública foi blindada com a aparente notícia de que “a Polícia Federal investiga se a OAS beneficiou a família do ex-presidente” Lula “ao pagar por obras” no sítio “frequentado pelo petista e seus parentes”. Mas a obra deixara de ser “realizada” pela OAS para ser apenas “paga” pela empresa.

Nove meses depois da revelação, o sítio reaparece, ainda sem um esclarecimento da Polícia Federal e da Lava Jato: não houve delação a respeito, logo, só se investigassem. Nem por isso faltam novidades: sumiram a OAS e Léo Pinheiro e entrou a Odebrecht, empreiteira da moda. Citada por uma senhora vendedora de material de construção e um carpinteiro, com alegada base em alguns recebimentos que tiveram. E a tal anotação de Léo Pinheiro, que falava em OAS? Outra tapeação?

Figuras imaculadas, deve ter sido para não ver os seus novos bens em tal protelação e barafunda que Figueiredo, Fernando Henrique e Sérgio Motta preferiram que ninguém soubesse deles. Mas o sítio de Atibaia mostra bem o quanto fatos relevantes, pelas suspeitas-já-acusações que os utilizam, estendem consequências no tempo e confundem a indefesa opinião pública.

Como o sítio de Atibaia, há muitos fatos e circunstâncias, não só da Lava Jato, na atualidade brasileira.

31 de janeiro de 2016 at 18:54 3 comentários

Leão derrota Águia em jogo de 8 gols

f66feb64-ffb0-420e-86fd-84ba765c646a

897aba3a-5cea-4b96-abae-359dc17b03ad

Com grande atuação da dupla Eduardo Ramos e Ciro, o Remo derrotou o Águia por 5 a 3 na tarde deste domingo, no estádio Jornalista Edgar Proença. Os gols azulinos foram de Eduardo Ramos, Ciro (3) e Marco Goiano. O Águia, que abriu o placar logo aos 3 minutos, teve Valdanes e Flamel (2) como goleadores.

cebc6a99-0f3c-48bb-ba45-f479495d2f0e

A partida foi bastante movimentada e aberta, com marcações polêmicas do árbitro Dewson Freitas. Os dois penais marcados foram originados por lances involuntários, de bola na mão. Além disso, a arbitragem anulou erradamente um gol do time marabaense. Os remistas reclamaram bastante de falta sobre Ramos na jogada que levou ao gol de Valdanes aos 3 minutos.

20c7733c-c2db-459a-a79e-ba2014b9a9a4

Logo mais, no Bola na Torre (RBA TV), sob o comando de Guilherme Guerreiro, tudo sobre esta partida e a rodada inaugural do Parazão.

37c63604-af62-4da3-8d29-496091fff352

(Fotos: MÁRIO QUADROS)

31 de janeiro de 2016 at 18:38 15 comentários

Remo x Águia – comentários on-line

Campeonato Paraense 2016 – Primeira rodada

Remo x Águia – estádio Jornalista Edgar Proença, 16h

8570d50f-5687-4ed7-b661-e4717f9da446

Na Rádio Clube, Valmir Rodrigues narra, Carlos Castilho comenta. Reportagens: Valdo Souza, Paulo Caxiado, Paulo Henrique e Carlos Estácio. Banco de Informações: Adilson Brasil 

Na RBA, Bola na Torre discute a rodada inaugural do Parazão, a partir de 00h10. Com Guilherme Guerreiro, Giuseppe Tommaso, Valmir Rodrigues e Gerson Nogueira. 

31 de janeiro de 2016 at 14:31 168 comentários

Para não esquecer a poesia

CaDzV-AWwAA0HB8

31 de janeiro de 2016 at 14:28 3 comentários

Posts antigos


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,083,484 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 19.680 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

Raime em Decisão em aberto
Rodrigo Trindade em Felipe Melo agride uruguaios e…
blogdogersonnogueira em Decisão em aberto
blogdogersonnogueira em Felipe Melo agride uruguaios e…
Acácio F B Elleres -… em Decisão em aberto

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: