A sentença eterna

23471958_1959597897650303_808959063904853924_n

19 de novembro de 2017 at 3:48 Deixe um comentário

Hum, hum…

DO8my8_WkAAfvDY

19 de novembro de 2017 at 3:29 Deixe um comentário

Capa do Bola – domingo, 19

bol_dom_191117_01.ps

19 de novembro de 2017 at 3:21 Deixe um comentário

Rock na madrugada – Erasmo Carlos, Sou Uma Criança Não Entendo Nada

19 de novembro de 2017 at 3:18 Deixe um comentário

Futebol em números

DO45LUoWkAAucSk

18 de novembro de 2017 at 20:41 1 comentário

Sport goleia e elimina o Tapajós

Com três gols do meia Fininho, o Sport Belém aplicou uma goleada surpreendente sobre o Tapajós, na tarde deste sábado, no Souza, valendo pelas quartas de final da Segundinha de acesso ao Parazão. O placar final foi de 4 a 2 para o Brasa, que abriu o marcador logo aos 14 minutos, com Fininho. O Tapajós reagiu e empatou aos 20, com Jaime.
No segundo tempo, aos 20′, Fininho desempatou. Aos 29′, Fininho ampliou para 3 a 1. Araújo marcou o quarto gol rubro-negro aos 41′. Aos 43′, Elielton descontou para o time dirigido por Lecheva. O resultado elimina o Tapajós da disputa, depois de ter sido o time de melhor campanha na fase classificatória, com 100% de aproveitamento.

18 de novembro de 2017 at 20:17 1 comentário

Tempo de escolhas

POR GERSON NOGUEIRA

Diante de tudo que se viu em 2017, fica difícil projetar um cenário para 2018 no Papão com contratações pautadas por indicações de pé-quebrado e erros toscos no planejamento do futebol profissional. Com o orçamento disponível, o clube tem plenas condições de se estruturar para competir de verdade no Brasileiro da Série B.

Não se trata da disputa protocolar, visando o simples cumprimento de tabela, como nesta temporada, mas de participação efetiva. Ao Papão cabe brigar por um lugar no andar de cima, mesmo que o acesso à Série A não seja tratado como obsessão.

Os tropeços deste ano devem ser anotados para que sirvam de balizamento. Cabe à diretoria evitar a repetição dos equívocos cometidos na escolha do elenco para a competição mais importante. Como em 2016, o clube ficou refém de palpites infelizes de técnicos e executivos de futebol.

Pela importância que o Campeonato Brasileiro tem, é inconcebível que a prospecção de reforços seja deixada nas mãos de uma ou duas pessoas. É necessário que haja a participação de profissionais interessados de fato no êxito do projeto. Nesse sentido, a presença de Vandick Lima como diretor faz crer em passos mais ajuizados para 2018.

Um aspecto, comum às campanhas de 2016 e deste ano, deve merecer análise mais aprofundada: a inexplicável insistência com ex-jogadores em atividade. Anselmo, Diogo Oliveira, Alexandro e Souza são exemplos que mostram descompasso com os novos tempos. O futebol profissional é, cada vez mais, dos jovens. Os principais times investem em jogadores egressos das divisões de base. Fazem disso um apostolado.

O América-MG, primeiro clube a garantir o acesso neste ano, é exemplo a ser observado com carinho e atenção. Contrata com a parcimônia monástica e não abre mão de ter na equipe titular pelo menos dois garotos vindos da base. Foi desse modo que revelou o atacante Richarlyson no ano passado e os meias Matheusinho e Christian na atual campanha.

Depois de ter sua permanência na Segunda Divisão assegurada desde sexta-feira, com o empate entre Guarani e Luverdense, o PSC pode agora se debruçar diante do tabuleiro de opções do mercado em busca das peças certas para o novo elenco.

É claro que isso implica em dispor de gente capaz cuidando de tarefa tão delicada e importante. Vandick é hoje a figura mais confiável e competente para coordenar o trabalho de prospecção, independentemente de quem seja o executivo e o técnico. De sua vivência e olhar crítico dependerão, em grande parte, os novos rumos do Papão no futebol.

——————————————————————————————–

Bola na Torre

Guilherme Guerreiro comanda a atração, a partir das 21h, na RBATV. Na bancada, Giuseppe Tommaso e este escriba de Baião. No programa, tudo sobre a penúltima rodada da Série B e os jogos da Segundinha do Parazão 2018.

——————————————————————————————-

Velhas práticas põem em risco o projeto azulino

Depois de muito errar em 2017, frustrando sua torcida com insucessos em todas as competições que disputou, o Remo importou um executivo de futebol pouco conhecido e um treinador com boas referências. Os primeiros anúncios de contratações reacendem a preocupação com a reprise de vacilos cometidos nesta temporada.

Jogadores acima de 30 anos – Esquerdinha, Travassos, Douglas e Fernandes – foram os primeiros da leva de reforços. Douglas, particularmente, é um caso curioso. Esteve por aqui há três anos como reserva de João Ricardo no Papão. Pouco mostrou na curta passagem pela Curuzu, mas o clube optou por ele em detrimento de André Luiz, goleiro que atuou muito bem no primeiro semestre.

Iniciativas tímidas e pouco convincentes até o momento. E é preciso entender que o Remo terá pela frente em 2018 a mais difícil Série C de todos os tempos, robustecida com as presenças de Náutico, Santa Cruz, ABC, Confiança e Botafogo-PB.

——————————————————————————————-

Sobre a crença em futebol bem jogado

A coluna de sexta-feira abordou a objetividade cega dos esquemas de jogo que enfeiam e tornam chato o futebol praticado no Brasil. Como é natural, houve quem não entendesse as ponderações do escriba, confundindo a análise com mera pinimba de caráter clubístico. Longe disso.

A intenção foi botar o dedo no suspiro das tolas empolgações com uma Série A povoada de times limitados, essencialmente marcadores e divorciados de qualquer ideia de futebol mais solto e ofensivo.

Nem precisa ser muito observador para perceber a draga vivida pelos times nacionais. Há pelo menos cinco anos os campeonatos nacionais são vencidos pelo menos pior. A qualidade se tornou mera utopia.

Enfim, há quem goste dessas coisas, como existem adoradores de música ruim. Como fã de futebol, gosto de grandes jogos e times que me surpreendam. Musicalmente falando, não abro mão dos craques.

(Coluna publicada no Bola deste domingo, 19)

18 de novembro de 2017 at 20:06 Deixe um comentário

Posts antigos


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,397,518 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.958 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

José FERNANDO PINA A… em Verdades do grande Nelson
José FERNANDO PINA A… em Com Sarney no comando, Flávio…
joao gaudencio sousa… em Futebol em números
Orlando Oliveira em Sport goleia e elimina o …
blogdogersonnogueira em Rock na madrugada – Teen…

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: