Archive for fevereiro, 2012

Cametá x Paissandu (comentários on-line)

Primeira rodada do segundo turno do Parazão.

Cametá x Paissandu – estádio Parque do Bacurau, 20h30.

29 de fevereiro de 2012 at 21:06 53 comentários

Perguntinha do dia

Liberação internacional do meia Harrison chegou na madrugada desta quarta-feira (29) e a FPF analisa a possibilidade de inscrever o jogador do Paissandu no Parazão mesmo fora do prazo legal. O que pode vir a acontecer com o campeonato se a Federação abrir essa exceção?

29 de fevereiro de 2012 at 11:52 31 comentários

Campeão do turno recebe Papão de Magrão

O Parque do Bacurau será palco nesta quarta-feira, às 20h30, do embate entre o Cametá, campeão do primeiro turno, e o Paissandu. O jogo abre o returno para as duas equipes e pode servir para desempatar o retrospecto entre ambas. Até hoje, foram sete partidas, com três vitórias para cada lado e um empate. No turno, o Cametá surpreendeu com vitória de 2 a 0 dentro da Curuzu. No Paissandu, a novidade é o recém-contratado Adriano Magrão (ex-Bonsucesso), que tem a missão de reabilitar o ataque do Papão, que é o terceiro pior do campeonato. Nos treinos, o técnico Nad optou pelo sistema 4-4-2, escalando Magrão ao lado de Bartola na frente. No treino final, porém, Nad usou uma formação em 4-5-1, com Tiago Potiguar entrando no meio-campo no lugar de Bartola, deixando Magrão como único atacante.

No Cametá, reina um clima de euforia pela conquista do primeiro turno, mas os jogadores estão conscientes da importância de estrear bem no returno. A ideia é ganhar também a segunda fase para garantir a conquista do Estadual. A expectativa é de estádio lotado no reencontro com a torcida cametaense. Cacaio (foto), porém, procura conter a empolgação. “Agora, começa tudo outra vez. A festa do título já passou porque temos um novo objetivo, conquistar o turno”, aconselha. O time terá três sérios desfalques, Ratinho, Rafael Paty e Soares. (Com informações do Bola e da Rádio Clube)

29 de fevereiro de 2012 at 11:47 9 comentários

Preços dos ingressos para Independente x S. Paulo

Independente e São Paulo, jogo válido pela Copa do Brasil, está confirmado para o estádio Edgar Proença (Mangueirão) no dia 7 de março, às 22h. As arquibancadas custam R$ 20,00 e as cadeiras, R$ 40,00. Os ingressos começarão a ser vendidos no dia 5 nas bilheterias do Baenão, Curuzu e Mangueirão.

29 de fevereiro de 2012 at 11:21 16 comentários

Lusa e Galo estreiam no returno

A Tuna e o Independente Tucuruí iniciam hoje, às 15h30, no Souza, caminhada no returno do Campeonato Estadual. A Lusa foi semifinalista do primeiro turno, com campanha que superou as suas próprias expectativas. Já o campeão paraense de 2011 cumpriu trajetória abaixo da crítica, posicionando-se em último lugar na classificação, com seis pontos e uma vitória em sete jogos. O Galo Elétrico, agora sob o comando de Valter Lima, contratou o atacante Jean e o meia Gegê, ex-Castanhal. A diretoria anunciou também o meia-atacante Felipe Gaúcho, vindo do futebol goiano. A Tuna de Charles Guerreiro não tem novidades em relação ao primeiro turno e a equipe centra suas forças no meio-de-campo, onde se destacam Euler e André Mensalão, e no ataque, que tem Lineker e Beá como principais peças.

29 de fevereiro de 2012 at 11:15 5 comentários

As mentiras sobre as privatizações

Por Manuel Dutra

Celpa, empresa que distribui energia elétrica no Pará, jogou a toalha. É um exemplo claro do desastre das privatizações irresponsáveis, em que empresas públicas construídas com o dinheiro suado do zé-povo vai para as mãos de grupos desqualificados. Outro grande exemplo, do governo FHC, foi a entrega da Embratel para especuladores estrangeiros. 
A Celpa, uma das empresas controladas pelo Grupo Rede, foi privatizada através de leilão público no dia 7 de julho de 1998, no primeiro governo de Almir Gabriel. O preço de venda da empresa alcançou, na época, a cifra de R$ 450 milhões. Era muito dinheiro na época. O que foi feito com essa grana toda? Nada, além daquelas coisas sobre as quais são eternas as suspeitas.
O certo é que há anos a Região Metropolitana de Belém vive alternando apagões pelos diversos bairros. A instabilidade da corrente elétrica é um fato. Uma porcaria que se verifica pelo interior do Estado. No entanto, durante a farra das privatizações – a palavra é essa mesmo, farra! – o que foi que Almir e FHC disseram? Que os capitais privados é que dariam o impulso ao crescimento da infraestrutura do país.

No dia 9 de dezembro do ano passado o Diário do Pará publicou a notícia que segue:
“A direção da Celpa não confirmou, mas também não negou, nesta quinta-feira (8), a informação de que o controle da Rede Energia foi posto à venda. A notícia, com origem em São Paulo, onde fica o comando do grupo, foi veiculada ontem por agências de notícias nacionais. “A Celpa não vai se pronunciar hoje (ontem) sobre o assunto”, afirmou uma fonte da assessoria da empresa.
Ela admitiu a possibilidade de ser divulgada hoje uma nota expondo oficialmente a posição da companhia. Se isso acontecer, a nota provavelmente confirmará a venda. A matéria mais completa sobre a anunciada venda do controle da Rede Energia foi publicada pelo Valor Econômico. Segundo o jornal, o Grupo Rede, dono da concessão de distribuidoras de energia em sete Estados brasileiros – incluindo o Pará, com a Celpa – vem enfrentando há anos dificuldades financeiras, com prejuízos frequentes e tendo de administrar um alto endividamento. O último balanço do grupo, com dados do terceiro trimestre deste ano, conforme revelou o Valor, mostra vencimentos de empréstimos e financiamentos de curto prazo na ordem de R$ 2 bilhões, além de outros R$ 5 bilhões de obrigações de longo prazo”.

Hoje, anotícia que está na praça é a seguinte:
A Celpa, distribuidora de energia elétrica do Pará controlado pelo Grupo Rede Energia, entrou com pedido de recuperação judicial, informou a empresa ontem (28). “A despeito dos esforços da administração junto a credores e potenciais investidores, o pedido de recuperação judicial mostrou-se inevitável diante do agravamento da situação de crise econômico-financeira da Celpa e do imperativo de proteger a continuidade dos serviços públicos por ela prestados”, informa a empresa.
Segundo o comunicado, a medida visa proteger o valor dos ativos da Celpa, atender aos interesses dos credores, na medida dos recursos disponíveis e manter a continuidade das atividades da companhia.
A Celpa é uma das distribuidoras com pior desempenho do Grupo Rede Energia e segundo o balanço patrimonial fechado em setembro de 2011, tinha uma dívida de curto prazo de 1,4 bilhão de reais e de longo prazo também no mesmo valor.
Uma fatia de 54% do acionista majoritário da Rede Energia, Jorge Queiroz Jr, está a venda em uma operação da qual o grupo AES e a a chinesa State Grid já desistiram, diante dos riscos regulatórios e do preço pedido pela participação.

29 de fevereiro de 2012 at 11:03 24 comentários

A frase do dia

“O Brasil não tem time para ganhar a Copa. Estão chamando o cara hoje pelo que já fez ou, quem sabe, ainda poderá fazer”.

De Carlos Alberto Torres, capitão do tri. 

29 de fevereiro de 2012 at 10:45 13 comentários

Posts antigos


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 6,982,929 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 19.523 outros seguidores

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

fevereiro 2012
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829  

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: