A demora que atrapalha

Por Gerson Nogueira

A barca do adeus, que há semanas está para desatracar da Curuzu, segue envolta em mistério e causando uma série de prejuízos paralelos ao trabalho do técnico Arturzinho. Como já havia ficado evidente no período em que Givanildo Oliveira estava no comando, o excesso de atletas no elenco do Paissandu é um fator de desestabilização interna, provocando insatisfações e crises de relacionamento.

Com mais de 40 jogadores sob seu comando, Arturzinho se defronta com o problema todos os dias na hora de formar os times para o treino coletivo. Caso queira movimentar todos os atletas, precisa fazer duas práticas, com quatro equipes.

bol_sex_230813_11.psDiante da impossibilidade de preparar adequadamente os times, com as paradas necessárias para orientações táticas, o treinador é obrigado a selecionar 22 ou 24 jogadores, deixando os demais sem atividade ou treinando à parte.  

Nem mesmo a liberação, anteontem, do lateral esquerdo Janílson e do zagueiro Adson ajudou a reduzir a superpopulação de boleiros na Curuzu. Antes deles, o clube só havia dispensado Jean, Rodrigo Alvim e Tiago Costa. Quem acompanha futebol de perto sabe o quanto situações desse tipo minam o ambiente e contribuem para a formação de grupos. Daí para as panelinhas e intrigas, é apenas um passo.

O clima de insatisfação dos bastidores nem sempre é observado em campo, mas é apontado por muitos como a causa de resultados inesperados, que quase sempre custam a cabeça do treinador e placares vexatórios para o clube. É a tal “casinha”, que normalmente é atribuída a boleiros descontentes, com maior ou menor dose de veracidade.

Experiente nas questões do futebol, o presidente do clube, Vandick Lima, certamente não é indiferente a esses riscos. Vai daí que a demora em definir o desligamento de pelo menos 10 jogadores só pode ser atribuída às dificuldades para levantar o dinheiro necessário aos acordos de rescisão.

À medida que chegam mais contratados – e nos últimos dias já foram apresentados mais cinco jogadores – o problema vai se tornando ainda mais insustentável. Arturzinho já adiantou que o clube deve trazer ainda dois ou três atletas para posições carentes, inchando de vez o plantel.

A parcimônia em desligar jogadores que não interessam mais ao treinador contrasta com a afobação em buscar reforços. A cada novo insucesso na Série B, o clube se lança a novas aventuras consumistas, quase sempre sem o impacto (e o retorno) esperado.

Das contratações feitas depois do Campeonato Estadual, somente Fábio Sanches, Careca e Marcelo Nicácio vingaram. A maioria não justificou o investimento e já está na lista dos descartáveis. Alguns não deveriam nem ter vindo, pois carecem de tempo para garantir melhor condicionamento. 

Givanildo recomendou poucas aquisições, mas Arturzinho ainda está sugerindo jogadores. No ritmo atual, o Papão periga entrar no segundo turno da Segundona com um troféu incômodo: o de maior, mais caro e menos qualificado elenco entre os vinte clubes. Os resultados, pelo menos por enquanto, exprimem isso.

————————————————————————- 

Sem o maestro, Fogão avança

O Botafogo, de Vitinho e Lodeiro, superou ontem o Atlético-MG campeão da América com uma facilidade impressionante. De um lado, o Galo com todos os seus titulares, incluindo Victor, Ronaldinho Gaúcho, Jô e Réver. Do outro, o Glorioso sem sua estrela mais fulgurante. Seedorf, poupado pelo técnico Oswaldo de Oliveira, desfalcou o time.

Não foi uma atuação excepcional (apesar da goleada), mas, ao contrário de outras jornadas, nas quais a ausência de Seedorf fazia o tipo perder o rumo e o prumo, desta vez a equipe fez ver que começa a ter desprendimento para jogar corajosamente sem o seu maestro. É uma grande notícia para a torcida botafoguense.

Quanto ao Atlético, a forma pouco inspirada com que Ronaldinho e seus companheiros se apresentaram evidencia que o time permanece naquela zona de sombra que costuma sobrevir a grandes conquistas. O desafio é se livrar o quanto antes dessas algemas.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta sexta-feira, 23)

 

20 comentários em “A demora que atrapalha

  1. Quanto a essa superlotação de jogadores, no elenco do Papão, concordo plenamente com a coluna… É impossível para um técnico, trabalhar com tantos jogadores..

    NOTA: Vandick está no Rio de Janeiro e conseguiu o empréstimo do ala direito Max, 23 anos, jogador da base do Vasco…

    Penso, que é a famosa contratação para dar uma satisfação ao torcedor, mas que não vai resolver… ANOTEM.

    Hoje, Vandik vai a BH, fazer a mesma coisa… Ou seja, saber, em clubes de BH, quem está disponível para empréstimo… É o Paysandu, e a forma errada de contratar…

    É a minha opinião.

    Curtir

  2. Parece que os corretivos, inclusive físicos, que o Seedorf tem dado nos garotos alvinegros têm surtido efeito. Além do trabalho a longo prazo do treinador tanto ministrando os treinamentos, quanto escolhendo quem fica e quem sai do elenco. Ainda não aplico o carimbo de sério candidato a campeão no Botafogo, mas tenho certeza que a cada dia que passa o Clube vem se credenciando a tanto.

    Curtir

  3. Fazendo uma Retificação:

    Vendo, agora, a classificação da série B, no site Futebol Interior, vejo que o Guaratinguetá, que estava com -5 de saldo de gols, agora, estar com -7( no dia que vi, estava computado o jogo contra o Ceará, mas não tinham abatido os dois gols sofridos nesse jogo).

    Então, no jogo de amanhã, Papão terá que vencer por 2 gols de diferença, para ultrapassar o Guará.

    Hoje, teremos, JEC x São Caetano e América-RN x Avaí…. São Caetano, se perder e o Papão vencer por 2 gols de diferença, sai da zona de rebaixamento, sem depender do atlético-GO.

    Hoje, se o América-RN vencer, Papão cairá mais uma posição..

    Curtir

  4. Comparo as contratações cirúrgicas feitas pelo Paysandú como uma receita de algum prato fino e caro servido em restaurantes Classe A mas que são preparadas com ingredientes de baixo custo e qualidade agregados.
    Penso que se antes existiam oito clubes candidatos a série C de 2014 acho que esta lista deve aumentar no segundo turno onde problemas financeiros começam a afetar o rendimento e disposição de quem está na parte de cima.
    O amigo Cláudio tem imensa razão quando falava que para se ter um bom time é necessário começar pela comissão técnica e esta por sua vez montar o elenco de qualidade e comprometimentos esperados pela torcida.
    O gerente responsável pelas pífias contratações deveria sim ao invés de apenas dispensar tentar alocar estes no mercado da série C ou D que ainda estão em disputa, com o empréstimo destes certamente dispensaria a necessidade de indenização aliviando bastante os cofres do clube, a não ser que estes descartáveis sejam tão descartáveis a ponto de não servirem para nenhum clube!
    Acho que se a intenção é de permanecer na série B pode ser que ajeitando a “caca” feita no início e ainda figurar entre as doze equipes remanescentes para a segunda divisão de 2014.
    O título da série B em 2013 já tem dono e o acesso está nas mãos daqueles que investiram com inteligência e focaram desde o começo da competição neste objetivo!
    É a minha opinião!

    Curtir

  5. Val Barreto não desenvolveu um bom futebol em Cuiabá e já voltou, o que será que aconteceu com o futebol do “Volatelli”?
    O que me espanta é como um jogador varia muito de time par time. Ambiente,cidade, esquemas táticos, sinceramente não entendo o porquê da coisa!

    Curtir

  6. E uma vergonha o que acontece no paisandu hoje, nao vejo isso em time nenhum no Brasil como pode um plantel ter uns 40 jogadores que jogando muma peneira nao sai um time que esteja pelo menos longe da zona do rebaixamento. Pior que temos jogadores ultrapassados que nao dao mas nada pro futebol moderno e rapido de hoje como Yarley, Vanderson, zaqueiro pereba como Diego Bispo e etc……. Ate quando meu Deus tanta
    Imcopetencia…

    Curtir

  7. Pra ser franco,nunca ví qualidades técnicas nesse jogador. É esforçado e as vezes ajudado pela sorte.Ele me lembra muito o mendonça,aquele do golaço do meio de campo,no remo,em 1992,que depois disso.,sumiu.A prova está aí.Não se firmou nem em time de 4ª Divisão.É aí que o remo vai quebrar a cara,renovando com ele.É aguardar pra ver.E tinha torcedor carente,comparando-o com o consagrado Volatelli,quanta carência de sucesso !

    Curtir

  8. É muito simples o liaum é tão ruim, que qualquer perna de pau se revela craque. Tem cara que dança que uma beleza quanto está só, mas quando tem uma dama alí, coladinha, não acerta o passo.
    Os times paraenses se tornaram o reino encantado, para quem não tem espaço em outras praças. É uma tristeza.
    Jean, janilson, Rodrigo Alvim, Careca, e tantos outros…

    Curtir

  9. Realmente, tem que ser um fábrica de dinheiro.

    Outra questão no mínimo estranha é essa altura do campeonato, literalmente, querer contratar o Aleilson, particularmente achoa té um bom jogador, um bom reforço, mas porque não fizeram isso no final do parazão?

    Sei não!

    RRamos

    Curtir

  10. E pensar, Manoel, que ainda tem torcedor bicolor que sugere que o PAPÃO contrate ele, o Jonatas, o Fabiano e o Alex Juan. Ora se esses jogadores fossem bons teriam levado o remo à Série C e talvez nem estariam por aqui e sim jogando em clubes da C ou da B.

    Curtir

  11. O pior,amigo Fernandes, que eu também me enganei com o futebol destes, mas …
    Os secadores tem muito trabalho até o final do ano,trabalho em vão, o Grande Bicolor Amazônico não cairá para o desespero dos “Sem Divisão”.

    Curtir

  12. Amigos do Blog;
    O Fabiano é muito mais goleiro que o Marcelo;
    O Jonathan, jogando ao lado do Capanema, não seria bem melhor que o Grande Vânderson, que não tem mais fôlego prá 90m de jôgo, muito menos sob o rítmo do Arthurzinho;
    O Alex Juan, não é melhor lateral do que qualquer desses contratados que não conhecemos? ora, amigos, nada de desepero, tampouco destemperança, a competição ainda está no final da primeira fase; ainda há tempo para recuperação, o foco agora é a permanência na série B, e para isso precisamos de um time operário, nada de medalhões; discordando do grande Gerson Nogueira, não entendo o Nicácio como contratação acertada, esse atleta tem um grande problema que compromete o rendimento da equipe, e a prejudica, ele tem o comportamento esnobe das estrelas que não tem cabeça, não tiveram berço e agem de forma deslumbrada ante a fama e o sucesso financeiro repentino, só que no caso do Nicácio ele é sutil, prá não usar outro adjetivo, anotem, quem ainda não percebeu, que toda partida, mesmo onde ele faz um ou dois golzinhos, logo, o tal desconforto muscular o acomete e ele prá não prejudicar, pede para sair dando vaga prá um colega que está inteiro, bonito não?! mas, é uma tremenda malandragem!!! muuuito malandro o cara; que é que acontece, ele agindo dessa forma, sempre sai por cima, quando o time está ganhando, nunca está na derrota, ele força o técnico a queimar uma substituição e alterar o esquema do jogo montado para atuar com ele em campo, concordam? se não, observem, a partir de amanhã, mas é para observar mesmo.
    Quanto às contratações de regionais ou de atletas que estão encostados em outros times, isso não lhes tira o mérito, ou lhes atribue falta de categoria, o Júlio César, está sendo negociado por deficiencia técnica, o Luíz Gustavo, volante da Seleção Brasileira, Campeão da Copa das Confederações, não está nos planos do Guardiola, também está em disponibilidade nem por isso são pernas de pau.
    Por falar em Vandick pescar atleta no Vasco, o Magno do PFC, está disponível e nem foi lembrado, o Bruno Mendes e o Henrique, atacantes e goleadores em nível de Seleção Brasileira, também encostados no Botafogo….
    Não adquiramos a síndrome do cachorro, tentando morder o rabo… e nunca vai conseguir, atleta regional e reservas em outras equipes, tem seu valor.

    Curtir

  13. O galo fez aquela obra prima de jogada que terminou em gol, aí fui dormir.
    4×2 de virada, contra o time campeão da América e sem o Seedorf, mostra que o time de OdeO tá bem na foto.

    Mas como o caso aí é copa Brasil, esse gol no final complicou.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s