A sentença eterna

“Porque o jornalismo é uma paixão insaciável que só se pode digerir e humanizar mediante a confrontação descarnada com a realidade. Quem não sofreu essa servidão que se alimenta dos imprevistos da vida, não pode imaginá-la. Quem não viveu a palpitação sobrenatural da notícia, o orgasmo do furo, a demolição moral do fracasso, não pode sequer conceber o que são. Ninguém que não tenha nascido para isso e esteja disposto a viver só para isso poderia persistir numa profissão tão incompreensível e voraz, cuja obra termina depois de cada notícia, como se fora para sempre, mas que não concede um instante de paz enquanto não torna a começar com mais ardor do que nunca no minuto seguinte.” 

De Gabriel García Marquez 

Leãozinho bate Santos e vai decidir Copa Norte

RemoXSantos AP semifinal sub20-MQuadros (28)

O Remo garantiu presença na final da Copa Norte Sub-20 ao vencer o Santos (AP) nos pênaltis, na tarde desta sexta-feira, no estádio Evandro Almeida. Depois de 90 minutos de um jogo muito disputado, que terminou em empate de 1 a 1, o Leão superou o representante amapaense por 4 a 1 na cobrança de tiros livres da marca do pênalti. No tempo normal, o Santos abriu o placar aos 46 minutos do primeiro tempo, através do meia-armador Pelado, um dos melhores em campo.

RemoXSantos AP semifinal sub20-MQuadros (5)

Depois de muito sufoco e de errar bastante no setor defensivo, o Remo só chegou ao empate no final do segundo tempo. Rodrigão saiu do banco para empatar a partida aos 46 minutos. Nas cobranças de pênaltis para decidir a vaga, o Leão foi superior. Gabriel, Rodrigo, Nadson e Tsunami anotaram para os azulinos, enquanto William converteu o único penal em favor do Santos. O goleiro remista Jader defendeu duas penalidades e foi, ao lado de Rodrigão, muito festejado pela torcida presente ao Baenão. A arrecadação com os bônus de torcedores chegam a R$ 13 mil, com presença de mais de 3 mil torcedores no estádio.

RemoXSantos AP semifinal sub20-MQuadros (25)

Na outra semifinal, o Holanda-AM massacrou o JV Lideral por 4 a 1, no estádio Jornalista Edgar Proença. O time maranhense abriu o placar, aos 30 minutos, através de Buloc. Em seguida, porém, os amazonenses passaram a dominar o jogo, sendo que Daniel empatou logo em seguida. No segundo tempo, mesmo com um jogador a menos, o Holanda marcou mais três vezes, com Villar, Dedé (contra) e Daniel novamente. Remo e Holanda disputarão a final da Copa Norte no próximo domingo (11), às 9h30, no estádio Mangueirão. (Fotos: MÁRIO QUADROS/Bola) 

Remo fecha parceria com a Ambev

O Clube do Remo, com sua imensa e apaixonada torcida, assinou nesta sexta-feira uma parceria de três anos e seis meses com a Ambev e fará parte do Movimento por um Futebol Melhor. Em breve, os sócios-torcedores do clube, o primeiro da região Norte a fazer parte do projeto, poderão usufruir dos descontos em mais de 600 produtos de dez grandes empresas em redes credenciadas em todo o Brasil, não apenas em Belém.

“O Clube do Remo está em festa com a parceria firmada hoje com a maior cervejaria do mundo, a Ambev.  Temos certeza que essa parceria vai ser boa para o torcedor que, através do programa sócio-torcedor, terá acesso a descontos em supermercados e preços justos nos ingressos, para o clube, que receberá um excelente investimento em melhorias no estádio, e para a Ambev que irá vincular suas marcas a um dos maiores clubes do Brasil, atraindo assim uma grande parcela de consumidores para suas marcas”, disse Zeca Pirão, presidente do Remo.

“Estamos muito contentes com essa parceria firmada. O clube tem uma grande e apaixonada torcida. Nosso objetivo é fortalecer o programa de sócio-torcedor do clube através do Movimento por um Futebol Melhor, concedendo benefícios ao torcedor. Estamos em fase adiantada de integração de sistema com redes de supermecados locais. Em breve, teremos supermercados daqui de Belém concedendo descontos ao torcedor”, completou Marcelo Camargo, Gerente Comercial da Ambev.

O MOVIMENTO

O Movimento por um Futebol Melhor consiste na união de dez grandes empresas (Ambev, Unilever, PepsiCo, Seara, Danone, Bradesco, SKY, Netshoes, BURGER KING® e Tim), redes de supermercados, clubes e sociedade a fim de gerar benefícios concretos para impulsionar a receita dos clubes por meio do programa de sócio-torcedor.

O projeto foi lançado em janeiro, após quase dois anos de estudos e trabalho, que propiciarão que as empresas participantes ofereçam vantagens aos sócios-torcedores no consumo de seus produtos. As mensalidades têm preços variados, mas os benefícios são amplos. Os torcedores têm acesso a descontos em mais de 600 produtos em segmentos diversos como alimentos, bebidas, higiene pessoal, limpeza e material esportivo.

O sócio-torcedor precisa apenas informar seu CPF antes da compra. Os sistemas dos caixas estarão interligados à base dos clubes e o desconto será dado automaticamente. A nota fiscal mostrará ao final da compra quanto o cliente economizou. No setor de serviços, os descontos passam por entretenimento e produtos financeiros. Isso representa tanto uma forma de gerar vantagens econômicas para uma grande fatia de torcedores ao mesmo tempo em que proporciona a vivência desse público com seu time de coração.

Com a entrada do Remo, o Movimento chega a 28 clubes – já participam Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Santos, Ponte Preta, Portuguesa, Grêmio Osasco, Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, Atlético-MG, Cruzeiro, América-MG, Vitória, Bahia, Ceará, Fortaleza, Ferroviário, Náutico, Sport, Santa Cruz, Grêmio, Internacional, Avaí, Figueirense e Joiville. Mais informações, como descontos, produtos, simulação de compras e posição do seu time no Torcedômetro (ranking de clubes medido por sócios adimplentes e fornecidos diariamente), acesse o site www.futebolmelhor.com.br. (Da Assessoria da Ambev)

Leãozinho disputa hoje semifinal da Copa

REMOXBare Copa Norte sub-20-Mario Quadros (10)

No inusitado horário das 15h, o Remo decide hoje uma das semifinais da Copa Norte Sub-20 enfrentando o Santos (AP). O jogo será realizado no Baenão, com horário modificado pela Polícia Militar e FPF, por questões de segurança. Os azulinos têm a melhor campanha da primeira fase do torneio, com 100% de aproveitamento: três jogos, três vitórias, oito gols marcados e nenhum sofrido. De certa forma, a trajetória do time retribui o amplo apoio que a torcida azulina tem dado aos garotos, proporcionando média de 4 mil pagantes nos jogos realizados no Baenão. A previsão para a semifinal de hoje, segundo a diretoria de Futebol, é de um público superior a 6 mil torcedores.

A outra semifinal envolve JV Lideral e Holanda. Na última rodada, o JV Lideral enfiou 6 a 0 na Desportiva e terminou em primeiro lugar. No outro jogo, Flamengo-PI e Santos-AP ficaram no empate em 2 a 2. Com os resultados, JV Lideral e Santos conseguiram avançar para a próxima fase pelo grupo A da Copa. A final da competição também foi confirmada para domingo, às 9h30, no estádio Jornalista Edgar Proença. (Fotos: MÁRIO QUADROS/Bola) 

REMOXBare Copa Norte sub-20-Mario Quadros (8)

Djalma na lateral é novidade no Papão

PSCXFigueirense-Mario Quadros (6)

Com Capanema, Iarley, Careca e Billy de fora, o técnico Arturzinho definiu o time do Papão para enfrentar o Joinville na noite desta sexta-feira, às 21h50, na Curuzu. O time titular que encerrou os treinamentos de ontem está assim escalado: Marcelo; Djalma, Fábio Sanches, Bispo e Pablo; Esdras, Vânderson, Diego Barbosa e Eduardo Ramos; Marcelo Nicácio e Héliton. A maior surpresa da escalação é a improvisação de Djalma na lateral-direita, substituindo Pikachu, que está suspenso. O técnico também promoveu o retorno de Vânderson, que estava afastado do time depois de uma sequência de atuações ruins. Outra novidade é a permanência de Héliton no ataque, barrando Iarley e Careca. O Papão é o 19º colocado na classificação geral. O Joinville, ex-time de Arturzinho, ocupa a 7ª posição. (Fotos: MÁRIO QUADROS/Bola) 

PSCXAMERICA mineiro-Mario Quadros (11)

Tribuna do torcedor

Por Carlos Carvalho

Meu caro Gerson Nogueira, realmente é com muita tristeza que lemos os dois principais assuntos de sua coluna. 
A briosa Polícia determina os horários dos jogos conforme lhes convém, pouco se importando com a saúde dos atletas que estarão jogando num sol escaldante e com isso, o rendimento dos atletas sempre ficará abaixo de suas capacidade. É uma pena!
No caso do Paysandu, eu começo a achar que a pessoa que está abastecendo o Arthuzinho, na verdade não gostou de sua vinda e lhe passa informações equivocadas sobre o plantel, senão vejamos:
Eu nunca vi a torcida vaiar qualquer garoto da base ao entrar em um jogo profissional, muito pelo contrário, mesmo se numa infelicidade errar um passe, a torcida aplaude e incentiva. Se assim não fosse, jamais o Pikachu seria alçado ao time titular. Dizer que o momento é de pressão é outro erro, todo jogo de qualquer campeonato, é de pressão.
Continuar com o Esdras em vez do Capanema, é um absurdo tão grande que só posso pensar que estão fritando o Arthuzinho. O Wanderson em vez do Billy é outro absurdo. 
Veja como na minha opinião o meio do campo e o ataque deveria ser escalado: Capanema, Billy, Iarley e Eduardo. Na frente: Careca e Nicassio.
Com esse time, poderemos até não subir, mas chegaríamos bem próximos dos primeiros lugares.
Forte abraço.

Os brutos venceram de novo

Por Gerson Nogueira

A turma da arruaça nos estádios triunfou outra vez. Temendo a possibilidade de brigas entre torcidas, a Polícia Militar e a Federação Paraense de Futebol estragaram a reta final da Copa Norte Sub-20. Definiram as semifinais da Copa Norte Sub-20 para 15h de hoje, faixa de horário proibitiva para torcedores e extremamente prejudicial aos jovens atletas.

A alegação para tão esdrúxulo horário foi o medo que as autoridades têm do confronto entre as torcidas de Remo e Paissandu, que poderiam vir a se digladiar ao longo da avenida Almirante Barroso. Por essa razão, o jogo entre Remo e Santos (AP) será às 15h, no estádio Evandro Almeida. Às 15h30, no Mangueirão, se enfrentam JV Lideral (MA) x Holanda (AM).

GERSON_09-08-2013 (1)Detalhe: o Paissandu joga somente às 21h50, no estádio da Curuzu, contra o Joinville, em partida cuja previsão de público não é das mais otimistas. Na terça-feira, contra o América-MG, o número de pagantes no estádio mal chegou a 2.500 pagantes.

As medidas preventivas se justificam, mas não excluem alguns questionamentos. O principal e mais óbvio diz respeito à incapacidade que os organismos de segurança demonstram para neutralizar a ação de líderes de torcidas ditas organizadas.

Pela ação isolada de alguns, perdem torcedores, clubes e atletas. No caso do Remo, que tem conseguido levar a expressiva média de 4 mil torcedores por jogo no torneio, a mudança de horário (da noite para a tarde) terá reflexos no comparecimento da torcida.

O que falta para a polícia fichar e cadastrar em seu banco de informações os integrantes das mais violentas facções de torcedores em Belém? Tudo começa com a prevenção à violência. São organizações que reúnem, no máximo, 2 mil membros, contingente perfeitamente identificável.

Ao mesmo tempo, persiste outra dúvida: será que o aparato de segurança ficou tão nanico que não consegue mais estabelecer vigilância nas quadras próximas ao estádio da Curuzu, criando um isolamento em relação ao estádio Baenão? Pelo visto, sim.

Cabe então jogar a toalha, reconhecer que chegamos ao ponto crítico da capitulação. Agora, até mesmo em jogo da categoria sub-20, a Polícia se mostra incapaz de tratar preventivamente o risco de enfrentamentos de rua. A qualquer momento ainda veremos se repetir aqui o fenômeno que os mineiros já experimentaram e os gaúchos também: jogos para uma torcida só, confirmando a derrota dos desportistas e a vitória dos brutos, sob a complacência e passividade dos organismos de segurança.

————————————————————————-

Fazendo das tripas coração

Arturzinho está fazendo o que pode para tentar dar um perfil competitivo ao Paissandu, a tempo de evitar novo insucesso diante do Joinville, hoje, na Curuzu. Com base nas observações feitas no jogo contra o América-MG e nos poucos treinos que comandou, chegou a uma formação diferente para o confronto desta noite: Marcelo; Djalma, Bispo, Fábio Sanches e Pablo; Esdras, Vânderson, Diego Barbosa e Eduardo Ramos; Marcelo Nicácio e Héliton.

É uma tentativa válida, mas que implica em alguns problemas. Djalma improvisado na lateral-direita é uma temeridade, principalmente porque do lado esquerdo já há Pablo quebrando galho. Mas o pior cenário está na meia cancha. Esdras e Vânderson formam a menos efetiva das duplas de volantes possíveis no elenco. Incompreensível a ausência de Billy como alternativa para jogar ao lado de qualquer parceiro.

Mais à frente, Diego Barbosa é outra incógnita. Não foi bem em nenhum dos jogos nos quais entrou como titular. No ataque, a presença de Héliton só se justifica pela falta de opções, pois o jogador foi muito mal diante dos mineiros. Enfim, a noite reserva uma parada duríssima para o Papão, com um time modificado e contra um dos candidatos ao acesso.

————————————————————————-

Direto do blog

“É um tal de fica Lecheva… Lecheva não dá mais… com Wandick eu acredito… fora Wandick. Torcedor é ralado. Passamos longos anos na Série C e sabíamos que a luta seria para não cair. E que ganhar um Parazinho não nos acrescentaria nada. Não se pode desmerecer o trabalho da atual diretoria. Fazer boa campanha na B é muito mais difícil do que simplesmente sair da C cheio de dívidas e com a credibilidade a zero. Eu particularmente ainda não tive tempo de me cadastrar no ST, mas acredito e optarei pelo VIP. Força, Vandick! Fica na B, Papão!”.

Por Maurício Carneiro, um bicolor que mantém os pés fincados na realidade.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta sexta-feira, 09)