Sub-20: Leãozinho enfrenta Tartaruga

Depois de ter goleado o Baré, sábado, por 4 a 0, o Remo volta a campo na noite desta segunda-feira para enfrentar o Ananindeua pela Copa Norte Sub-20, às 20h. O Ananindeua foi goleado na estreia pelo Holanda (AM) por 5 a 0. Na preliminar, jogam Baré (RR) x Holanda (AM), as outras equipes do grupo B, a partir das 18h. O torcedor que quiser assistir Leão x Tartaruga pagará R$ 5,00, a título de bônus de colaboração com o Departamento de Futebol Amador azulino.

A frase do dia

“Treinei os melhores jogadores, o verdadeiro Ronaldo, Rivaldo, Figo, Guardiola, grandes jogadores quando era muito jovem. Eu não era o primeiro treinador, mas sentia que tinha em minhas mãos potencial para isso. Depois, comecei minha carreira no ano 2000 e após quatro anos ganhei [com o Porto] minha primeira Copa dos Campeões”.

De José Mourinho, técnico do Chelsea, alfinetando seu ex-pupilo Cristiano Ronaldo. 

Ex-campeã continua batendo um bolão

04ago2013-ana-ivanovic-na-revista-esquire-1375595339600_615x300

A tenista Ana Ivanovic, ex-número 1 do mundo, não vive seu melhor momento nas quadras, mas segue impecável longe delas. Atento aos grandes momentos do esporte, o blog abre espaço para a foto de Ana, no auge dos 25 anos, posando apenas de biquíni para a edição sul-americana da revista Esquire. A publicação deve chegar às bancas neste mês. Fotografada pelo renomado John Russo, Ana é chamada de “a tenista mais bela do mundo” pela revista.

Série D: PFC ganha e retorna à zona de classificação

O Paragominas venceu o Nacional-AM por 2 a 1, neste domingo (4), no estádio Arena Verde, em Paragominas, pela 7ª rodada do grupo A1 do Campeonato Brasileiro da Série D. Com isso, voltou à zona de classificação da chave, ficando em segundo lugar. O PFC abriu o marcador aos 24 minutos em cabeceio de Evandro. Cinco minutos depois, Aleílson fez o segundo, chutando entre dois zagueiros amazonenses. O Naça descontou com Badé, aos 34 minutos, cobrando penalidade máxima. O PFC folga próxima rodada, marcada para o próximo final de semana, e só volta a jogar no dia 18  de agosto,  às 19h, contra o Genus-RO, no estádio Aluizo Ferreira, em Porto Velho (RO). (Com informações da Rádio Clube)

Série C: Águia vence fora de casa e volta ao G4

O Águia de Marabá obteve importante vitória sobre o Baraúnas-RN por 3 a 0, na tarde deste domingo (4), no estádio Nogueirão em Mossoró, pela 7ª rodada do grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C. O resultado recolocou o Azulão no G4, em quarto lugar, com 14 pontos ganhos em oito jogos disputados. Já o Leão potiguar está na nona posição (e na zona de rebaixamento), com apenas sete pontos. O Águia dominou a partida e chegou ao primeiro gol aos 27 minutos, através de Júnior Timbó, depois de bela jogada de Keno pelo lado esquerdo do ataque. Dez minutos depois, o Azulão ampliou. Ceará tabelou com Danilo Galvão e bateu na saída do goleiro Érico. No segundo tempo, aos 10 minutos, o Águia marcou o terceiro gol, em arrancada de Keno, que entrou na área e fuzilou, cruzado, no canto esquerdo. Na próxima rodada, o Águia enfrenta o Treze-PB, às 20h30 de quarta-feira (7), em Campina Grande (PB).

Rumo ao fundo do poço

Por Gerson Nogueira

bol_seg_050813_23.psParecia impossível que o Paissandu jogasse tão mal outra vez, superando o vexame da semana passada em Natal diante do lanterna ABC. Pois acabou acontecendo de novo, uma semana depois. Contra o Avaí, que não tem exatamente um timaço, o time voltou a ser apático, errando muito na transição e mostrando uma lentidão irritante. Perdeu e despencou para a 19ª posição na tabela.

Rogerinho Gameleira, que havia empolgado a torcida ao comandar duas vitórias importantes na competição, desta vez não fez melhor do que Givanildo vinha fazendo. Aliás, repetiu as falhas mais criticadas no veterano treinador.

Custou a mexer no time quando claramente, desde o primeiro tempo, as coisas não iam bem. O Paissandu era dominado em todos os setores, se valendo apenas da boa participação do goleiro Marcelo, responsável por um punhado de grandes defesas.

As laterais, como sempre, eram inteiramente improdutivas. Pikachu e Janílson não repetiam o bom segundo tempo do jogo contra o Figueirense na Curuzu. Muito pelo contrário. Tímidos, não se arriscavam em jogadas ofensivas e eram envolvidos pela movimentação dos rápidos Reis, Luciano, Rogerinho e Márcio Diogo.

O primeiro gol nasceu de uma jogada típica de pelada. Bola alçada na área, a zaga ficou acompanhando com os olhos e Márcio Diogo só teve o trabalho de desviar no ângulo esquerdo de Marcelo. Depois desse lance, o Paissandu afundou de vez e o Avaí perdeu mais duas oportunidades claras.

Enquanto isso, Iarley e Nicácio não ofereciam o menor perigo à zaga do Avaí. Eduardo Ramos e Diego Barbosa agiam como burocratas no meio, tocando para os lados e não se arriscando a dar um chute sequer a gol.

Depois do intervalo, a situação permaneceu inalterada. Gameleira não mexeu no time, que continuou a ser sufocado. Só depois que Héliton substituiu Pikachu é que o Paissandu conseguiu avançar um pouco mais, ainda assim moderadamente. João Neto entrou no lugar de Iarley. Deslocava-se bem, mas o ataque não criava lances de perigo. A melhor chance veio através de Héliton, que quase empatou o jogo a 10 minutos do fim, em chute colocado.

Mas, quando o Papão parecia ter acordado na parte ofensiva, veio o castigo. Em contra-ataque rápido, o Avaí liquidou a fatura aos 44 minutos. De certa maneira, o placar foi até modesto para a quantidade de oportunidades criadas e perdidas pelos donos da casa.

————————————————————————–

Opção pela proposta mais em conta

O Paissandu encerrou a fase de análise de nomes para substituir Givanildo Oliveira, anunciando ontem à tarde Arturzinho como novo técnico. Foi dele a proposta salarial mais em conta, embora até o último momento o clube tentasse trazer Guilherme Macuglia ou Péricles Chamusca.

Arturzinho se ajusta bem às características da Série B. Gosta de times operários, que saibam marcar e que explorem a velocidade e o contra-ataque. Teve poucas experiências na Série A e nos últimos tempos se concentra em trabalhar nas séries B e C, com resultados não mais que razoáveis.

Não é superior a Givanildo, embora tenha mais rodagem que Lecheva e Gameleira. A dispensa no Joinville indica que não está no melhor momento, mas pelo menos de início deve reanimar o Papão, embora o indicativo atual seja de que o time vai mesmo brigar para não cair.

————————————————————————–

O renascimento do Leão

REMOXBare Copa Norte sub-20-Mario Quadros (28)O Baenão reviveu no sábado as noitadas gloriosas do passado. Por incrível que pareça, além da vitória tranquila dos garotos do sub-20 sobre o Baré, o espetáculo de verdade aconteceu nas arquibancadas. Mais de 4.500 torcedores compareceram para rever a camisa azulina em campo e contribuir com a campanha de reabilitação financeira do clube.

O valor líquido ficou em torno de R$ 16 mil. Quantia modesta, mas simbólica do papel decisivo que o torcedor pode ter na vida do clube. Essa participação vai ser tanto maior na medida em que a diretoria renovada continue a mostrar transparência e disposição para o trabalho. Em campo, o time nem chegou a ser muito testado, mas alguns jogadores confirmaram que têm vaga no elenco profissional.

Aliás, um ex-atleta da base remista deve jogar amanhã em Belém contra o Paissandu. É o atacante Tiago Marabá, hoje no América-MG. Ele saiu do Baenão com 15 anos. Pertence ao Santos e foi cedido ao Coelho. Vem sendo usado por Paulo Comelli geralmente no segundo tempo.

Curioso é que Tiago saiu sem gerar qualquer lucro para o Remo, pois o então presidente Amaro Klautau se recusou a pagar R$ 2 mil por um contrato profissional. Um olheiro viu o moleque em ação, fazendo gols num torneio em Porto Alegre, e o indicou ao Santos.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta segunda-feira, 05 de agosto)