Motivos da má campanha

Por Gerson Nogueira

Existem certas coisas que só acontecem ao Botafogo, diz antiga lenda. Diante dos percalços do Paissandu na Série B, depois de longo tempo na Série C, é inevitável lembrar da fatalista frase alvinegra. Muito se tem falado sobre os problemas que travam a participação do clube na Segunda Divisão. Muitos são os fatores que contribuem para isso, todos de difícil resolução, daí a injustiça de se atirar pedras na atual gestão.

bol_qui_080813_15.psUm dos principais motivos da má campanha está na dificuldade de planejamento, originária de administrações perniciosas e perdulárias. Não é desculpa esfarrapada de político recém-eleito, é fato. O Paissandu repete práticas que foram disseminadas ao longo do tempo, cujo enfrentamento não é tarefa para um mandato apenas. Serão necessários pelo menos dois períodos de governo renovado para que o clube efetivamente mude.

O fantasma das contratações a rodo continua a pairar sobre a Curuzu. A pressão sob os dirigentes brota nas arquibancadas, mas viceja também na imprensa. Diante do primeiro tropeço, surgem logo os arautos do apocalipse, pregando dispensas e receitando novas aquisições. A conta vai aumentando, mas o torcedor precisa saciar a sede de novidades.

Custa uma grana preta (que o Paissandu não tem) sair contratando no atacado para afastar o risco do rebaixamento. Nem há jogadores de bom nível dando sopa no mercado. Mas, ainda assim, a catilinária é a mesma de sempre: contratar, contratar, contratar! Pressionados, os dirigentes quase sempre cedem, mas a onda consumista voltará diante da primeira contrariedade.

Basta ver o Paissandu jogar para perceber as posições carentes no time: zaga, laterais e meio-campo. Em resumo, falta jogador em quase todos os compartimentos. No total, seis peças seriam necessárias para ajustar a equipe, sem onerar excessivamente a folha salarial, que já beira os R$ 700 mil. Para isso, porém, será preciso enxugar o elenco, hoje com 38 atletas. Arturzinho está herdando problemas que o Paissandu acumula há tempos. Impossível resolver isso tudo num piscar de olhos.

————————————————————————–

Em algum lugar do passado

Há quem garanta que, na Curuzu, a compreensível gratidão a ídolos do passado têm ajudado a atravancar as coisas. Cabeças coroadas do período de ouro do clube, ali entre 2001 e 2003, continuam vinculados ao dia-a-dia da agremiação num processo que sempre foi muito elogiado, pelo reconhecimento aos que construíram as glórias do passado.

Por outro lado, a presença de alguns nomes no elenco (jogando ainda) e outros na comissão técnica impediria que o clube busque respirar novos ares e assimilar novas ideias. A própria renovação interna fica comprometida pela preocupação em encaixar esses ídolos em algum lugar.

Rogerinho, Ronaldo, Vânderson, Iarley e o próprio presidente Vandick são nomes que brilharam nas conquistas do começo do novo século e continuam em ação. Até recentemente, Lecheva, Zé Augusto e o próprio Givanildo Oliveira, comandante daquele esquadrão, também permaneciam no clube.

Para alguns conselheiros e torcedores, essa forte presença tem sido mais prejudicial do que benéfica ao Paissandu. Não tenho certeza, nem opinião formada a respeito, mas o tema já é objeto de discussão.

————————————————————————

Leãozinho passa pelo Bebê baré

No Amazonas, o Holanda é conhecido como “Bebezão”, mas o time vinha mostrando amadurecimento de gente grande no grupo B da Copa Norte Sub-20, aplicando goleadas em todos os jogos. Ontem à noite, porém, o Remo conseguiu parar a Laranja Mecânica baré. Jaime (2) e Alex Juan marcaram os gols da vitória. Nas semifinais, amanhã, o Leãozinho encara o Santos amapaense e o JV Lideral (MA) pega o Holanda (AM).

Apesar da forte chuva, o público no Baenão voltou a ser destaque: 3.810 fanáticos pagaram para ver a terceira vitória remista na competição.

————————————————————————-

Direto do blog

“No ano passado, a desculpa de pouca torcida era o não apoio ao até então presidente, Luís Omar. Mas, diziam os bicolores, no ano que vem com o Vandick, vamos lotar o Mangueirão. O ano 2013 veio e a torcida continuou sumida, a desculpa agora era que a torcida do poderoso Barcelona da América do Sul não se interessava pelo Parazinho – mas, quando vier a Série B que é um campeonato de verdade, vocês vão ver a torcida bicolor invadir o Mangueirão, mais uma vez falavam, contando lorota. Chegou a Série B e… ah vá, qual a desculpa agora? O único cego é o que não quer ver que a maior e mais fiel torcida do Norte é a do Leão Azul”.

De Agenor Filho, atento à queda de público nos jogos do Papão.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta quinta-feira, 08)

56 comentários em “Motivos da má campanha

  1. – Sinceramente, Gerson e amigos, penso que foi pura incompetência do Vandick e cia….

    – Lá no Parazão, eu já acusava o erro, na montagem do elenco…Tá gravado aqui…

    – Dizem que o Tourinho, foi o melhor presidente dos últimos tempos, e LOP, o pior, mas ao invés de seguirem o melhor, seguem o pior, aí, só poderia dar nisso…

    Não adianta culpar os antigos pela má campanha do Paysandu. Com pouco ou muito dinheiro, você teria condições de fazer o correto..O problema não está no dinheiro, e sim, no planejamento mal elaborado.
    É aquilo que sempre falo, que o Futebol, não perdoa quem se mete nele, sem entender.. E que jogar futebol, é muito, muito diferente de você comandar..

    Pra se ter uma ideia, Jean e Rodrigo Alvim(contratações, ditas, cirúrgicas), custavam quase 100 mil ao Papão… É incompetência.

    – O Planejamento tem que ser lá no início do Parazão, e não durante a série B.. Qualquer técnico que o Papão trouxer agora, terá que ter tempo para fazer seu trabalho aparecer…Arthurzinho, deve ser mais um que sairá daqui por ser ultrapassado(É a nova moda na mídia…E o torcedor, vai atrás)..

    Vale dizer, que o melhor jogo que o Papão fez, até hoje, onde mostrou organização e postura de equipe de série B, foi na Copa do Brasil, contra o Atlético-PR, no Paraná.. O técnico, era o ultrapassado Givanildo..

    Te dizer…

    Curtir

  2. Sinceramente, eu não acredito muito nessa de gratidão do Vandick..No tempo do LOP, dos que foram citados, só Iarley e Rogerinho não estavam na curuzu, e não se dizia isso…

    Algumas contratações já chegarão hoje ao Paysandu, mas por enquanto, não se fala em lista de dispensas.. Dizem que, pra ala esquerda, Papão está querendo trazer de volta, o Rodrigo Fernandes, mas é só especulação…

    A minha preocupação, é com a entrevista que o técnico Arthurzinho concedeu ao Camisa 13, onde ele disse: ” Eu, só indico s posições, quem contrata é a diretoria”… Se assim for, lá vem mais lambanças…

    Meia Bismarck, estava livre, e conversando com ele, via DM, no TT, sobre o porque de não ter dado certo, no 1º semestre para vestir a camisa bicolor e a do Remo, ele disse: “É porque eu tinha um empresário que complicava as coisas. Hoje, quem quiser me contratar, fala direto comigo, acerto e vou”.
    – Como torcedor que sou, e por saber que se trata de um excelente meia,e barato, peguei o número do seu celular e passei por TT, via DM, ao Vandick Lima, explicando toda essa situação…Isso, havia 2 dias…Demorou, ou não se interessou, e o Nacional-AM contratou ele, ontem, até o final da série D…

    Te contar..

    Vamos ver qual o meia que o Papão contratará, trazido pelo Yamato.. Já que o técnico, não indica…

    Curtir

  3. Amigo Cláudio, Bismarck não seria a salvação da lavoura.

    O rapaz está em excelente fase, mas há quem diga que é jogador de clube pequeno, por não ter dado certo no Fortaleza.

    Embora eu não acredite muito nisso (A camisa do clube, por si só, não faz ninguém desaprender a jogar), seria ingenuidade ignorar que no início dos campeonatos regionais DESTE ANO (Se não me falha a memória) ele foi eleito pela crônica esportiva local como a “decepção” da temporada.

    Já na copa nordeste, ele arrebentou.

    Ou seja: Ele é um bom jogador que passou por uma fase ruim ou um jogador mediano que passa por uma boa fase? Fica a dúvida.

    O maior rival precisa de gente que resolva. Não de apostas.

    Curtir

  4. Esse time do Nacional…

    Já achava um time caprichoso com o Danilo Rios no meio (Espero que ele vá para o Remo). Se Bismarck jogar o que vinha jogando na copa nordeste, é garantido que o Nacional suba!

    E o Paragominas, que deu duas peias no Nacional, marcou toca… Tem muito mais conjunto que os amazonenses, mas corre o risco de ficar de fora. Por amadorismo. E eu choro…

    De lá, só quero o Aleilson e o Ratinho.

    Curtir

  5. Amigos Gerson, Thiago e demais… Gostaria de relatar aqui, a conversa que teve, por telefone, ontem, o Charles Guerreiro com o Pirão:

    1- CG – Alô, seu Zeca Pirão, aqui é o Charles Guerreiro. Gostaria de saber porque não saiu o salário do meu auxiliar, Nildo Pereira, já que todos receberam, inclusive eu?

    R- ZP – Olha Charles, eu não contratei auxiliar algum e nem mandei você trazer. Dá teu jeito pra lá;

    2- CG – Mas se Zeca Pirão, eu não posso ficar sem um auxiliar..

    ZP – Olha Charles, pra encerrar, você sabe que o Remo não tem calendário, está fazendo contensão de despesas.. Aliás, Charles, você ganha muito bem. Faz assim, paga ele do seu salário, tá bom.. pu pu pu …

    Cara quando não se toca, amigos…

    Técnico local, é uma festa…. Queria ver ele fazer isso com o João Galvão ou o Arthur Oliveira… Personalidade, são poucos que possuem, amigos

    Curtir

  6. Torcedor do CR tem que se preocupar com o seu time, ir torcer pelo sub-20, intermunicipal e deixar de se preocupar com a torcida do bicola, que não é movida a bafo, devaneios, factoides e ilusões. Cresçam e apareçam!

    Curtir

  7. A melhor partida do Paissandu foi contra o Paraná, quando o time ganhou de 2×0 e foi treinado por Rogerinho Gameleira.
    Desde que Givanildo ‘Jaboti’ questionou as titularidades de Ricardo Capanema e Djalma o time desabou e nunca mais conseguiu jogar futebol. Será que estão sendo negociados? Aliás, sob o comando do ‘Jaboti’, o Papão fez suas piores partidas que eu vi: contra o ABC e contra o Boa Esporte.
    No campeonato regional, os melhores do time eram Eduardo Ramos, Djalma, Ricardo Capanema e o Raul, mas era consenso que Pikachu e mais uns dois ou três davam pro gasto. Pois bem, Lecheva caiu porque demorou três partidas para incluir os reforços e o time foi mal. No entanto, Givanildo desmontou a base e lançou de forma atabalhoada os reforços, resultando disso essa herança maldita.
    Erros de escalação, improvisações, falta de compreensão de como deve ser disputada a competição, baixa estima são algumas das adversidades que precisam ser contornadas, todavia, dado o enorme desperdício de tempo, terá de ocorrer no melhor estilo troca do pneu com o carro em movimento. Dará certo?
    Quanto ao Tourinho, quem, cara-pálida diz que foi o melhor? Por que nem ao estádio ele vai com medo dos torcedores? Será que o “estágio” de seis anos na Série C foi algo positivo? E as dívidas milionárias que deixou pro sucessor pagar?

    Curtir

  8. Sobre a torcida do Papão, eu como bicolor apaixonado e presente em todos os jogos do Paysandu também ando descontgente com a nossa torcida, ela realmente está afastada dos gramados, parece que se acostumou com 1ª divisão e não acordou pra nossa realidade que é outra a 8 anos. Entretanto, afirmo que a torcida do outro lado só esta mais presente nos últimos anos por que cada jogo pra eles é final de copa do mundo e todo jogo eles tem que aproveitar mesmo,pois só assistem o time por 3 meses ao ano, o restante é secando o maior do norte e guardando dinheiro pros 3 meses de jogos do ano seguinte. Não se iludam, se você pegarem a média de qualquer time grande que caiu pra série B e comprara com a do ano que eles caíram veram que o crescimento da média é quase o dobro de todos eles, isso é fato, pois a queda vertiginosa causa uma comoção na torcida.

    Curtir

  9. Amigo Cláudio sei que você levantou essa bandeira:”O Paysandú está brincando de série B”. Você estava e ainda está corretíssimo. O fraco elenco vencedor do parazão não tem condições de disputar nem a série D,hoje também muito concorrida pois significa respirar um pouco mais fora do limbo!
    Nada foi feito,o Yamato, não sei o que ele faz de fato, pois, até agora o trabalho dele não deu resultados, se é que ele trabalha!
    O atual elenco é muito envelhecido para uma árdua competição como é a segunda divisão, tem que ser renovado precisamos de pulmões novos e não de balão de oxigênio!
    Dispensas exigem dinheiro para as indenizações, será que é isso que está faltando na Curuzú?
    Sou adepto de contratar jogadores não tão badalados pois se esses fossem bons já estariam empregados, jogador com qualidade e desempregado nos dias de hoje é para se desconfiar, concordas?
    Acho que o garimpo deveria ser a nossa região ou até mais adiante no nordeste. Existem jogadores novos e desconhecidos com garra e gana para vencer. Por serem novos querem mostrar talento e conhecemos algumas peças que são bem mais em conta que os altos salários pagos aos medalhões que temos no elenco e desoneraria bastante a folha do Papão.
    Já citei aqui dois nomes do Sampaio Correia, mas certamente por serem jogadores de terceira divisão não chama a atenção da direção Paysandu!
    Na Paraíba, o destaque da Copa do Nordeste, estava no Campinense era um meia armador, jovem, de nome Bismarque, cansei de cantar esta bola mas as nossas vozes não são ouvidas. Menino novo com sede de vitórias e bastante habilidoso colocaria o ineficiente e descompromissado Eduardo Ramos no bolso.
    No Fortaleza em todos os jogos ouvimos falar de Assisinho pois faz gol em todas as partidas ou na maioria delas e detalhe o cara joga para o time, não é figurão. O time cearense passa por uma crise financeira mais de 3 meses de salários atrasados! Seria um bom momento de algum diretor do Papão chegar por lá fisgá-lo!
    As declarações do goleiro Marcelo onde reclamava da falta de apoio da torcida é de lamentar, a torcida do Paysandú é muito diferente das demais, não aplaudimos e nem lotamos estádios paraver jogadores que atuam sem o menor interesse com os objetivos do time!
    A reformulação, na minha opinião, é de quase cem por cento do elenco.
    Arturzinho não fará milagres e como você disse e eu assino embaixo, sem planejamento não há sucesso!
    Como torcedor espero ao menos permanecer na série B, contudo a realidade do elenco é pífia e não inspira confiança para ninguém, e posso até dizer que se estivesse disputando a série C deste ano certamente estaria brigando para não cair para a série D pois o grupo A de 2014 tem times que querem demais a vaga na série B do ano que vem! Que diga a diretoria do Sampaio Correia!

    Curtir

  10. Gerson Nogueira, o texto desta coluna é muito bom para que possamos acrescentar alguma coisa e emitir opinião abalizada, coerentes, sem fanatismo doentio. E por isso vou logo acrescentando que em relação à diretoria atual do nosso ainda querido amigão Wandick, presidente bicolor, que já podemos impultar uma boa parcela de culpa de sua admistração na atual situação do bicola. Essa culpabilidade, que se ainda não é motivo para desespero, mas tem de servir de alerta ao Wandick, pois ele deve lembrar que quando o LOP assumiu, tinha 99, 9% de apoio e carisma com a nação bicolor. Mas todos sabem como o LOP saiu com grande rejeição da torcida, mesmo subindo o Paysandu. Aponto então algumas falhas até infantis do Wandick, semelhantes as que o LOP vinha cometendo: Pensamento pequeno- Ou o Wandick ainda não caiu na real que é presidente do maior e glorioso clube do norte ou ja tinha certeza desse fracasso do Paysandu na serie B 2013, porque transferir todos os jogos do Mangueirão para o nosso pequeno estádio, tu sabes que é amadorismo puro, lembrando que a melhor partida do papão até agora foi no Mangueirão contra o Paraná, onde deu um bom público sim. Outro erro é que continuam as farras de más contratações, e pior ainda porque o LOP farreava contratando jogadores baratinhos para aventurar, o wandick está contrando de montão, jogadores caros, em fim de carreira, que nada estão acrescentando ao time. Outra é que esse plano socio torcedor, cuja idéia é ótima e maravilhosa, mas seu implemento foi mal planejado no tempo e no espaço e por isso o fracasso inicial mas que pode mudar sem dúvida. Mas tem de ser ajustado. O wandick tem de saber que torcedor, pricipalmente a naçao bicolor não está costumada a fracassos e não gosta de ser pressionada, tipo esse de aumentar demasiadamente o preço dos ingressos para beneficiar sócios, sem ter certeza se iria ter grande adesão, prejudicando torcedores no momento não podem ou ainda não querem aderir ao projeto mas concerteza prestigiaram o clube se o ingresso fosse aqueles 20 reais. Mas 30 reais para ver um time desses ruin, entregando partidas fáceis para os adversários, time que não ganha uma fora, pesa demais no bolso. No meu modo de entender, wandick está sendo um pouco ganancioso. Mas ainda ha muito tempo para o revés bicolor e do wandick melhorar. Pior seria igual a 2006, quando estávamos contando com o acesso pela grande campanha no primeiro turno e no revés fomos rebaixados.

    Curtir

  11. Amigo Jorge, vou respeitar seu ponto de vista, até porque cada tem sua opinião..
    Agora, vale lembrar que no jogo contra o Paraná, o Papão saiu vaiado no 1º tempo….
    As partidas contra ABC e Boa Esporte, não foram piores(Iguais,até) que contra o ASA, aqui…

    Quando falo que o Tourinho é o melhor presidente(já falei isso várias vezes, aqui), é me referindo ao futebol(montagem do elenco, time, técnico…) e isso, é dito por todos na mídia… A parte administrativa, não me envolvo…

    Continuo dizendo, Papão, ao invés de mandar o Giva embora tinha que dispensar e contratar jogadores indicados por ele… Pode até pagar caro, por mais essa lambança..

    É a minha opinião.

    Curtir

  12. Atribuir incompetência ao Vandick me parece precipitado. Afinal, ele mal começou a gestão. Mas, não se pode negar que as várias contratações que fez, na sua esmagadora maioria, têm sido um fiasco, a começar pelo gerente. E não há que se falar em falta de dinheiro, eis que a dívida, e demais encargos, assumidos com estes vários contratados são bem elevados, e segundo se queixam na diretoria e na torcida, a folha está toda em dia. Me parece que o problema verdadeiro não é incompetência não, mas sim, a lábia, pra dizer o menos, dos empresários de jogadores.

    Curtir

  13. Eu nem tinha percebido esta volta ao passado referida na Coluna e também não me firmei convicção a respeito desta realidade ser fator determinante da dificuldade do rival em se livrar das peias que o imobilizam na zona de rebaixamento ou muito perto dela agora na disputa da série B. Mas, numa primeira aproximação, ajudando a refutar a ideia é de lembrar que já com o Zé Augusto aposentado, foi com o Lecheva e o Ronaldo integrando a Comissão técnica e com o Wanderson atuando com relevância no time que houve o acesso. Quanto ao Leãozinho, além da boa campanha, vai cumprindo o papel de mostrar a pujança do Fenômeno, vamos ver se no próximo a listrada consegue ao menos superar esta marca de 3 mil e poucos torcedores. a propósito, recordo que cheguei a escrever um comentário muito semelhante ao do Agenor aqui no blog.

    Curtir

  14. Amigo Claudio,

    Expectativa para o Julgamento do Remo Hoje às 11 Hs?

    Não seria melhor a diretoria demitir CG ? Economiza 100 Mil até o final do ano.

    Curtir

  15. O outro ponto do texto que merece ser comentado é aquela velha lenga lenga de sempre ou ladainha onde torcedores remortos iludidos não tendo o que glorificar, não tendo grandes conquistas para exaltar, sempre aparecem aqui no blog ou em qualquer lugar para impor suas idéias que seu time falido possui a maior torcida do norte, no caso esse senhor AGENOR FILHO, ROCILDO OLIVEIRA e outros. Porém os motivos que elegam para isso é bestial que nem vale apena comentar, mas como os caras insistem nesta aberração eu afirmo a esses senhores varios pontos contrários:
    1- Se maior presença de torcida em campo com meior média de público fosse parametro para medir que a torcida é maior do local ou região, essa torcida remorta seria maior que a do flamengo porque aqui mesmo no blog o gersom colocou a pesquisa de público dos estaduais onde o remorto teve media de pagantes maior que o flamengo 16 mil se não me engano contra 12 do flamengo. Porem estão cientes que por conta disso dizer que a torica remista é maior que a do mengão no barsil é loucura ou o cara está bilé mesmo. Não pode. média de público em estadio demosntra apenas que a torcida do time estã prestigiando mais e isso é inegavel que os remistas ja vem fazendo isso ha tempo. Mas até isso é jsutificável porque esse time so joga 2 meses no ano nos ultimos tempos, é natural que quando retorne, a torcida prestigie para matar a longa saudade rsrsrs. Alem disso tem a qustão da economia, pois os caras podem gastar a vontade com ingresso porque serão so 2 meses de competição e poucos jogos. Aí dá concerteza para gastar como diz o Mauro borges. rsrsr A nação bicolor, por sua vez não tem como gastar tanto dinheiro com dezenas de jogos durante o ano, ainda por cima ingresso a 30 reais e o time capenga. Eu que sou fanatico não tenho condições fianceiras para ir a todos os jogos do bicola. a cada 3 jogos vou 2 porque fianceiramente é so o que dá. E para encerrar esse assunto chato do agenor, quero dizer que a cada tempo surgem pesquisas de várias fontes onde uma parece o como maior a torcida remorta e na outra a bicolor. Mas nas somas dessas pesquisas indecisas, as que são favoráveis a nação bicolor são bem maiores. so não vê quem não quer. Outro ponto é que em belem os maiores recordes ternos de publico contra times pretencem ao bicolor, 60 mil contra o boca no mangueirão sem onibus na cidade , e 55 mil contra o cruzeiro Jogo às 22 horas. Além disso, de toda a imprensa local, so quem afirma a torcida remista como maior é o caxiado, mas aí não tem valor nenhum. nem um outro radialista , nem mesmo os simpatizantes remortos afrimam isso, sempre colacam meio a meio. Com tudo isso esse agenor ainda insiste em falar asneiras??? vai morrer falando que não vai convencer.

    Curtir

  16. E tem o caso do sampaio correa que em 2012 foi campeão de média de publico das series B, C e D, jogando a serie D e foi uma das maiores medias da primeirona, perdeu so para a do coringão e atletico e outros, mas naõ aperece nem em ultimo lugar nas pesquisas das miores torcidas. Se o parametro fosse so média de publico em estadio, agenor, o sampaio também deveria ser colocado como tendo uma das maiores torcidas do Brasil. Mas que afirmar isso é dibiloide.

    Curtir

  17. Caro Cláudio, então essa vaias vieram lá das cadeiras do setor A do Mangueirão, uma espécie de limbo do estádio, pois no B saiu aplaudido. Muito mais ainda no final da partida que é o que vale.
    Quanto ao ‘Jaboti’, acertou em cheio na contratação de Rodrigo Fernandes e só. O resto não passa de analgésico vendido em mercearia, como os sintomas permanecem o jeito é procurar um “médico”.

    Curtir

  18. Poxa, ontem choveu pra caramba, e a torcida do LEÃO AZUL PARAENSE apareceu em maior numero que a torcida do SACO DE PANCADAS da série B…kkkkkkkkkk…Arrumem outra desculpa…Se forem esperar o timéco melhorar pra dar as caras por lá…ainda não vai ser nesta vida…kkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  19. Se é verdade que tinha uma TV alemã filmando a partida, tá explicado porque a torcida do time que mais apanha do Pará apareceu em menor numero ainda…Ficaram com vergonha de aparecer na TV torcendo pra time peladeiro e saco de pancadas, e pra piorar, jogando num chiqueiro que eles chamam de campo…Tá explicado….kkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  20. Miguel, Assisinho é um excelente jogador. Suponho que você deve ter citado, indiretamente, os jogadores Pimentinha e Eloir, do Sampaio. São diferenciados também. Mandei uma lista pro Thiago Passos de alguns desses atletas, para que o departamento de futebol pelo menos preste atenção. Se fui levado a sério, só Deus sabe. Mas deixei meu recado…Inclusive sobre o que acho da indicação de Charles para a contratação de Renato Medeiros (joguem o nome dele no Google! ).

    Curtir

  21. Informação do Banco:

    ‘Jogadores trabalham pelo prato de comida’, diz técnico do Rio Branco

    Everton Goiano relata dificuldades enfrentadas pelos atletas, que estão sem receber há três meses. Alguns sequer têm o dinheiro do ônibus.

    Como diz o amigo Cláudio, eu Heim.

    Curtir

  22. Rodrigo, não é fácil demitir. Charles é um funcionário do Clube e tem diretos. Se o contato vai até dezembro e o Remo o dispensa agora, ele ainda deveria receber todos os meses não trabalhados, mais décimo terceiro etc. As coisas não funcionam como na casa da mãe Joana.

    Charles vai permanecer. E para seu sucesso, ele precisa se sentir bem quisto. Prestigiado…

    Curtir

  23. Thiago, do que jeito que as coisas são administradas no Remo, a cu de cavalo como diz minha avó. Nada que um bom acordo para resolver isso.

    Vou te dizer o que vai acontecer com Charles, perde 3 jogos, e chama outro, o problema não é esse e sim os jogadores que ele vai chamar (esses os contratos serão mais longos) deixando a dívida para o Clube.

    Curtir

  24. Independente de que lado venha a observação, se de azulino ou bicolor, se com ou sem gozação, é muito pertinente o que diz o Agenor. A única maneira de tentar explicar a diferença de comportamento entre as torcidas de Remo e Paysandu é simplesmente nós bicolores nos colocarmos no lugar deles, ou seja, ter nosso time durante anos seguidos à sombra do rival e sem competição importante a disputar, além de baratear o ingresso. Eu não topo. Prefiro deixá-los se gabar a correr o risco de ver meu time sumir do mapa.

    Curtir

  25. Maurício Carneiro, você não sabe o que fala. Deixa o seu recalque de lado. Nunca jamais o LEÃO DO NORTE viveu à sombra do seu time. O contrário, se você conhece a história do seu time, não se pode dizer. O FENÔMENO AZUL não tem culpa das péssimas administrações. No entanto, ela está sendo a maior responsável pela virada que está ocorrendo. Como diz o ditado: O PIOR CEGO É O QUE NÃO ENXERGA kkkkkkkk

    Curtir

  26. Concordar ou não é o de menos, Paulo Arthur – não chamo anônimo por achar que esse é de fato seu nome – já basta uma resposta normal, sem deboche ou desrespeito para com o interlocutor. Isso aí.

    Curtir

  27. Uma torcida que só vai a campo prestigiar seu time quando ele está vencendo, se compara ao “amigo” que só está do seu lado nos momentos felizes, mas se afasta quando precisas de ajuda..

    Jorge Alves

    Curtir

  28. Que tipo de torcedor é esse que se conforma em ter apenas a torcida mais presente nos estádios em dias de jogos do seu time, não importando qual seja a categoria (sub 10, 20, 30 ou 40)??? Do jeito que a coisa caminha, daqui a pouco terá gente dizendo que é Fenômeno Azul e não Remo.

    Curtir

  29. Ficam enchendo a bola da torcida dessa torcida do rEmo, mas na verdade ela igual a todas as outras. o time começa a perder e eles somem. quando o time perdeu a final do 1º turno para o Papão, no jogo seguinte só tinha uns gatos pingados.

    De mais a mais, as arquibancadas deles cansaram de estar às moscas quando o time não ganhava jogos seguidos.

    Curtir

  30. É, de fato, a julgar pelo que está ocorrendo com o bicóla, estando este na série B, é muito simples concluir que o listrado já teria sumido do mapa se tivesse de enfrentar o que o Leão enfrenta. Quanto à posição do Remo em relação ao rival celeste, basta verificar por quem é a preferência dos patrocinadores para aquilatar a verdade dos fatos.

    Curtir

  31. Caros,
    Isso é apenas fase, qdo o o rival tiver alguma coisa que comemorar e voltar aos trilhos , digo a uma vida normal com um títulozinho regional a cada 2 anos a coisa volta ao normal, afinal essa tragédia já dura uma década com tantos vexames e funerais, e por este motivo acontece essa lamúria exemplos não faltam como o Corinthians de 77.

    Curtir

  32. Antonio Oliveira, amigão, preste bem atenção:
    Quando me idetifico como enciclopédia bicolor não é por acaso, é porque conheço a hsitória do gradioso Paysndu, do futebol paraense e até do teu time hoje falido. Essa de dizer que ja teríamos sumido do mapa se estivéssemos como vcs estão, tem controvérsia e deves mas que eu saber disso ou então falas as coisas sem razão de ser. Ou seja, no periodo do tal tabu que vcs so tem isso para comemorar até hoje, passamos 5 anos sem ganhar esse timinho de vcs, mas por favor procura alguem conhecedor do esporte local ou fontes de informações confiáveis, não o caxiado rsrsr, e verifica qual foi a maior média de público no Parazão naqueles 5 anos do tal tabu. que meu time estava muito mal, com rabelo na presidencia e desmando administrativo fora do cumum. Lembra também que teu time estava no auge, foi penta campeão, ainda se equiparava em titulos com o Paysandu , era o tal rankiado que o caxiado exaltava je nesse tempo. Para tua decepçao ja te adianto que maior média era do Paysandu. Agora eu afirmo que se vcs passassem 5 anos sem ganhar o bicola, ja tinha muito remista, se suicidado, ou no pinel. Porque sempre digo que vcs vivem a sombra do papão, igual a estória do vampiro que suga sangue bom dos outros para poder sobreviver, pois se não fizer isso morre seco kakakakakakakakakakakakakakak

    Curtir

  33. Amigos bicolores e azulinos, deixemos de celeumas infrutíferas. O Paysandu está um abismo adiante do Remo ( a diferença é de três divisões, pois o bicolor paraense está na 2ª divisão e o azulino do estado está numa posição que, caso tal competição existisse, seria equivalente à 5ª divisão); os azulinos não ganham nem turno de Parazão e os bicolores conquistaram 3 dos últimos 5 campeonatos estaduais; o Paysandu jamais ficou sem divisão, o Remo por sua vez é habitué da falta de calendário; a torcida azulina tem ido mais aos estádios, mas os tamanhos das torcidas bicolor e azulina são rigorosamente iguais; o momento atual de superioridade é bicolor, mas já foi em décadas passadas azulina. O resto é mera verborragia e articulação do discurso a fim de tornar as coisas mais parelhas quando não são, nada mais natural para manter o orgulho e a paixão acesa.
    Quanto ao desempenho do Paysandu e seu planejamento, só quem se recusa a enxergar permanece acreditando. Amigo Cláudio, a rigor, todos os técnicos brasileiros estão ultrapassados, uns mais que outros. Quanto ao desempenho de figuras que você tem predileção, não os avalizo pelo histórico do desempenho destes: Givanildo (pelo seu passado vencedor) e Édson Gaúcho (pela sua segunda passagem no Paysandu) tem uma cotação um pouco maior, mas Davino, Flávio Lopes, Flávio Araújo, Giba… são apostas enganosas. No frigir dos ovos, todos são discutíveis hoje. Givanildo venceu apenas um dos quatorze jogos em que dirigiu o Paysandu e ainda se discute sua (in)eficiência? Davino idem…
    Mas me solidarizo ao amigo Cláudio, por outro lado, quando o mesmo dizia que a direção bicolor estava “brincando de Série B”. Nosso mais ativo comentarista acertou no alvo.
    Quanto à coluna, nada a acrescentar. Pegou na veia de bate-pronto.

    Curtir

  34. Edson costa silva, desde quando o remo vive a sombra do paysancú? Deixa de falar merda. Só quem é leso para ficar se vangloriando por ter ganho o paysandu não sei quantas vezes. Eu, como remista, tô pouco me fudendo para quantas vezes o remo ganhou porra de paysandú e muitos outros cagam e andam para isso. O remo claro só existe por causa da torcida mas não por causa de paysandu.

    Curtir

  35. Edson costa, o remo não vive a sombra do paysancú. E jamais viveu. Não é todo remista que se importa quantas vezes o remo ganhou o paysandu, eu por exemplo, pouco me importo. Só aqueles mais fanáticos, mas isso é normal.É claro que se o paysandu tivesse construído um tabu em cima do remo, os bicolores mais fanáticos iriam se vangloriar também e não adianta dizer que não. Reconheço que o remo está no ostracismo há um bom tempo mas não vive a sombra do paysandu.

    E depois…… o paysandu não está na primeira, tem um sério risco de cair para série c novamente. A verdade é que a falta de profissionalismo permanece.

    Ps: O remo só tem um título nacional que é o da série c. Mas poderia ser pior, o santa cruz não tem nenhum e é um dos mais tradicionais do nordeste.

    Curtir

  36. *Caro Gerson Nogueira não há como não culpar o Vandick por este momento que passa o Paysandu.
    Ele é o presidente, e por isso tem que receber as criticas, assim como receberá os elogios no fim deste campeonato, pois não creio em rebaixamento.

    É claro que este “culpar” é apenas uma analise, um palpite e não uma atirada de pedra, pois administrar um dos maiores times do Brasil na atualidade é dificil, e com a maior torcida desse estado no cangote, cobrando, fica mais complicado ainda.

    Mas o mesmo deve saber o que está fazendo, e não perdeu o rumo, pois desde que entrou, tirando por hora essa mã campanha do papão na Série B, o homem vem se saindo bem.

    Curtir

  37. **Hoje ouví o Badboy dizer que seria uma boa mandar para a CBF imagens dessa gloriosa torcida remista e seus feitos em apoiar o seu sub-20. Ele não tá de todo errado, mas deveria mandar também o valor arrecado nesses 3 jogos, menos de 60 mil reais.

    O que interessa a CBF é renda, público é secundário.

    Se pegar as imagens é capaz o marin de mandar despejar no lixo, mesmo sem olhar.

    Curtir

  38. *** O remo e seus advogados torcedores tiveram que engolir tudo e agora comemoram o fato do STJD não ter alijado eles das competições nacionais.

    Isso foi definido com certeza naquela reunião que o Pirão teve com o Marin.

    Se o Pirão não recua, a CBF sem hesitar faria o que deveria ter sido feito nesses casos.

    Fica a lição, quando começar o parazão, ganhem a vaga dessa famigerada 4/ divisão na BOLA, pra depois não ficarem alugando os outros.

    Curtir

  39. Concordo que a torcida do REMO é a maior do Norte. E pode aumentar muito mais ainda. Sugestão: é só o Leão ficar mais uns três ou quatro anos sem divisão que a torcida vai aumentar mais ainda. Torcedor é emotivo, fica com pena. Enquanto isso a torcida do Papão vai diminuindo com essas derrotas. Quero que o Papão permaneça mais uns dois anos da série B, para continuar pegando peia e a torcida se afastando. Depois mais uns dois anos na série C e peia de novo. Vai acabar como a torcida da Tuna Luso. Portanto, remistas torcei para o Grande Remo permanecer sem divisão que paulatinamente sua torcida irá aumentando a cada ano. Pode não ganhar titulo em campo, mas nas arquibancadas será o c-a-m-p-e-ã-o!

    Curtir

  40. E mais remistas, torçam para esse timinho mixuruca do Paysandu permanecer uns 5 anos na série B, fazendo vergonha, perdendo de goleada e se salvando no finzinho, no drama, que a torcida irá se afastar. E então, prevalecerá apenas o FENÔMENO AZUL! E também que fique mais uns seis anos na série C. E que o REMO fique uns 20 anos sem divisão e terá a torcida mais apaixonada do planeta. Viva o REMO sem d-i-v-i-s-ã-o!

    Curtir

  41. Edilson, amigão, não vou nem atrás de checar os números que invocas. Pra mim tua enciclopédia tem credibilidade. Te peço apenas que atentes no contexto e nas circunstâncias em que fiz o comentário e verifique que não fui eu quem falou em risco do rival sumir do mapa caso enfrentasse uma situação extrema como a que o Remo vem enfrentando. O que fiz foi apenas avaliar os indicadores atuais e concordar que é procedente o temor… Afinal, se nos jogos de uma competição gabaritada em que se encontra, só porque vem levando umas surras reiteradas, umas peias seguras, umas lambadas violentas, o Clube não consegue colocar mais torcedores do que jogos amadores, é sinal que se ficar sem divisão num período muito longo haveria realmente este risco. Mas, se dizes que o bicóla não corre este risco de ser riscado do mapa, eu não vou teimar, afinal o freguês tem sempre razão.

    Curtir

  42. É muita imbecilidade um cara escrever que quer o rEMO sem divisão só pra aumentar torcida.
    Por isso que digo que a torcida do remediocre gosta de sofrer.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s