Remo goleia S. Mateus e vai pegar o Santos

Com gols de Marciano (2), Vélber e Héliton, o Remo derrotou o São Mateus (ES) por 4 a 1, no estádio Evandro Almeida, nesta quarta-feira à noite, no jogo de volta da Copa do Brasil. Bombom descontou para a equipe capixaba. Como havia vencido a primeira partida por 2 a 1, fora de casa, o resultado classifica o Remo para a segunda fase da competição, com direito a bônus de R$ 75 mil.  

O atacante Bombom, logo aos 6 minutos, marcou para os visitantes aproveitando cochilo da defensiva remista. O Remo, surpreendido pelo gol do São Mateus, partiu para cima e criou diversas chances até que Marciano empatou, aos 17, depois de bola chutada na trave por Vélber. Depois disso, Gian quase fez o segundo gol em chute no ângulo que o goleiro Róbson defendeu. Mas, aos 44, em rápida jogada com o lateral Levy, Héliton desempatou.

No segundo tempo, logo aos 3 minutos, Vélber ampliou para 3 a 1, aproveitando passe perfeito de Gian. Com o jogo sob controle, Sinomar Naves fez três substituições – Gian por Otacílio, Vélber por Samir e Pedro Paulo por Márcio Nunes – e o time mudou de postura, passando a tocar mais a bola para passar o tempo. Já no finalzinho, Marciano complementou para as redes um chute de Samir e deu números finais à partida: 4 a 1.  

Na próxima etapa da Copa do Brasil, o Remo vai enfrentar o Santos de Robinho, Ganso, Giovani e Neymar. A primeira partida deve acontecer na próxima quinta, no Mangueirão.  (Fotos 1 e 2: MÁRIO QUADROS; foto 3: EVERALDO NASCIMENTO)

Arbitragem de risco para o Re-Pa

Evandro Rogério Roman (PR), aquele árbitro enrolado e célebre pelos erros cometidos na carreira, será o apitador do primeiro Re-Pa da decisão do primeiro turno. A última grande lambança de Roman aconteceu naquele Cruzeiro x Palmeiras, no Mineirão, pelo Brasileiro-2009, quando abusou de inverter marcações e deixou de marcar dois penais para os cruzeirenses.

Peluso substitui Mendes no Supremo

O ministro Cezar Peluso foi eleito nesta quarta-feira o novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). Um dos magistrados mais antigos da atual composição, Peluso vai ocupar o lugar deixado por Gilmar Mendes, que presidiu o STF nos últimos dois anos. Além do presidente, os magistrados também elegeram para vice o ministro Carlos Ayres Britto. O pleno do STF tem 11 integrantes. Peluso e Britto irão conduzir a Corte entre 2010 e 2012 e também presidirão o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Ao contrário do antecessor, Peluso é conhecido no meio jurídico por sua discrição em relação à vida pessoal e por votos técnicos em julgamentos no STF.

Brasileiros em baixa na rodada européia

Uma rodada desastrosa para brasileiros nas oitavas-de-final da Champions League. O Milan, o time mais brazuca da Itália, levou uma surra do Manchester United e foi eliminado da competição. Wayne Rooney voltou a brilhar, marcou duas vezes e ajudou o United a golear por 4 x 0 de forma tranquila. O sul-coreano Park fez o terceiro e Fletcher, o quarto.

Rooney, destaque dos ‘Red Devils’ nesta temporada, já havia feito outros dois na vitória por 3 a 2 do United no duelo de ida na Itália. Ronadinho Gaúcho passou em branco. Inexplicavelmente, David Beckham só entrou quando o placar já estava em 3 a 0. O técnico Leonardo volta a ficar ameaçado no cargo, com a previsível onda de críticas da imprensa italiana.

Em Madri, o Real Madri empatou com o Lyon da França e também foi alijado da Champions. Kaká foi substituído aos 32 minutos do segundo tempo da partida, no Estádio Santiago Bernabéu. Cedeu lugar para o atacante Raúl. Ao saber que seria o substituído, balançou a cabeça negativamente. A torcida, que não tem aprovado as últimas atuações do camisa 8, vaiou com vontade. Kaká teve até boa participação e deu chutes perigosos tanto no primeiro quanto no segundo tempo. Como venceu na ida (1 a 0), o time francês se classificou. Segundo o site do jornal Marca, o técnico chileno Pelegrini será demitido pelo Real.

Mais que Kaká e Leonardo, Ronaldinho Gaúcho talvez seja o grande derrotado da tarde. Não que se imaginasse que o Milan fosse reverter a desvantagem na Inglaterra, mas imaginava-se que venderia caro a classificação. De Gaúcho, esperava-se mais participação nas manobras ofensivas. Vai ser acusado, pelos seus detratores, de sumir em situações decisivas.

Lula: tem gente inaugurando até maquete

Diante das críticas tucanas à presença de Dilma Rousseff em inaugurações de obras do governo, o presidente Lula alfinetou nesta quarta-feira o governador de S. Paulo e pré-candidato à Presidência, José Serra (PSDB). “Estamos em um ano de campanha, e estamos percebendo que tem gente inaugurando até maquete, e nós queremos mostrar o que realmente está acontecendo”, disse, em Cubatão (SP), referindo-se à apresentação da obra da ponte que ligará Santos ao Guarujá feita por Serra na terça, sem citar o nome do governador.

Cabra bom esse metalúrgico. Vou te dizer…

Para Zagallo, Gaúcho não merece ir à Copa

A depender da opinião de Zagallo, Ronaldinho Gaúcho vai assistir à Copa do Mundo pela televisão. Para o ex-treinador, o meia não merece vestir a camisa da seleção na África do Sul e Dunga está certo em ignorar a comoção nacional em torno da convocação do jogador campeão do mundo em 2002. O Velho Lobo foi claro ao afirmar que Ronaldinho “deixou a desejar quando vestiu a amarelinha”.

“Já me perguntaram: Ronaldinho Gaúcho, sim ou não? Eu disse: Não vai. Por quê? Eu fui franco. Ele tem uma técnica excelente, habilidade também, ganhou Bola de Ouro, mas nesse período em que ele jogou pela Seleção Brasileira, só fez uma boa partida: contra a Inglaterra (na Copa de 2002), quando inclusive fez um gol sem querer”. Para Zagallo, o jogador do Milan simplesmente não se enquadra no tipo de futebol proposto por Dunga. Em entrevista ao Sportv, o ex-treinador disse que, ao contrário do que apregoam os defensores de Ronaldinho, ele não poderia substituir Kaká e ainda causaria problemas na armação da equipe. (Do R7)

Tá bom, já vi que o Dentuço não vai mesmo, mas alguém pode me explicar o que Josué, Elano e Julio Batista fizeram até hoje pelo escrete?

Águia mantém Galvão, mas perde dirigentes

Por decisão da maioria dos 18 conselheiros do Águia, o técnico João Galvão foi mantido no comando da equipe para o returno do campeonato. Quem revelou o resultado da consulta foi o próprio presidente do clube, Sebastião Ferreira Neto, o Ferreirinha. No encontro, foi apresentado um balanço sobre a campanha do Águia desde 2009, além da prestação de contas do clube. “Eles chegaram a um consenso de que os resultados negativos não foram culpa do técnico. Por isso, Galvão permanece no comando técnico independente dos resultados nesse Segundo Turno do Parazão”, garante Ferreirinha.

Mas a decisão de manter João Galvão dividiu a diretoria do Águia. Decepcionados com a deliberação dos conselheiros, alguns dirigentes se afastaram do clube. É o caso do diretor social Pedro Correia e do tesoureiro Tarcísio Marques, que também retirou o patrocínio que era repassado por sua empresa ao time. Tarcísio admite que o principal motivo do afastamento foi a permanência de Galvão. Contou que, antes do jogo contra o Remo, ficou combinado que o técnico ficaria apenas naquela partida e isso não foi cumprido.

“Futebol vive de bons resultados e isso não vem acontecendo com o Águia desde o ano passado. Com o plantel que o time tem, o primeiro turno foi um fracasso e não era para terminar na lanterna. Se o técnico não está acertando, tem que trocar. Esse negócio de dizer que tem o grupo na mão acontece quando o pagamento dos jogadores está em dia, como acontece no Águia. Eu queria ver se atrasasse”, colocou.
O empresário, que também colaborava com o Águia há cerca de nove anos vê esse momento com muita tristeza, ressaltando que são poucos em Marabá que realmente gostam do futebol e investem. “Não vou dizer que o Águia vai acabar porque eu vou sair, mas espero que eles levem mais a sério a administração de um clube. É um time profissional, que já disputou Copa do Brasil e disputa Paraense e Brasileiro da Série C”, disse. (Com informações de Mariuza Giacomin, de Marabá)

Dr. Sócrates vai ganhar documentário

Vem aí o documentário sobre a carreira do paraense Sócrates, ídolo da Fiel e um dos líderes da “democracia corintiana”. Não vai faltar depoimento de peso na fita em homenagem a um dos grandes craques da história do Timão – de presenças óbvias, como Vladimir e Casão, a nomes de outras áreas, como Rita Lee, Washington Olivetto e até o presidente Lula. A direção é de Reinaldo Volpato e Fernando Kaxassa e o longa sobre o Doutor deve ser finalizado até dezembro.

Enilton recusa proposta e pede dispensa

A novela finalmente chegou ao fim. Se os dirigentes do Paissandu não tiveram coragem de dispensar o jogador, preferindo fazer uma proposta de redução salarial, o próprio Enilton pediu as contas na manhã desta quarta-feira. Queixando-se de contusões que o departamento médico do clube não conseguiu diagnosticar, Enilton só foi aproveitado em duas partidas, sem marcar gols. Seu afastamento chegou a ser anunciado, na última sexta-feira, pelo presidente Luiz Omar Pinheiro, mas os dirigentes recuaram e ainda tentaram manter o atacante.

O volante Alexandre, que vinha jogando pelo Volta Redonda, foi indicado por Lecheva e já foi contratado, devendo chegar até sexta-feira. Os outros dois possíveis contratados são os laterais Flavinho e Rafael Toledo. (Foto: MÁRIO QUADROS/Bola)

Apesar de tardia, foi a decisão certa – embora tenha partido do jogador e não da diretoria.