Definidos critérios para jogo Bota x Mundico

O São Raimundo não foi eliminado da Copa do Brasil pela escalação irregular de três jogadores, mas ficou em situação complicada na sequência da competição. A surpreendente decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na última sexta-feira, dia 26, de apenas retirar pontos do clube paraense, permitiu ao Mundico seguir na disputa, mas deixou dúvidas quanto aos critérios de desempate para o confronto com o Botafogo no Rio.

A solução saiu nesta terça-feira e surpreendeu ainda mais. De acordo com a CBF, o Botafogo terá ampla vantagem no duelo de volta, podendo garantir a vaga até com nova derrota. Se o Glorioso empatar ou vencer por qualquer placar, se classifica automaticamente. Se o São Raimundo ganhar, não importa a diferença de gols, a vaga será então decidida nos pênaltis. O jogo acontece na próxima quinta-feira, 11. Quem vencer enfrentará Santa Cruz (PE) ou América (AM) na segunda fase da competição nacional.

O imbróglio teve início quando o São Raimundo venceu o Botafogo por 1 a 0, em Santarém. A equipe paraense, porém, escalou três jogadores que não constavam do Boletim Informativo Diário (BID) da CBF: João Pedro, Hallace e Beto. Os dirigentes do Mundico culparam a Federação Paraense de Futebol pela falha na inscrição dos jogadores. O próprio presidente da FPF, coronel Antonio Carlos Nunes, assumiu o erro. Julgado pelo STJD, o São Raimundo perdeu três pontos e foi multado em R$ 1 mil. (Com informações do site justicadesportiva.com.br)

A quem interessar possa…

Agenda do presidente Lula para esta quarta-feira, 3:

9h30 Lançamento do Portal Brasil – Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)

11h30Jorge Hage, ministro-chefe da Controladoria-Geral da União

12h Guido Mantega, ministro da Fazenda 

15h Hillary Clinton, secretária de Estado dos EUA

15h30 Despacho interno

16h Reunião sobre Ferrovia Transnordestina

17h30 José Wellington Dias, governador do Piauí 

18h Junichiro Koizumi, ex-primeiro ministro do Japão 

18h30 Despacho interno

19h Carlos Lupi, ministro do Trabalho e Emprego

(Fonte: Secretaria de Imprensa da Presidência)

Ex-remista vai defender o Paissandu

Serginho, 30 anos, volante que foi campeão brasileiro da Série C em 2005 pelo Remo, sob o comando de Roberval Davino, é o mais novo reforço do Paissandu para o campeonato. Sua contratação foi anunciada nesta terça-feira. Ele deve chegar a Belém na próxima semana. O jogador é um antigo sonho do clube e, em 2006, chegou a ser trazido a Belém em determinada ocasião, mas acabou convencido pelos dirigentes remistas a tomar o rumo do Baenão. Clubes de Serginho: Botafogo, Vitória-BA, Bangu, Caxias-RS, Remo, Atlético-MG, Vasco, Ituano e Metropolitano-SC.

Brasil de Dunga vence último amistoso

A última partida oficial da seleção brasileira antes da convocação para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, a equipe não teve uma grande atuação no primeiro tempo diante da Irlanda, no Emirates Stadium, em Londres (Inglaterra), mas se recuperou na etapa final e derrotou o adversário por 2 a 0.
O primeiro gol da partida saiu no fim do primeiro tempo e foi contra, marcado pelo irlandês Andrews, que desviou para as redes após cruzamento de Robinho (em impedimento) pela direita. No segundo tempo, Robinho concluiu com categoria após triangulação com Kaká e Grafite e fez 2 a 0. Esta foi a sétima partida do Brasil no estádio do Arsenal na era Dunga, e o retrospecto é altamente favorável: são cinco vitórias, um empate e uma derrota. (Da ESPN)

Coldplay bate bola com corintianos

Parte da banda inglesa Coldplay visitou nesta terça-feira o CT do Corinthians, em S. Paulo, para conhecer Ronaldo Fenômeno. O guitarrista Jonny Buckland, o baixista Guy Berryman e o baterista Will Champion jogaram bola com Ronaldo, Edu, William e Paulo André por cerca de 10 minutos. Os jogadores do time paulista deram algumas dicas para os músicos ingleses, que demonstraram não ter tanto talento assim dentro de campo. Os artistas, que se apresentam no Morumbi nesta noite, para mais de 60 mil pessoas, não quiseram falar com a imprensa. Devido ao mau tempo, o vocalista Chris Martin não foi ao campo para não prejudicar a voz. Mesmo depois que Ronaldo deixou o campo, os músicos continuaram a brincar no gramado, debaixo de chuva. (G1)

Sai resultado parcial do Troféu Camisa 13

Saiu a seleção da primeira fase do campeonato, segundo os números parciais (41.122 votos) do Troféu Camisa 13, a mais tradicional premiação para os melhores do futebol paraense. A escolha, via cupom publicado no caderno Bola, é feita pelo próprio torcedor, daí ocorrerem sempre algumas omissões e injustiças com jogadores de times emergentes, de menor torcida (goleiro Labilá, zagueiro Roberto/Independente, volante Daniel/Águia, lateral Vítor Ferraz/Águia e Marituba/Ananindeua). Abaixo, os escolhidos pelos votantes do Troféu C-13:

Goleiro – Alexandre Fávaro (PSC)

Lateral direito – Levi (Remo)

Zagueiros – Vítor Hugo (PSC) e Raul (Remo)

Lateral esquerdo – Brida (PSC)

Volantes – Danilo (Remo) e Sandro (PSC, foto)

Meias – Gian e Vélber (Remo)

Atacantes – Moisés (PSC) e Marciano (Remo, foto)

Revelação – Moisés (PSC)

Craque – Sandro (PSC)

Técnico – Sinomar Naves (Remo)

Papão deve fechar mais duas contratações

A base finalmente terá nova chance no time do Paissandu – na hora do aperreio. Com a dispensa de todos os laterais importados e a não legalização do recém-contratado Álvaro (ex-Potiguar), Cláudio Allax surge como única alternativa para a lateral-direita. Caso Barbieri queira, pode também improvisar Zeziel, que já atuou por ali. Enquanto isso, comenta-se na Curuzu que o meia-armador Edson Pelé, que jogou apenas uma vez com a camisa do Paissandu, deve ser dispensado ainda hoje. Seu desligamento depende apenas de um laudo médico, comprovando problemas de saúde. E o Papão não pára de contratar. Devem chegar ao clube ainda nesta semana o lateral Patrick, que está no Itumbiara (GO), e o zagueiro Serginho (Ituano-SP), contratações que estão alinhavadas por colaboradores do clube.

Seleção faz último jogo antes da chamada final

A Seleção Brasileira entra em campo pela primeira vez em 2010, às 17h (horário de Brasília) desta terça-feira, contra a modestíssima Irlanda, em Londres, na Inglaterra. Será também a última apresentação antes da convocação final para a Copa do Mundo. Além de ser o teste final para os jogadores, o duelo é a chance de a equipe verde-amarela ser melhor atuando no país europeu do que em seu próprio território após o Mundial de 2006.

Sob o comando do técnico Dunga, o time disputou 52 partidas, sendo apenas 10 delas no Brasil e seis na Inglaterra. A alta quantidade de compromissos na terra da rainha – forçada por acordos comerciais firmados pela CBF – faz com que o local tenha se tornado a “casa” da Seleção. Por lá, foram 72,2% de aproveitamento (quatro vitórias, um empate e uma derrota), contra 73,3% em terras brasileiras (seis vitórias e quatro empates).
Assim, um triunfo diante dos irlandeses nesta terça fará com que a Seleção atinja 76,1% de aproveitamento dos pontos disputados.

Com os sete jogos que completará em território inglês nesta terça (cinco no Emirates Stadium, um em Wembley e outro no White Hart Lane), o Brasil terá jogado mais no país do Velho Continente do que até mesmo nos locais onde disputou competições, casos de Venezuela e África do Sul. (Com informações da ESPN)

Rock no topo do ranking da Billboard

Uma pesquisa feita pela revista “Billboard” revelou que o U2 foi a banda que mais lucrou no ano passado. De acordo com o ranking da publicação, o grupo irlandês arrecadou US$ 109 milhões em vendas de discos, turnê e royalties.

Na sequência, aparecem na lista Bruce Bruce Springsteen (US$ 57,6 milhões), Madonna (US$ 47,2 milhões), AC/DC (US$ 43,6 milhões) e Britney Spears (US$ 38,8 milhões).

Este é o quarto ano que a “Billboard” divulga o ranking. (Do Folhaonline)

Pensata: Tempos bicudos

Por José Inácio Werneck

George Bernard Shaw disse que a Inglaterra e os Estados Unidos são países separados pela mesma língua. Os costumes geraram expressões idiomáticas bastante diferentes, como acontece no português de Portugal e no do Brasil. Em matéria de esportes, há também grandes disparidades. Os americanos jogam o que eles chamam de futebol, mas que o resto do mundo conhece como Futebol Americano. Os ingleses jogam o que chamamos de futebol, mas que os americanos insistem em dizer que é soccer.

Seja o que for, o futebol é imensamente popular na Inglaterra, que tem em sua Premiership a Liga que os habitantes do país consideram a mais rica e importante do mundo. E o futebol (estou falando no nosso, o da bola redonda) é ainda apenas o quinto esporte em popularidade nos Estados Unidos, perdendo para o beisebol, o futebol americano, o basquete e o hóquei no gelo.

Financeiramente, a diferença é gigantesca, se bem que não totalmente favorável para os ingleses. Acontece que a orgulhosa Premiership anda com suas finanças abaladas e muitos observadores afirmam que não poderá se aguentar por muito tempo, se medidas drásticas não forem adotadas. Ao todo, os 20 clubes que compõem a Premiership devem um total de 5,3 bilhões de dólares, o que vem a ser uma dívida maior do que a de todos os mais de 700 outros clubes filiados à UEFA.

O maior devedor é o Chelsea, que deve um bilhão e 130 milhões de dólares a seu proprietário, o russo Roman Abramovich. O Manchester United deve 750 milhões de dólares a bancos. O Arsenal deve 305 milhões de dólares, embora no segundo semestre do ano passado tenha conseguido lucro em suas operações. A Major League Soccer, dos Estados Unidos, é muito mais modesta, se bem que agora esteja pela primeira vez ameaçada por uma greve de seus jogadores. Há um ou dois que ganham fortunas, como David Beckham (graças a contratos de publicidade). Mas um jogador considerado de nível médio nos Estados Unidos leva para casa apenas cem mil dólares por ano, em salários. E um terço dos jogadores não chega a ganhar 70 mil dólares anuais.

O pior é que, ao contrário do que se passa no resto do mundo e no resto dos outros esportes americanos, os jogadores da Major League Soccer não têm direito a passe livre (free agency) ao fim de seus contratos. Há ainda uma peculiaridade: os contratos pertencem, ao menos tecnicamente, à Major League Soccer, não aos clubes. Esta foi a maneira que os fundadores da Major League Soccer encontraram para manter um teto salarial de 2,3 milhões de dólares por clube, anualmente. Alguns dos times ainda operam no vermelho, mas a Liga vai iniciar em breve (se não houver greve) sua 15ª. temporada. Um clube novo se juntará este ano, o Philadelphia Union, e para 2011 teremos a estréia do Portland Timbers e do Vancouver Whitecaps.

Ao todo, deveremos ter no próximo ano 18 clubes. Já a Premiership está arriscada a descer para 19, pois o Portsmouth se encontra em regime de curadoria financeira (deve 119 milhões de dólares) e poderá ser liquidado. (Da ESPN)