Destaques do DIÁRIO de sábado, 13

* Dois policiais civis são mortos por bandidos

* Embargo: Empresário diz que indústria segue lista do Ibama

* Feirão da Caixa atrai milhares de interessados no primeiro dia

* Policiais frustram a fuga de 21 detentos

* Mulher que perdeu voo da Air France morre em acidente

* Mega Sena acumulada paga R$ 20 milhões neste sábado

* Ex-músico sofre de câncer raro

* Seleção: sul-africano é verde-amarelo

4 comentários em “Destaques do DIÁRIO de sábado, 13

  1. Dano a veículo de jornalista é tentativa de intimidação ao jornal O Estado do Tapajós

    O automóvel Siena dos diretores do jornal O Estado do Tapajós teve os parabrisas destruídos por dois elementos desconhecidos, na noite da última quinta-feira, quando o veículo se encontrava estacionado em frente à residência do jornalista Miguel Oliveira, no bairro do Santíssimo. Dois elementos apertaram o botão da campanhia da residência do jornalista, que é o editor-chefe do jornal.

    Ao serem atendidos, perguntaram se o jornalista se encontrava em casa. Um dos elementos chamou o morador para fora da garagem a fim de “lhe apresentar um amigo”. Após o morador não atender o convite e regressar ao interior da residência, os elementos danificarm os vidros traseiro e dianteiro do veículo.

    Vizinhos confirmam que após o dano, a dupla deixou o local em disparada para lados opostos. O vandalismo ocorreu meia hora após site do jornal publicar nota sobre o secretário de agricultura Osmando Figueiredo.

    Em nota publicada na Coluna do Estado, a direção do jornal considera o ato covarde e intimidatório e sustenta que a ação faz parte de uma tentativa de intimidação aos diretores do jornal que se mantém independente diante da administração municipal que está retornando ao poder.

    A direção de O Estado do Tapajós ressalta que, “se os mentores e executores desse atentado pensam que este jornal se deixará intimidar, estão muito enganados. Atos como esse só reforçam o sentimento de que O Estado do Tapajós precisa continuar prestando um relevante serviço à sociedade santarena, que é o da veiculação da boa informação”.

    A direção do jornal já registrou Boletim de Ocorrência na delegacia de polícia e o pedido de realização de perícia, o que já foi executada na manhã da última sexta-feira.

    Por fim, a nota sustenta que ” o jornal vai manter sua linha de independência, pois vai permanecer sempre ao lado dos interesses de seus leitores”.

    1. Caro Miguel,
      Daqui, desde já, minha solidariedade aos profissionais do Estado do Tapajós e informo que vou transformar seu comentário num post do blog agora mesmo, além de encaminhar nota para a coluna RD (do DIÁRIO) de domingo.

  2. Comprei ingresso par o jogo de amanhã e o material é vagabundérrimo: simplesmente o ingresso é de PAPEL, o que é inconcebível. Para que empresa de fora para algo que pode ser feito aqui. A qualidade do papel é tão ruim que facilita tremendamente falsificações, além da evasão de renda, que deve ser a tônica de amanhã. O futebol do Pará realmente só anda para trás.

    1. Muita gente está denunciando isso, Mauro. E os dirigentes do Paissandu deveriam tomar providências, porque há sempre o risco de falsificação. Os malandros estão cada vez mais modernos.

Deixe uma resposta para blogdogersonnogueira Cancelar resposta