Estádio de Ananindeua vai sair do papel

O prefeito de Ananindeua, Helder Barbalho, pediu ontem ao ministro do Esporte, Orlando Silva, a liberação dos recursos que vão financiar a construção do Estádio Olímpico Municipal de Ananindeua. A obra, orçada em R$ 41 milhões, ainda não foi iniciada porque a Caixa Econômica Federal, por razões burocráticas, ainda não liberou os recursos. O prefeito informou ao ministro que várias emendas da deputada Elcione Barbalho (PMDB-PA) aguardavam pela liberação. Juntas, essas emendas ao Orçamento Geral da União totalizam R$ 4,2 milhões e serão usadas para as obras da primeira etapa do estádio projetado para 21 mil lugares.

Um comentário em “Estádio de Ananindeua vai sair do papel

  1. estamos aguardando,anciosos para q esse projeto nao fique so no papel.e tambem gostaria que o paysandu fisesse o mesmo porque a curuzu nao e um estadio digno da sua torcida.merecemos um estadio moderno com capacidade no minimo 30.000 lugares obs.todos os lugares com cadeiras no estilo europeu.

Deixe uma resposta para marcio vale Cancelar resposta