Greenwald enquadra CEO da Forbes

FufdMko2

O jornalista Glenn Greenwald, editor do site The Intercept, que divulgou vazamento de gravações comprometedoras do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e do procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, usou o Twitter para rebater acusações de Antonio Camarotti, CEO e Publisher da BPP, editora que publica no Brasil a revista Forbes.

“’É cúmplice de um ato criminoso’: vc deve ser mais cuidadoso com sua linguagem. Ser o ‘CEO da Forbes’ não te dá o direito de difamar com falsas acusações de crimes. E se você não acredita em jornalismo, deve sair da profissão. E da próxima vez tenha a coragem de dizer o meu nome”, postou Greenwald.

Camarotti havia tuitado a seguinte mensagem: “Estou fora do Brasil e não consigo acompanhar o noticiário como gostaria, então fica a dúvida: já levaram o ‘jornalista/ativista’ para depor?! Ele é cúmplice de um ato criminoso e precisa explicar essa história. Rigor contra esses bandidos que acham que podem seguir impunes”.