Iraniano é denunciado após se passar por Messi e seduzir 23 mulheres

4j9hl737uefudghk5bxkidyz4

Reza Parastesh foi denunciado pelas autoridades após se passar pelo jogador argentino Lionel Messi para seduzir mulheres. De acordo com informações da imprensa estrangeira, o iraniano teria tido relações sexuais com 23 mulheres.

O episódio não é o primeiro em que o Messi iraniano se dá mal. Em 2017, o sósia  foi preso pela polícia local por pertubar a ordem pública devido ao alvoroço causado com as pessoas querendo tirar foto. Além de ser detido, seu veículo também foi confiscado pelas autoridades.

O estudante de 25 anos saiu do anonimato quando seu pai, apaixonado por futebol, pediu para o filho posar para uma foto com a camisa do Barcelona. As imagens foram enviadas para um site do Irã especializado em esportes e foi aí que tudo começou. “Enviei durante a tarde e no dia seguinte já me ligaram para dizer que eu tinha que ir para uma entrevista”, disse Reza em entrevista à AFP.

c1zustruus0znn4sm6yg36a30

O jovem já se acostumou com as brincadeiras e agora faz questão de usar o mesmo corte de cabelo e deixar a barba igual à do jogador. “As pessoas me veem como o Messi iraniano e querem que eu imite tudo o que ele faz. Quando saio para algum lugar, as pessoas se assustam. Estou muito feliz em vez que as pessoas ficam felizes. Isso me dá muita energia”, contou. (Do iG)

Remo suspende negociações com ER10

destaque-464228-eduardo1

Chegou ao fim a negociação entre a diretoria do Remo e o jogador Eduardo Ramos. Na tarde desta quarta-feira, o presidente Fábio Bentes se posicionou explicando que o surgimento de multa rescisória do atleta com o Cuiabá-MT inviabilizou a contratação.

Em vídeo disponibilizado nas redes sociais, Fábio disse que o clube tinha interesse em trazer Eduardo Ramos para a disputa da Série C, superando até um acréscimo financeiro à proposta inicial apresentada pelo jogador.

“Por volta de 12h, entrei em contato com o presidente do Cuiabá. Liguei e fui informado que o Remo teria que pagar a multa rescisória para contratar o Eduardo, sendo que é quase o valor da nossa folha salarial. No início do ano a vinda dele foi inviabilizada pelo mesmo valor e agora novamente. Depois de tudo, dou por encerradas as negociações”, disse o presidente no vídeo, fazendo questão de agradecer o interesse do atleta.

Aproveitou para pedir à torcida que incentive e apoie o time azulino para que consiga se classificar à próxima fase do Brasileiro.

Merkel rompe silêncio e lamenta “situação dramática” do Brasil

angela-merkel-afp-600x375

Do Terra:

A chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, disse ontem (26) ver com “grande preocupação” a situação no Brasil, a qual descreveu como “dramática” sob o governo do presidente Jair Bolsonaro nas questões ambientais e de direitos humanos. A declaração da chefe de governo alemã foi dada em sessão no Parlamento em Berlim, em resposta ao questionamento da deputada do Partido Verde Anja Hajduk.

A parlamentar colocou em questão se o governo alemão deveria seguir investindo nas negociações de livre-comércio entre União Europeia e Mercosul, no momento em que ambientalistas, cientistas e defensores dos direitos humanos denunciam uma deterioração nessas frentes no Brasil.

Para Merkel, porém, deixar o Brasil de fora de um acordo não mudará a política de Bolsonaro. “Eu não acho que não ir adiante com um acordo com o Mercosul vá fazer com que um hectare a menos de floresta seja derrubado no Brasil”, disse. “Pelo contrário”, insistiu.

Uma das financiadoras do Fundo da Amazônia, Merkel prometeu agir. “Eu vou fazer o que for possível, dentro das minhas forças, para que o que acontece no Brasil não aconteça mais, sem superestimar as possibilidades que tenho. Mas não buscar o acordo de livre-comércio, certamente, não é a resposta para essa questão”, completou.

Ecos do BolsoCoca

0b574c6a-fa71-464d-9071-1498e7c90636

“Bolsonaro deve estar fulo! 39 quilos? Ele vetou este exagero! Não pode um passageiro levar mais de dez quilos! Abusados!”. Roberto Requião

“De agora em diante, quando o avião PRESIDENCIAL, com os dizeres na fuselagem REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL pousar em qualquer aeroporto internacional, antes do desembarque a primeira visita será da polícia de costumes. Que belo cartão de visita!”. Adsum

8d433c33-797c-48ae-9d60-6bb6bb999405

“O governo nazifascista do Bolsonaro é um governo de narcotraficantes, de corruptos, de milicianos, de milicos já condenados por corrupção, de malucos evangélicos, de ex juiz criminoso e apoiado pela banda podre do judiciário fascista e desonesto! Agora digam que eu menti…”. Adriano Argolo

“Mas era avião presidencial ou de ‘carreira’?”. José de Abreu

94d4fda6-1a75-46b6-abca-e9c70d71f5e3

“As relações dos Bolsonaros com as milícias criminosas no Rio sempre foram muito próximas. Agora, foi a vez do tráfico de drogas, que bateu a porta do avião presidencial e entrou. E o destino do Brasil segue absolutamente sombrio nas mãos podres da família Bolsonaro”. Humberto Costa

“Voxê é moleque, voxê é ‘xafado’…”

tecnico-vanderlei-luxemburgo-comecara-os-trabalhos-no-vasco-somente-na-proxima-segunda-feira-13-1557444665610_v2_900x506

O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de parte dos salários do técnico Vanderlei Luxemburgo em virtude de ação movida por Marcelinho Carioca. O Vasco terá de depositar em juízo 15% do ordenado de Luxemburgo. Em 2016, Marcelinho venceu processo por dano moral contra Luxemburgo. Segundo a defesa de Marcelinho, a dívida de Luxemburgo nesta ação é de R$ 351 mil, incluindo correções, multas e honorários.

Na decisão sobre o bloqueio de parte do salário do treinador, a juíza Tonia Koroku informou que os depósitos em juízo deverão ser feitos pelo clube carioca até que o limite da dívida seja executada. O bloqueio de parte do salário de Luxemburgo atendeu a um pedido da defesa de Marcelinho Carioca. Em monitoramentos anteriores, a Justiça não havia encontrado bens e nem saldo bancário em nome de Luxemburgo. No início de junho, Luxemburgo assinou contrato com o Vasco.

O processo movido por Marcelinho se originou após bate boca com Luxemburgo no extinto programa Por Dentro da Bola, da Rede Bandeirantes, em janeiro de 2007. Luxemburgo chamou Marcelinho de “moleque e safado”. Em janeiro de 2009, Luxemburgo foi condenado em 1ª instância a pagar R$ 76 mil de indenização. Marcelinho venceu também em 2ª e 3ª instâncias. O processo foi transitado em julgado (sem direito a recursos) pelo STJ em maio de 2016.

Procurada pelo UOL Esporte, a advogada de Marcelinho, Cláudia Ferreira, não está no país. A reportagem entrou em contato com o escritório da advogada e aguarda posicionamento. Ao UOL Esporte, a assessoria de comunicação de Luxemburgo informou hoje que tomará conhecimento da decisão judicial para tomar providências.

Na ação judicial, Marcelinho acusou Luxemburgo de ofender sua honra e religião durante o programa esportivo da Bandeirantes. “Alega que o réu [Luxemburgo], ao ser perguntado pelo âncora do programa por que não gostava do autor [Marcelinho], respondeu: ‘Do Marcelinho Carioca eu não tenho o prazer de ser amigo dele, nem quero ser’, e depois disse: ‘Eu não te deixo falar porque você é safado. Você é safado. Eu te conheço como cidadão há muito tempo. Você não vale nada. Você é safado. Você é moleque. Você é moleque e você é safado. Eu posso falar pra você que eu tirei mulher do seu quarto. A tua religião foi a ponte para você se proteger até hoje. Eu falo isso na tua cara. Você é moleque e você é safado”, relatou a defesa de Marcelinho à Justiça.

Em outro trecho da ação, o jurídico de Marcelinho completou: “As palavras do réu [Luxemburgo] foram ofensivas à pessoa do autor [Marcelinho], que foi humilhado publicamente num programa televisivo de estreia, que estava sendo assistido por muitos amigos e colegas do autor”.

Na época, o jurídico de Luxemburgo alegou que houve defesa da honra, justificando que a reação intempestiva do treinador se deveu a uma suposta ofensa de Marcelinho pouco antes. Mas a Justiça, em 1ª instância, entendeu que Marcelinho não havia ofendido Luxemburgo anteriormente. As demais instâncias mantiveram a decisão.

Tara armamentista ou compromisso de campanha?

captura-de-tela-2019-01-02-as-15-10-19-600x430

Um novo decreto das armas , editado pelo presidente Jair Bolsonaro, foi publicado no Diário Oficial da União no início da madrugada desta quarta-feira. É a sétima edição da medida desde o início do atual governo. O novo texto revoga decreto publicado na terça-feira, mas mantém alguns pontos polêmicos que vêm sofrendo resistência do Congresso desde que o governo decidiu mudar as regras sobre porte e posse de armas no país. Continua existindo a brecha para compra de modelo de fuzil ao repetir a definição técnica sobre o que é uma arma de uso permitido. Antes do governo Bolsonaro, fuzil era arma de uso restrito das forças policiais.

Numa tentativa de amenizar as críticas, o novo decreto excluiu a relação de cerca de 20 categorias profissionais que teriam direito a ter porte de arma. Assim, caiu a permissão para que guardas de trânsito, caminhoneiros, advogados, políticos eleitos e até jornalistas que cobrem assuntos de segurança pudessem requerer um porte de arma.

O que se sabe sobre prisão de militar com 39 kg de cocaína em avião da Presidência

61fd4abd-0760-4db0-aa78-c3d555620e17

Um sargento da Força Aérea Brasileira (FAB) foi detido nesta terça-feira (25) sob a acusação de transportar 39 quilos de cocaína dentro do avião da equipe que dá suporte à comitiva do presidente Jair Bolsonaro. O sargento da FAB integrava a comitiva de 21 militares que partiu de Brasília com destino a Tóquio, no Japão, e fez escala no aeroporto de Sevilha, no sul da Espanha.

A detenção do militar brasileiro ocorreu durante um controle aduaneiro de rotina. O avião da FAB é um modelo Embraer 190, do Grupo Especial de Transporte da FAB.

Segundo a Guarda Civil, força da polícia espanhola responsável pelo controle aduaneiro, a droga estava dividida em 37 pacotes dentro da bagagem de mão do militar M. S. R., 38 anos, casado. Depois da detenção do sargento, os demais militares puderam seguir viagem ao Japão.

avioes-600x337

Fontes da Guarda Civil informaram à BBC News Brasil que o militar ficou detido na Guarda Civil de Sevilha antes de passar à disposição judicial na manhã desta quarta-feira. O brasileiro será acusado de tráfico de drogas, descrito no Código Penal espanhol como crime contra a saúde pública.

Segundo o jornal andaluz Diario Sur, investigadores acreditam que o destino final da cocaína fosse a Espanha.

(…)

ASSUNTO BOMBA NAS REDES

“A tal ‘guerra às drogas’ é tão ineficiente que não consegue pegar um traficante nem dentro de avião presidencial”. PSOL 50

“Traficante saiu de Brasília no avião reserva do Presidente, com 39Kg de cocaína. Até agora nenhuma palavra, nem os nomes dos envolvidos. Sabem por que? Porque trata-se dos negócios das milícias, ou seja, dos ‘amigos’ do Presidente. Estamos bem de Presidente, ein?”. Camarada Morpheus

“Depois do Helicoca, agora temos o escândalo do Aerococa. Os dois têm algo em comum: mostram que o narcotráfico de verdade não está nas favelas. O crime organizado tem raízes no Estado e no poder econômico. É fácil atacar o ‘aviãozinho’ e preservar os aviões e helicópteros…”. Guilherme Boulos

“Mais uma vez tô aqui procurando a palavra TRAFICANTE (no Google) e não encontro… Ele apenas transportava droga. Na comitiva oficial do Bozo. Em avião da FAB. Foi o hacker…”. Ricardo Garcia

“O traficante não tem nome nem patente. Mas usava o avião reserva da Presidência. 
Tanto cuidado não condiz com alguém que adora dizer que bandido bom é bandido morto”. Paulo RJ

Nota do blogueiro: Imagine se o milico traficante fosse preso no avião do Lula…