Leão busca solução para o ataque

jogadores-1

POR GERSON NOGUEIRA

O Remo segue pesquisando e buscando um centroavante no mercado. Esteve perto de trazer Daniel Magrão, mas a transação foi inviabilizada por problemas familiares do atleta. Outras opções eram Neto Baiano (Vitória) e Alexsandro (São Bento), mas as negociações não evoluíram.

O fato é que não há muita opção na praça. Os bons (ou mais ou menos) centroavantes estão empregados ou custam muito caro. Resta a alternativa dos jogadores da Série D, mas, pelo que se comenta no Baenão, o técnico Márcio Fernandes não aprova os nomes cogitados, como Márcio Diogo, do Moto Clube.

Por enquanto, mesmo com a baixa produção ofensiva – apenas sete gols em seis rodadas –, o treinador avalia que a forma de jogar está bem assimilada pelo elenco e isso contribui para minimizar o problema do ataque.

Com apenas dois homens de área, Emerson Carioca (titular) e Alex Sandro, o Remo depende cada vez mais da participação dos meias. Douglas Packer não tem tido a mesma eficiência de antes nos arremates a gol. Carlos Alberto, como citei aqui ontem, desponta como grande esperança para os chutes de média distância.

Pelo estilo rápido e habilidoso, além da facilidade para atuar pelas beiradas, contribui muito nas tentativas de pressão sobre as zagas adversárias. Garré, de características parecidas, é outro meia-atacante que pode cumprir funções essencialmente ofensivas.

À medida que o campeonato avança e as necessidades aparecem, Márcio Fernandes será levado também a repaginar o seu esquema, lançando mão de atacantes especialistas em correr pelos lados, como Danilo Bala, fazendo dupla com laterais mais avançados, como Vançan.

Talvez a situação que envolve a busca dos azulinos por um atacante se resolva até o prazo final de inscrição de novos jogadores, antes do returno da fase classificatória. Vai depender, obviamente, da campanha que o time cumprir até lá.

Afinal, caso consiga anotar nove pontos nas próximas três rodadas – Volta Redonda, São José (fora) e o Re-Pa –, o Remo chega a 21 pontos, ficando próximo da classificação, cuja faixa de corte é 27 pontos.

—————————————————————————————-

Sob a marca da suspeita

Muitos acreditam que Neymar é vítima. Um pobre menino rico seduzido e chantageado em Paris. Há, em escala mais ou menos igual, quem acredite que a história pode ser diferente e bem menos inocente do que faz crer o camisa 10 da Seleção.

Cortado do escrete na madrugada de ontem devido a lesão sofrida na pelada com o Catar, Neymar é açoitado também por desconfianças quanto ao baque no tornozelo. Ficou no ar uma cisma pela maneira como a conveniente contusão ocorreu.

No ano passado, na Copa do Mundo, as suspeitas eram de amplitude mundial quanto às faltas que Neymar teatralizava a cada lance mais ríspido.

Chega-se à conclusão, após esse rápido inventário, que o principal astro do futebol brasileiro é um homem que anda de braços dados com a suspeita.

—————————————————————————————–

Novos tempos, velhas mordomias

A Fifa de Gianni Infantino é uma instituição riquíssima. Alardeia ter erradicado a corrupção interna que manchou sua imagem ao cabo da era Joseph Blatter. Com mandato renovado no congresso realizado nesta semana em Paris, o novo presidente não economizou superlativos para avaliar sua gestão.

Os velhos esquemas teriam sido banidos a partir de um controle rigoroso nas transferências de dinheiro, garante Infantino, que torrou uma fortuna na festa parisiense. Tomando por base a gastança de 2017, que saiu por 14,8 milhões, e a do ano passado, em Moscou, cotada em 11 milhões de dólares, imagina-se que o congresso deste ano não saiu por menos de 15 milhões.

Apesar do evidente esforço para recuperar credibilidade, o que inclui a troca de conselheiros e a demissão de vários funcionários, a Fifa não consegue se desgrudar do gosto pelo luxo e a suntuosidade. A riqueza acumulada – calculada em 2,7 bilhões de dólares – talvez explique esse pendor pela gastança.

Comparativamente, porém, a entidade escorrega na hora de premiar e valorizar o Mundial Feminino, que começa neste fim de semana na França. Ao contrário da generosidade em patrocinar viagens e hospedagens da cartolagem mundial, a Fifa vai gastar pouco mais de 30 milhões de dólares, com premiação de 4 milhões para a seleção campeã.

—————————————————————————————-

Lomba: a coluna embaralhou as fotos

Na edição de ontem, uma lamentável lomba com a troca da foto do armador Carlos Alberto pela do volante Yuri, do Remo. A coluna pede sinceras desculpas aos atletas e aos bravos leitores de sempre.

(Coluna publicada no Bola desta sexta-feira, 07)

Globo “queima” Mauro Naves em rede nacional

mauro-naves-afastamento-da-rede-globo-contato-caso-neymar-990x509

Por Anderson Scardoelli, no Comunique-se

Mauro Naves está afastado de suas atividades como funcionário da Rede Globo de Televisão. O experiente jornalista, com décadas de trabalhos na cobertura da seleção brasileira de futebol, foi punido pela emissora por causa de uma atitude relacionada ao caso em que o atacante Neymar Jr. é acusado de estupro e agressão. O cronista repassou o contato do pai do atleta para o advogado que defendia a mulher responsável pela denúncia. O afastamento do comunicador foi anunciado ao vivo, por meio de nota oficial da emissora, que foi lida pelo âncora William Bonner, do ‘Jornal Nacional’.

“Mauro Naves é um profissional excelente, com grandes contribuições ao jornalismo esportivo da Globo. Mas há evidências de que as atitudes dele neste caso contrariaram a expectativa da empresa sobre a conduta de seus jornalistas. Em comum acordo, o repórter Mauro Naves deixará a cobertura de esportes da Globo até que os fatos sejam devidamente esclarecidos”, afirmou Bonner durante o ‘JN’, conforme reforça o G1. O apresentador, contudo, não explicou exatamente em quais pontos o agora repórter afastado contrariou a conduta esperada pelo conglomerado de mídia — e se outros profissionais poderão ser punidos por passar contatos a colegas e demais profissionais, algo comum na atividade jornalística.

A nota lida por Bonner em plena edição desta quarta-feira, 5, do ‘Jornal Nacional’ dá ao jornalista status de alguém suspeito de cometer alguma irregularidade, tanto que pontuou-se que ele precisou se explicar “em sua defesa”. “Mauro Naves explicou que se limitou a repassar os contatos do pai de Neymar ao advogado, a quem já conhecia, porque esperava obter a história com exclusividade. E que, quando o assunto se tornou público, avaliou que sua participação não teria relevância”, disse o âncora do telejornal noturno. No site do noticiário, a Rede Globo faz questão de enfatizar: o afastamento é “por causa do caso Neymar”.

O advogado em questão é José Edgar Cunha Bueno. Ele, que já deixou de atuar na defesa da mulher que acusa o atacante de estupro, é alvo do pai e empresário de Neymar. Neymar Santos afirma que o advogado tentou extorqui-lo durante reunião. O encontro entre os dois aconteceu na última semana, em São Paulo, antes do caso se tornar público. Nesta semana, o empresário divulgou que José Edgar só chegou até ele devido ao contato que foi simplesmente repassado por Mauro Naves.

Até segunda ordem, Mauro Naves segue como contratado do departamento de esportes da Rede Globo. Mesmo sob essa condição, o jornalista não teve a oportunidade de aparecer na tela da edição desta quarta-feira, 5, do ‘Jornal Nacional’ — “sua defesa” foi apenas lida em resumo feito pela emissora. O mesmo não ocorreu com agentes ligados à defesa de Neymar Jr.. Uma única reportagem do ‘JN’ de hoje, com pouco mais de dois minutos de duração, deu espaço a duas figuras vinculadas ao atleta. Primeiramente, a advogada Maíra Fernandes garantiu que seu cliente quer depor e, assim, ajudar nas investigações. Ela disse ter certeza de que “provará a inocência” do jogador. Logo depois, apareceu a imagem de Neymar Santos, o pai. Segundo o material que foi ao ar, ele teria dito que o filho foi vítima de uma armadilha.

OUTRO AFASTAMENTO

Mauro Naves não é o primeiro jornalista a ser alvo de afastamento no esporte da Rede Globo nesta semana. No domingo, 2, o ‘Esporte Espetacular’ levou ao ar entrevista de Ana Helena Goebel com o volante Gustavo Cuéllar, do Flamengo. A pauta destacou a possibilidade de o jogador, convocado para representar a seleção da Colômbia na Copa América, não atuar mais pelo rubro-negro carioca. Na matéria, ele chega a falar de seu sonho em jogar na Europa. Caso uma negociação seja concretizada, para a Europa ou qualquer outro mercado do futebol, certamente a empresa Forza Carreira Esportiva, que representa o atleta, receberá algum valor a título de comissão. A Forza Carreira Esportiva é de propriedade de Gianfranco Petruzziello. Gianfranco Petruzziello é marido de Ana Helena Goebel.

cuellar-ana-helena-goebel-afastamento-rede-globo-neymar-mauro-naves

A situação envolvendo a repórter, Cuéllar e o empresário do jogador foi analisada pelo site Cronista Esportivo, em texto assinado pelo jornalista Tiago Cordeiro. No início da noite desta quarta, poucas horas antes de Mauro Naves ser afastado, Maurício Stycer usou o seu blog no UOL para informar que, diante do caso, Ana Helena Goebel foi afastada dos trabalhos relacionados à Copa América, torneio que será realizado no Brasil a partir de 14 de junho.

“A repórter Ana Helena Goebel deixará a cobertura da Copa América até que tudo seja esclarecido”, afirma a equipe da Rede Globo, emissora que passa a contar em seus quadros de funcionários com dois repórteres esportivos afastados.

Netflix divulga trailer de “Democracia em Vertigem” e deixa internet em alvoroço

netflix-divulga-trailer-de-democracia-em-vertigem-e-deixa-a-internet-em-alvoroco

O gigante do streaming de filmes e séries Netflixanunciou o lançamento do documentário Democracia em Vertigem, da cineasta brasileira Petra Costa, no próximo dia 19. O longa retrata como o sistema político brasileiro entrou em colapso após o impeachment de Dilma Rousseff (PT), em 2016, culminando, no ano passado, na eleição de um governo de extrema-direita com Jair Bolsonaro (PSL).

Após sua estreia no Festival de Sundance (leia cardápio do site do festival, em inglês), nos Estados Unidos, o jornal The New York Times teceu elogios sobre o longa.

Um documentário absolutamente vital (…) Petra usa seu filme para explicar a história complicada do Brasil e avisar que mesmo uma democracia aparentemente estável e próspera pode cair no caos em instantes”, disse o crítico Noel Murray. Já a revista Variety posicionou a cineasta em uma lista de “10 documentaristas para assistir em 2019”.

A crítica mais chocante veio do portal também norte-americano Indie Wire: “Uma visão assustadoramente pessoal sobre o início de uma ditadura de extrema-direita”.

Petra Costa aproveitou o envolvimento de sua família com setores políticos para aprofundar as relações de poder em sua obra. O acesso a este mundo garante uma visão pessoal para explorar a crise política instalada no país.

O tom pessoal aparece já no trailer divulgado hoje. “Eu e a democracia brasileira temos quase a mesma idade. Eu achava que nos nossos 30 e poucos anos, estaríamos pisando em terra firme. Eu tinha 19 anos quando o Lula foi eleito. Me lembro da euforia. Parecia um grande passo para a nossa democracia. Milhões de pessoas saíram da pobreza, a taxa de desemprego atingiu o menor índice da história e o Brasil emerge como um dos protagonistas no cenário mundial”, afirma a cineasta.

Entretanto, algo mudou neste caminho. “Todos nós seremos julgados pela história”, afirma a primeira presidenta da história do Brasil, Dilma Rousseff. Petra segue: “Algo no nosso tecido social começa a mudar. O país se divide e esse muro dá lugar a um abismo”. (Da RBA)

I Mostra Chibé destaca cinema e história de Belém

arte da I Mostra de Cinema CHIBÉ

No próximo sábado, 8, no Centro de Cultura e Turismo Sesc Ver-o-Peso acontecerá das 09h às 17h a I Mostra Chibé “Cinema e História de Belém” que nasceu da parceria entre o Núcleo de Arte e Cultura da Universidade do Estado do Pará (NAC – Uepa) com discentes integrantes do Centro Acadêmico de História (Cahis) e contará com uma programação diversificada com exibições cinematográficas e mesa de debate sobre temáticas que envolvem a produção audiovisual amazônica.

A I Mostra Chibé nasce da parceria entre Núcleo de Arte e Cultura da Universidade do Estado do Pará (NAC – Uepa) e discentes da mesma Universidade, em especial os integrantes do Centro Acadêmico de História (Cahis). O nome provém de um jogo linguístico fazendo menção a tríade: Cinema, História e Belém. Os três focos centrais que nortearam a elaboração de todo o evento. Dessa maneira, transversalizando temas presentes nas vivências e nas produções regionais.

A I Mostra Chibé tem por objetivo dar luz as produções audiovisuais feitas na Amazônia, que fazem ressaltar a pluralidade cultural amazônica, sela ela de caráter mítico, crítico, político ou social que permeiam territórios amazônicos.

Dessa forma, a 1a edição pretende ressaltar a Amazônia da diversidade, repleta de temas e produções audiovisuais elaboradas na região, uma vez que existe a desvalorização marcante de profissionais na área no cenário local e incentivar para que outras produções mais sejam feitas de modo a reverberar ainda mais os olhares e vozes diversas no contexto amazônico.

PROGRAMAÇÃO

9h – Mesa de abertura: Por trás das câmeras: desafios da produção audiovisual na Amazônia

– Besta Pop

-PRETAS

-Nayara Jinkinss

-Raphael Castro

11h – Exibições audiovisuais

-PRETAS – episódio 1: Abigail

-Trailer – A Besta Pop

-Socorro de Burajuba: ameaça de morte, sofrimento e resistência há um ano do crime da Hydro

14h – Exibições

-PRETAS – episódio 6: Antônia

-PRETAS – episódio 7: Antônia

(as exibições ficarão em aberto até o final do prazo para o envio das submissões das produções audiovisuais e, posteriormente, divididas em temáticas que suscitarão debates acerca da mesma).

17h – Mesa de Encerramento: História e Cinema: motivações e próximas edições da Mostra Chibé

– Organização técnica do evento

18h – Cultural (a definir em parceria com o NAC)

-Conjunto de Carimbó Caruana

——————————————————————————————

Serviço

Centro de Cultura e Turismo Sesc Ver-o-Peso

Data: 08/06. Horário: 09h. Entrada Gratuita

Produção executiva: 98262-9660/98454-2678 (Tayna); Núcleo de Arte e Cultura: 99192-1856 (Danilo)

O passado é uma parada

Um dos mais vitoriosos times montados pelo técnico Joubert Meira no Remo. O técnico, que está prestes a completar 84 anos, foi homenageado pelo clube na última segunda-feira, com entrega de camisa e placa especial em reconhecimento pelos serviços prestados ao Leão Azul.

62118539_2397223770298339_3691387866786562048_n

Na foto, o poster do esquadrão campeão paraense de 1977, na revista Manchete Esportiva. De pé: o técnico Joubert Meira (à esquerda), Dutra, Marajó, Luiz Florêncio, Aderson, Romulo, Mareco, Marinho, Bira, China, Mesquita, Marco Antonio (médico).
Sentados: o diretor de Futebol Ronaldo Passarinho, Wilfredo, Leônidas, Mancha, Evandro, Mego, Luizinho e Dico.

(Foto publicada no blog campeão em post do dia 17 de janeiro de 2018) 

Trivial variado de um país desgovernado

D8TUkGZXYAE9rUe

“Bozo faz 5 meses de governo engana trouxa. Diz que vai acabar o horário de verão, aumentou de 21 pra 40 os pontos que levam à suspensão da CNH, aumentou pra 10 anos a obrigatoriedade de renovação da CNH, quer tirar os radares e lombadas das BRs, quer acabar com a tomada de 3 pinos…”. Gilvan Freitas

“Tudo que este governo faz representa um retrocesso civilizatório sem precedentes na história do Brasil. A suposta “nova era” preconizada pelos atuais governantes, terá o mesmo destino de tantas outras experiência similares: o lixo da História. E ainda vamos pagar caro por isso”. Gerd Wenzel

“Em sua entrevista a Roberto Cabrini, a modelo que acusa Neymar de estupro se mostra… bem crível. A sinceridade dela ao dizer que seu intuito era transar com Neymar vai chocar a machaiada que vê mulher sexualmente ativa com reprovação, claro, mas só aumenta sua credibilidade”. Pablo Villaça

“Verdade que a Luciana Gimenez disse que o Neymar caiu em uma armadilha? Se ela está dizendo… Quem sou eu para contrariar…”. Tiago Estéfano

“Após compromissos nacionalistas, a elite das força armadas parece se acomodar com a perda da Embraer, da base de Alcântara e do monopólio do urânio.Adesão à tese do realismo periférico, que inibe o Brasil de protagonismo internacional, leva à submissão extrema aos Estados Unidos”. Márcio Pochmann

“Curioso. Globo, Estadão, Veja e Folha são apontados por Bolsonaro como inimigos. Mas todos defendem a reforma da Previdência, por achar que é melhor para o Brasil. Já aliados como Ratinho cobram caro para defender a reforma”. Gilberto Dimenstein

Hazard deve ser anunciado hoje pelo Real

hazard-comemora-apos-marcar-pelo-chelsea-sobre-o-tottenham-1548362548868_v2_900x506

Diversos veículos de comunicação da Europa noticiam que o Real Madrid chegou a um acordo com o Chelsea e deve anunciar ainda hoje a contratação do meio-campista belga Eden Hazard. O jornal espanhol “AS” e a emissora britânica “Sky Sports” coincidem no valor acertado entre os clubes: 100 milhões de euros (o equivalente a R$ 430 milhões). Porém, cláusulas variáveis de bônus por metas alcançadas podem elevar o valor final da transação.

Hazard é um desejo antigo do Real Madrid. O contrato do belga com o Chelsea teria mais um ano de validade, mas o meio-campista belga já manifestou vontade de trocar de clube. Na final da última edição da Liga Europa, onde o Chelsea conquistou o título com uma goleada em cima do Arsenal por 4 a 1, Hazard já havia sinalizado a saída, mas não afirmou qual clube seria o seu destino.

Caso a transferência seja confirmada, Hazard será a quarta contratação do Real Madrid para a temporada. O clube já contratou os brasileiros Eder Militão e Rodrygo e o atacante sérvio Luka Jovic.

CBF antecipa data do jogo S. José x Remo

remo2x0atletico-ac-11

A CBF confirmou ontem mudança na programação do jogo São José x Remo. O confronto, previsto para sábado (15 de junho), às 16h, foi antecipado para quinta-feira, dia 13, às 20h, no estádio Passo D’Areia, em Porto Alegre (RS).

A justificativa da CBF para a antecipação da partida, válida pela 8ª rodada da Série C, é para atender um ajuste na grade de programação do DAZN, serviço de streaming que transmite jogos da competição.