Natação do Leão conquista campeonato paraense em piscina curta

natacao-1

O Remo conquistou, no último domingo (23), o Campeonato Paraense de Natação em piscina curta. A competição aconteceu no parque aquático da sede social azulina, em Nazaré. Os nadadores azulinos somaram 4.592 pontos, nas diversas categorias (do infantil ao sênior), tanto no masculino como no feminino.

Em segundo lugar, ficou a Tuna. A Associação Ronaldo Costa terminou em em terceiro. Ao todo, o Leão utilizou 65 nadadores e conquistou 204 medalhas, sendo 138 de ouro, 1 de prata e 65 bronzes.

Trivial variado do cenário da covardia suprema

“De todas as questões que não se respondem nesse momento delicado da crise brasileira, a que mais incomoda Jair Bolsonaro é: onde está Fabrício Queiroz?”. Sâmia Bonfim

“Carmem Lúcia mantém quem a indicou preso injustamente. O mal que esta mulher já causou ao Brasil não tem precedentes. Foi ela que manteve Aécio solto, foi ela que manipulou a agenda para não votarem a prisão em segunda instância, foi dela o aval para o crime das eleições de 2016”. Fernando Horta

“Se fosse um deputado ou um senador (no lugar de Moro), ele já estava cassado, preso e nem precisava provar se tinha hacker ou não”. Davi Alcolumbre

64873145_2174991382600103_4433541589716959232_n

“Dica para jovens repórteres: quando um presidente tosco diz que está ‘99% certo OU MAIS’ e em seguida o dono do evento (F-1) o desmente, não esqueçam de publicar o desmentido. Aliás, a notícia é o desmentido, não os 99%. Nem vou cobrar pela dica”. Flavio Gomes

“Você vai se arrepender muito em ter desejado que o divulgasse os áudios que temos”. Glenn Greenwald (respondendo a uma deputada do PSL na audiência na Câmara)

“Triste ver uma suprema corte baixando a cabeça para um cabo e um soldado mesmo com todos os indícios contra o Moro”. Biazita Gomes

“Estou esperando o general Heleno dar murro na mesa e pedir prisão perpétua para o militar pego com drogas num avião da FAB”. Jota Camelo

Militar da Aeronáutica é preso por traficar drogas em avião da FAB

aviao-fab-e1555066608883

O Ministério da Defesa divulgou uma nota oficial nesta terça-feira (25) informando que um militar da Aeronáutica foi detido no aeroporto de Sevilha, na Espanha, por suspeita de envolvimento em “transporte de substância entorpecente”.

Segundo a nota, os fatos ainda estão sendo apurados e foi aberto Inquérito Policial Militar (IPM). O suspeito não foi identificado e tanto o Ministério quanto a Aeronáutica “darão prioridade para elucidação do caso”.

Em abril, um militar perdeu posto após ser condenado por tráfico internacional de cocaína em avião da FAB.

Confira a nota na íntegra:

Brasília, 25/06/2019 – O Ministério da Defesa informa que, nesta terça-feira (25), foi detido no aeroporto de Sevilha, Espanha, um militar da Aeronáutica por suspeita de envolvimento no transporte de substância entorpecente. Os fatos estão sendo apurados e foi determinada a instauração do Inquérito Policial Militar (IPM).

O Ministério da Defesa e o Comando da Aeronáutica repudiam atos dessa natureza e darão prioridade para elucidação do caso, aplicação dos regulamentos cabíveis, bem como colaboram com as autoridades.

De um interlocutor direto da Presidência que acompanha o entrevero. A prisão do militar da Aeronáutica na Espanha (leia mais em Drogas em avião da FAB), com drogas em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) é um duro golpe nos planos do governo de melhorar a imagem de Jair Bolsonaro.

Embora o militar não tenha ligação com a comitiva de Bolsonaro que vai ao Japão nesta semana, o episódio fornece munição para os críticos acusarem o governo de coisas ainda piores que as críticas já proferidas na área de costumes.

Leão teve o maior público do Re-Pa

show_1

O Remo teve público superior ao do PSC no clássico de domingo (23) no estádio Jornalista Edgar Proença. No borderô referente a cada lado das arquibancadas do estádio, o lado A (onde fica a torcida azulina) apresentou público pagante de 14.820 torcedores, com renda de R$ 465.285,00, contra 9.040 pagantes que ocuparam o lado B (onde fica a torcida alviceleste) com renda de R$ 278.135,00. A diferença entre os dois lados foi de 5.780 torcedores.

Descontado o valor das despesas (R$ 134.595,74), o Remo teve um saldo líquido de R$ 330.689,26. O número de credenciados foi de 2.650, totalizando 17.470 espectadores no lado A do estádio.

O Paissandu teve despesas de R$ 72.671,47 e lucro líquido de R$ 205.463,53. O lado bicolor das arquibancadas teve 700 credenciados, com um total de 9.740 espectadores.

A renda totalizada do Re-Pa foi de R$ 743.420,00. Tirando as despesas (R$ 207.267,21), o valor líquido ficou em R$ 536.152, 79, com 23.860 pagantes e 3.350 credenciados. Público total no Mangueirão: 27.210. (Com informações de Magno Fernandes) 

Papão ganha chance do recomeço

D9rXHpSXsAAbE_Q

POR GERSON NOGUEIRA

De um momento para outro, o mundo parece ter girado em sentido contrário e a Série C deixou de ser para os bicolores o martírio que se desenhava, com alguns até receando o rebaixamento. Tudo por conta da vitória no Re-Pa de domingo, que representa uma virada de página na competição até por significar exatamente a encruzilhada da fase classificatória.

Até a perspectiva mudou em relação aos jogos recentes do PSC. Se estava há seis rodadas sem vencer na competição, o triunfo sobre o Remo oferece uma nova realidade: o time passa a ostentar uma invencibilidade de quatro jogos.

Muito da mudança de postura e de astral deve-se, sem dúvida, à presença de Hélio dos Anjos, um veterano da profissão, famoso pelo perfil linha-dura e as entrevistas pontuadas por frases de efeito.

Ao superar o Remo no clássico, com formação inteiramente diferente do que o PSC já havia mostrado no campeonato, Hélio demonstrou arrojo e ousadia. Investiu num plano de jogo que não incluía um atacante de referência, optando por Tiago Luís como falso centroavante. Uma escolha improvável e que surpreendeu os azulinos.

A conquista dos três pontos alavancou a campanha bicolor, com a volta ao G4 e a aproximação com os times que estão no topo da classificação. Mais que isso: devolveu otimismo num momento crucial da Série C.

Ao dizer que o campeonato estava começando para o Papão, Hélio tocou no ponto mais relevante para o time. Dentro da zona de classificação, o PSC tem a partir de agora nove jogos para se consolidar e afastar de vez o fantasma da instabilidade. É a grande chance de recomeçar, que nem sempre sorri para todos.

Jogadores que não tinham ainda mostrado qualidades e nem passado confiança, como Tiago Primão e Uchoa, tiveram no Re-Pa uma espécie de batismo de fogo, passando com louvor. Primão, por sinal, vive o chamado trajeto da recuperação de imagem, apoiado com entusiasmo por Hélio dos Anjos, que destacou sua atuação no Re-Pa.

Na sexta-feira, contra o Ypiranga, na Curuzu, o Papão terá a oportunidade de mostrar que de fato a tempestade já ficou para trás.

A conferir.

————————————————————————————

Futebol feminino precisa renovar para crescer

Marta deu uma entrevista interessante, logo depois da derrota para a França, no domingo, observando a necessidade de focar na renovação para manter de pé o futebol feminino. O entusiasmo criado em torno da seleção neste Mundial serve de alento e pode ser o ponto de partida para mudanças na política adotada pela CBF em relação à modalidade feminina.

Preconceito, discriminação e má vontade da cartolagem são, mais ou menos nessa ordem, os maiores entraves para que o futebol das mulheres finalmente decole no país que sempre idolatrou o nobre esporte bretão.

É claro que será necessário um grande esforço para que o futebol feminino ganhe no Brasil o espaço já conquistado em países europeus e nos Estados Unidos. Patrocínios só irão surgir quando os clubes se dedicarem aos campeonatos, cativando a torcida e atraindo o interesse da mídia.

Além da passagem digna pelos campos franceses, a seleção de Marta deixou no ar a lição – através da própria camisa 10 do escrete – de que o caminho é não mais depender apenas da própria Marta. É preciso, acima de tudo, multiplicar a quantidade de garotas que saibam jogar bola, a começar pelas escolas e clubes.

—————————————————————————————

ER volta a ser cogitado para reforçar o Leão

No programa “A Turma do Bate-Papo” da Rádio Clube, ontem à noite, o presidente do Remo, Fábio Bentes, admitiu que o clube tem interesse em Eduardo Ramos. Pelos sinais emitidos, o meia também está a fim de voltar ao Evandro Almeida, após grande passagem pelo Cuiabá.

Tudo vai depender da liberação pelo clube mato-grossense e o valor da proposta que ER fará ao Remo. O técnico Márcio Fernandes, consultado sobre o jogador, deu sua aprovação.

————————————————————————————–

Medalha de ouro para carateca paraense

João Lima, carateca paraense apoiado pelo programa Bolsa Talento da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel) ganhou a medalha de ouro no Circuito Open Nacional CBK, disputado em Minas Gerais, no último fim de semana. João conquistou ouro no kumitê, categoria Sênior (-84 kg). Com o resultado, João soma pontos para o ranking da modalidade.

Depois de começar aos seis anos na Academia Machida, João passou a se dedicar à modalidade e hoje é um colecionador de medalhas. Tem presença assegurada na final do Campeonato Brasileiro, pois foi campeão na 2ª etapa classificatória, realizada em Manaus.

(Coluna publicada no Bola desta terça-feira, 25)

Record afasta Paulo Henrique Amorim por críticas ao governo

O jornalista Paulo Henrique Amorim ficará afastado após 14 anos ininterruptos no programa Domingo Espetacular, da TV Record. Editor do blog de esquerda Conversa Afiada, PHA vinha sendo motivo de pressão bolsonarista contra a emissora, que é apoiadora do governo, por suas críticas ao presidente e, mais recentemente, ao ministro da Justiça, Sérgio Moro.

7f4O8My4

Segundo o colunista Daniel Castro, do Notícias da TV, “a Record convocou o apresentador para uma reunião na tarde desta segunda-feira (24) e lhe comunicou que ele está fora do programa. Amorim, que tem contrato até 2021, não será demitido.

A Record confirmou a informação e disse que Amorim, com “sua experiência e talento”, poderá ser alocado em novos projetos da diretoria de Criação de Jornalismo.