Fogão cai fora da Sul-Americana

botafogo-sulamericana-reuters-tv-20091104

A torcida do Botafogo compareceu em bom número ao estádio do Engenhão na noite desta quarta-feira (4) para tentar levar sua equipe às semifinais da Copa Sul-Americana. Mas, o sonho alvinegro se transformou em frustração com a derrota por 3 a 1 diante do Cerro Porteño, do Paraguai. O Bota, que havia perdido em Assunção por 2 a 1, desperdiçou muitas chances de gol e acabou surpreendido pelo Cerro, que soube aproveitar as oportunidades que apareceram para garantir a sua vitória. Depois de empatar a partida na metade do segundo tempo, teve um jogador expulso (Alessandro) e perdeu André Lima, por contusão. Com 9 em campo, levou 2 gols em contra-ataques e não teve como reagir.

Sobre o sonho de venda do Baenão

Baluarte da coluna e do blog revela que uma pré-proposta de venda do estádio Evandro Almeida foi apresentada pela diretoria do Remo a representantes do prefeito de Belém, Duciomar Costa. Preço: R$ 40 milhões. Depois de duas semanas analisando os números, os homens de Dudu declinaram da ideia. Diante disso, assessores de Amaro Klautau correm atrás de um acordo com forte grupo lojista local. O preço já teria baixado para R$ 35 milhões, sem sensibilizar a empresa. A prioridade no clube é fechar a transação até janeiro de 2010.

PEC do Diploma: votação será no dia 11

Do Boletim da Fenaj

O Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) encerrou a discussão nesta quarta-feira (4), da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 386/09, que restitui a exigência do diploma para o exercício profissional do Jornalismo. A comissão decidiu que o parecer vai a voto na próxima quarta-feira (11). Fazendo papel de advogado das empresas de comunicação, o deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA) tentou impedir a evolução da tramitação da matéria. Foi derrotado e conseguiu apenas protelar a votação.

Aleluia tentou três manobras regimentais. Na primeira, buscou adiar a votação por “até 10 sessões” – o que, na prática, sepultaria a PEC. Perdeu por 29 votos a 10. Depois trabalhou para adiar a discussão e, por fim, tentou fazer com que a votação da matéria fosse nominal, o que exigiria a verificação de quorum na reunião da CCJC. Também perdeu, mas a votação acabou sendo adiada em função de que a reunião se estendeu até parte da tarde.

Durante a reunião, o relator da PEC, deputado Maurício Rands (PT-PE), deixou claro que a proposta assegura a previsão constitucional de liberdade de expressão, pois em seu parágrafo primeiro prevê que nenhuma lei poderá conter dispositivo que possa configurar embaraço à plena liberdade de informação jornalística.

selo_interna3

Para Rands, a decisão do STF foi errada e “não há incompatibilidade qualquer entre liberdade de expressão e a exigência do diploma”. E sustentou que, com a compatibilização entre o parágrafo primeiro da PEC e o artigo 220 da Constituição, haverá a harmonia entre o direito de liberdade de informação e o direito de exercício da profissão.

A declaração foi rebatida por José Carlos Aleluia. Para ele, não se pode mudar a interpretação que o Supremo dá à Constituição. “Vou impedir que a proposta progrida. Ou que progrida lentamente. Vou colocar pedras no caminho na frente dessa bobagem legislativa”, afirmou. Na mesma linha, o deputado Zenaldo Coutinho (PSDB/PA) defendeu no plenário voto em separado contrário à PEC.

Para o autor da emenda constitucional, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), as manobras só serviram para mostrar a inclinação dos integrantes da comissão à aprovação da proposta. “Todas as tentativas de impedir que a votação ocorresse foram rejeitadas por ampla maioria, mostrando com isso uma tendência favorável à PEC”, explicou.

Botafogo quer contratar Maurren

O Botafogo está tentando a contratação da campeã olímpica do salto em distância Maurren Maggi, como confirmou nesta quarta-feira o presidente do clube, Maurício Assumpção, à Agência Estado. Mas o acerto definitivo com a saltadora só acontecerá se o clube atrair o interesse de empresas dispostas a arcar com os R$ 70 mil mensais necessários para manter Maurren e toda a sua equipe, entre treinadores, fisioterapeutas e outros saltadores. “O Botafogo não tem condições de pagar esse valor. Por isso, estamos elaborando um projeto para apresentar a empresas interessadas”, contou Miguel Ângelo da Luz, coordenador de esportes olímpicos do clube carioca.

Os problemas de um campeão

O São Raimundo, campeão da Série D, começa a se defrontar com os problemas gerados pela valorização de seus jogadores. Os mais visados são Michel, artilheiro da competição, que estaria apalavrado com o Clube do Remo. Outro que deve deixar o Pantera nos próximos dias é o meia-atacante Rafael Oliveira, que teria proposta para retornar ao Paissandu, clube onde foi revelado.

Atriz vence processo contra tablóide inglês

09259205

A atriz britânica Kate Winslet será indenizada em 25 mil libras (cerca de R$ 71,6 mil) pelo jornal “Daily Mail”, que no ano passado publicou uma notícia em que a acusava de mentir sobre o que fazia para manter a forma. A advogada da atriz, Rachel Atkins, e os representantes do jornal, propriedade do grupo Associated Newspapers, chegaram ao acordo em uma audiência de conciliação realizada hoje em Londres. O processo havia sido aberto por Winslet em maio de 2008. (Do Folhaonline)

Um careta que questiona a boa forma dessa deusa precisa, além de ser processado, ir em cana. A Justiça precisa ser mais dura com esse tipo de insulto.

Coluna: Novas (e velhas) apostas remistas

Nem bem a gente se recompõe das alegrias proporcionadas pelo São Raimundo, eis que a cartolagem de Belém dá um jeito de estragar a festa. Em delírios típicos de clubes há muito presos a modelos obtusos de gestão, desembarca em Val-de-Cans nova legião de reforços garimpados pelo Remo no vasto (e movediço) mercado nacional da bola.
Em movimento pendular que caracteriza a relação de competitividade rasteira entre os dois grandes rivais, sem qualquer efeito prático, o Remo começa a cumprir sua agenda anual de importação em massa, apenas uma semana depois de o Paissandu ter feito a mesmíssima coisa – ao todo, a Curuzu recebeu 15 contratações.
No parrudo carrinho de supermercado do Remo cabe, por enquanto, uma ampla variedade de ofertas, com direito a homônimos traiçoeiros, como o do volante Fabrício Carvalho – nada a ver com o artilheiro do mesmo nome, que andou pelo Goiás e pela Lusa.
Informações repassadas pela Rádio Clube indicam que Roberval Davino foi consultado sobre a contratação do volante Danilo Mendes. Boa providência, afinal Davino é o mais vitorioso técnico da história azulina, com direito a estátua na calçada do Evandro Almeida – se der tempo, pois Amaro Klautau tem pressa em se desfazer do tradicional estádio.
O problema é que Davino bem que podia ter sido sondado quanto a voltar a treinar o time, pois obviamente não há projeto de médio prazo em futebol que não envolva a contratação de um treinador gabaritado e com reconhecida experiência em competições nacionais.
A não ser, claro, que a verdadeira meta da atual diretoria seja mesmo a de ficar em quarto lugar no Campeonato Paraense. Para conseguir esse modesto objetivo, não existe necessidade de substituir o bom Sinomar Naves, que vem segurando o osso nos amistosos caça-níqueis (e votos) no interior do Estado.
 
 
Além da indiferença quanto a nomes desconhecidos, como Renan e Fabrício, ou incertos, como Samir – que foi bom jogador há seis anos, quando defendia o Figueirense –, paira o anunciado acerto para o retorno do meia Gian, ex-“Príncipe do Baenão”.
A última grande notícia envolvendo Gian e o Remo foi a incrível conciliação (?) trabalhista entre ambos, que garantiu ao atleta cerca de R$ 450 mil, conforme foi anunciado à época. A quantia, uma exorbitância para acordos do gênero, foi extraída do valor obtido pelo Remo no leilão da sede campestre, durante a funesta gestão Raimundo Ribeiro.
Pela importância dada à contratação de Gian, sem jogar bola há mais de um ano, tem-se a medida exata das pretensões remistas na temporada 2010. Pode até dar certo, afinal Petkovic e Marcelinho Carioca continuam em alta, mas não haveria alternativa mais jovem, como Rafael Oliveira?
E ainda há quem fique furibundo quando o S. Raimundo é citado como exemplo por este escriba baionense. A resposta está aí.      

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta quarta-feira, 4)

A quem interessar possa…

Agenda do presidente Lula para esta quarta-feira, 4:

Horário local de Londres, Reino Unido: mais 2h em relação a Brasília 

8h30 Chegada a Londres, aeroporto de Heathrow

15h30 Lakshmi Mittal, presidente do grupo Arcelor Mittal, Hotel Dorchester, Park Lane

16h15 Franklin Feder, presidente do grupo Alcoa

17h Entrevista ao Financial Times

18h40 Cerimônia de inauguração do escritório do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em Londres – Escritório do BNDES, 1 Cornhill

19h45 Encontro com o Primeiro-Ministro do Reino Unido, Gordon Brown, residência oficial do Primeiro-Ministro do Reino Unido, 10, Downing Street

20h50 Deslocamento para o Hotel Dorchester 

21h Chegada ao Hotel Dorchester Park Lane

(Fonte: Secretaria de Imprensa da Presidência)