Vote no mico da semana

Escolha aqui o seu mico preferido dentre os mais destacados da semana:

1) Protesto de araque no Baenão faz o temperamental Edson Gaúcho perder as estribeiras no Baenão. Duas horas depois, mesmo na liderança de seu grupo na Série D, o técnico foi demitido sumariamente. 

2) Primeira tentativa de parceria entre a RC3 Sports, de Roberto Carlos, e o Paissandu termina em fiasco: os dois pernas-de-pau repassados pela empresa ao clube foram dispensados por Givanildo Oliveira.

3) Romário ataca Mano Menezes, que rebate firme chamando o Baixinho de despeitado. O craque da Copa de 1994 recomenda, ao melhor estilo do Capitão Nascimento, que o técnico deve pedir para sair da Seleção.

21 comentários em “Vote no mico da semana

  1. Em “3” acho que o caso é de barraco mesmo e não de mico.

    Em “2”, como se tratava de teste, acho que a reprovação e dispensa são ocorrências naturais. Mico seria se não jogassem nada e fossem contratados. Aliás, no Leão e no rival foram muitos os micos desta natureza este ano – contratação de jogadores sabidamente inapetentes.

    Em “1” é que me parece residir o mico. E cometido pela diretoria. Não propriamente pela demissão do técnico do time lider, depois da primeira derrota. Acho que a liderança decorreu muitíssimo mais da extrema fragilidade dos adversários do que das virtudes do técnico.

    Mico da diretoria por esta não ter meios de assumir perante o treinador que não estava satisfeita com o trabalho dele (isso se as hostilidades foram mesmo orquestradas). E se o manifesto do torcedor foi expontâneo mesmo (no que não creio), também é mico pela falta de tirocínio e pela falta de comando a ponto de só tomar atitudes importantes no último momento e quando pressionada pela torcida.

    É a torcida então que está no comando? Pois, sim! Aliás, tenho certeza que se fosse a situação do time estaria muito melhor.

  2. Gerson Nogueira, a primeira opção não é mico porque um time que leva de 4x1de virada do Penarol ja desclassificado e quase peladeiro mostra que algo de muito ruin estava ocorrendo na relação entre o técnico e o time perdedor e por isso a torcida não poderia ficar de braços cruzados esperando para ver o que aconteceria. Agil bem ao pressionar a saída do técnico. Ruin sem ele. Muitissimo pior seria com ele.

    A terceira opção tembém não é mico porque o Romário falou em nome de milhões de brasileiros, inclusive eu, tudo que gostariam de falar a esse técnico fraquissimo , incompetente e despreparado, sem qualquer condições de treinar a seleção e ganhar a Copa 14,

    Agora micão mesmo é a segunda opção porque mal começou a tal parceria ja tem prenuncio de sacanagem porque se ja não bastassem os pernas de pau colocados ou empurrados goela abaixo pelos empresários ao Pysandu com apoio da diretoria, agora essa empresa que se diz parceira do Paysandu colocando bondes no Papão o qual se não fosse o velho Giva talvez esses pernas ja estivessem de contrato assinado. Por coincidência mais um micão na presidência do LOP. Agora eu que pergunto até quando?????????

  3. Dooooooooooooooooooooooooooooois. isso mesmo com éco.

    Mas pra mim esse mico só agravou depois de eu lí via twitter a reclamação de um camarada da comissão, onde o mesmo se dizia envergonhado do Paysandu fazer uma disfeita dessas com a RC 3, sem antes os dois atletas serem vistos jogar.

    Meu amigo, os salários dos que já estão lá não estaria atrasado? Então pra que mais duas despesas?

    Pare!

  4. Fala Gerson

    Sou fã do bola na torre.
    O mico realmente foi a saída do Edson Gaucho, na minha humilde opinião o treinador desempenhou papel fundamental na recuperação/ascensão do Remo no campeonato, não merecia esse tratamento da diretoria, falta profissionalismo aos dirigentes paraenses. Sou bicolor,mesmo assim torcia pelo gaucho.

    E o Moíses, volta ou não para o Papão?

  5. Caro Gérson e demais, nem há o que se pensar ! É a # 2 !! Acho que essa parceria com a RC3 é só enrrolação !!!! A do Romário, não acho que seja um “mico”, isto é, uma mancada.

  6. Número 2…..

    Para Alan Rodrigues, diretor de marketing do Paysandu, faltou respeito e profissionalismo por parte da direção do clube paraense

    Os jogadores Thiago Grizolli e Ronaldinho, frutos da parceria da RC3, foram dispensado pelo Paysandu na manhã desta quinta-feira. Mesmo sem terem feitos trabalhos com bola, apenas testes físicos, ambos não agradaram o técnico Givanildo Oliveira. A atitude, no entanto, incomodou bastante o diretor de marketing do clube, Alan Rodrigues.
    – O Paysandu às vezes me dá vergonha. Dispensaram os jogadores da RC3 (Thiago Grizolli e Ronaldinho) sem sequer fazerem testes com bola – esbravejou o dirigente em sua conta pessoal em uma rede social.
    Em seguida, em resposta a um seguidor, Rodrigues considerou a ação tomada pela diretoria alviceleste como falta de profissionalismo.
    – Só sabe se presta se avalia. Liga-se, manda-se um email. Isso se chama respeito, coisa que ainda preso. Falo de profissionalismo, respeito, coisas que fazem parte da minha formação – declarou.
    O diretor de marketing da Paysandu foi um dos maiores responsáveis pela parceria com a empresa de marketing esportivo RC3, presidida pelo ex-lateral-esquerdo Roberto Carlos, pentacampeão do mundo com a seleção brasileira em 2002.

  7. É a número 01. O remo não tá com essa bola toda para demitir técnico após cada rodada, ainda mais com o plantel e a diretoria que possui.

  8. Rapaz, tudo o que for relacionado a Remo e Paysandu e mico! Ambos os clubes, se veem reféns do amadorismo e da desorganização ao ponto de todo ano, dizer que vão subir e nunca sobem, a única coisa que sobe mesmo são as dividas trabalhistas e olhe lá.

  9. A número 2 pode até ser datada como mico,porém a dispensa de ambos,passou pelo aval do Givanildo, que é o treinador ,e não os aprovou,simples assim. Já no caso do Remo,foi ainda mais grave ,pois culminou na demissão do treinador,numa confusão “desgramada”… Fico com a primeira…

  10. A numero 1, eu vi no twitter o Claudio Guimaraes pedir para demitir o Gaucho por isso o Mico mesmo é essa Imprensa que é tao amadora quanto nossos clubes.

  11. O amigo torcedor do Treze, Alex, está parece bode na chuva reclamando que uma rádio da capital vai transmitir o jogo do Aguia c/ o Santa Cruz. Peraí o que esse jogo tem haver com a Paraíba?

    Gente vamos parar de falar de reclamar da nossa esforçada imprensa, de falar não, de sermos injustos. Os caras aqui falam do nosso futebol de janeiro a janeiro, capital e interior.

    Eles erram, mas quem não erra? No meu caso eu não aceito que um treinador metido a machão como era este Édson fale mal de todo mundo e saia como se fosse um excelente profissional.

    Na verdade ele não foi profissional com ele mesmo e nem com os jogadores que ele trouxe e com seus auxiliares.

    Só pra não passar batido Genival lacerda cantava.

    ” Se errar uma vez dou um castigo para não se acostumar, se errar outra vez mando embora pra poder me respeitar “.

    Égua o cara não aprendeu nada nem no paysandu e nem onde fez estágio pra ser comentarista de rádio lá em Santa Catarina.
    E pro remo voltou pior do que já tinha sido.

Deixe uma resposta para edilson costa silva Cancelar resposta