Há 42 anos, Remo batia o Flamengo de Zico no Maracanã

 

Há exatos 42 anos, o Remo conseguia a façanha de derrotar o Flamengo de Zico em pleno Maracanã, por 2 a 1. Foi a primeira vez que um clube do Norte do país conseguiu vencer um dos grandes do Rio no templo do futebol. O jogo valia pela segunda fase do Campeonato Brasileiro e foi disputado na tarde de 25 de outubro de 1975, perante cerca de 30 mil torcedores. A transmissão ao vivo do confronto pela Rede Tupi (TV Marajoara aqui em Belém) concentrou as atenções da torcida azulina em todo o Estado.

O gigante Alcino abriu o marcador aos 34 minutos de partida. Zico empatou aos 43′. Depois do intervalo, apesar da forte pressão exercida pelos rubro-negros, foi o Leão que chegou ao desempate, através de Mesquita, já nos acréscimos, aos 48′. O árbitro do jogo foi José Favile Neto.

O Remo, dirigido por Paulo Amaral, jogou com Dico; Marinho, Rui Azevedo, Aderson e Cuca; Elias e Nena; Amaral, Mesquita, Alcino e Caíto. Rodrigues substituiu Caíto no segundo tempo. O volante Aderson jogou na zaga substituindo ao capitão Dutra, que estava lesionado.

Carlos Froner era o técnico do Flamengo, que atuou naquela tarde com Renato; Rodrigues Neto, Rondinelli (Luiz Carlos), Jaime e Junior; Geraldo, Liminha, Tadeu Ricci e Zico; Paulinho (Caio Cambalhota) e Luisinho Tombo.

Em função da excelente atuação, Aderson foi contratado no ano seguinte para defender o Flamengo, onde permaneceu por uma temporada.

10 comentários em “Há 42 anos, Remo batia o Flamengo de Zico no Maracanã

  1. EU com 22 E MEU VELHO com 51 anos
    trememos quando o apito final selou a derrota do Flamengo. Porraaaaaaaaaaaaaaa! O LEÃO derrotou o MENGÃO em pleno Maraca. Foi uma semana de comemoração.Saudades da grandeza heroica! Saudades dos negões Alcino e Mesquita!
    Coisas pra jamais esquecer de lembrar.

  2. Essa “grande conquista “‘ azulina de vencer o Urubu no Maraca no início da vida futebolística do Zico e no tempo que o urubu não tinha tradição em Brasileiros porque não possuía nenhum título nacional foi muito propaga durante muitos anos, (como sempre) como a maior glória do Norte pelos azulinos e alguns da mídia local, Imaginem vcs. . rsrsrsrsr Só baixaram a bola quando a Tuna Luso faturou o primeiro título nacional pelo futebol do Norte em 85, cujo título o azulino tinha morrido na beira em 71 e 84. rsrsrsrsr Para piorar , o Paysandu da Amazônia faturou o segundo título nacional da serie B pelo Pará em 91 e em 2003 na era do futebol moderno, serie A em pontos corridos, O Paysandu derrotou o Urubu no Maraca pela primeira divisão e mereceu a vitória. rsrsrsrsr Digo mereceu porque nesse jogo o Urubu não deu umas 4 bolas na trave como dizem que ocorreu na vitória azulina. Mas a garganta azulina foi cravada mesmo ainda em 2003, quando o Paysandu da Amazônia venceu o Boca Junior, na temível Bombonera , em plena Libertadores, só com 10 em campo, e saiu barato para o Boca porque era pra ser mais. O Paysandu venceu lá pela Libertadores depois de 23 anos, a última vitória tinha sido do Cruzeiro em 76. Aí não tinha mais como azulinos comemorarem a vitória sobre o Urubu como a maior do Norte. Eu choro!!! rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr

  3. Eu assisti este jogo ao vivo pela TV marajoara canal 2. Só pra corrigir: o Aderson não foi jogar no Flamengo em 76 e sim em 1980 após a conquista do tri 77/78/79. Aquele time do Bira burro do tec. Joubert Meira.

    1. Também não encontrei. O jogo foi transmitido pela TV Tupi, mas os arquivos da antiga TV Marajoara se perderam totalmente. Talvez só algum colecionador mesmo.

Deixe uma resposta para Miguel Silva Cancelar resposta