Archive for 30 de outubro de 2017

Vaidade sem controle

POR GERSON NOGUEIRA

No Bola na Torre do último domingo, foi exibida reportagem sobre o tratamento grosseiro dado ao empresário e pai do jogador Eduardo Ramos na sede social do Remo. Chamado para uma reunião com a diretoria, foi solenemente ignorado à entrada do prédio pelo próprio Manoel Ribeiro, que lhe virou as costas de maneira ostensiva. O constrangimento a que foi submetido o representante do atleta só não foi maior que o vexame perpetrado pela principal autoridade do clube.

De certo forma, o gesto simboliza a triste realidade azulina. Em nenhuma circunstância, o presidente poderia agir dessa forma, menosprezando um visitante, fosse quem fosse. O mais grave é que o incidente foi todo filmado, sendo que o dirigente percebeu isso e mesmo assim não se mostrou abalado, como se fosse habitual agir de maneira tão desrespeitosa.

Faz algum tempo que o Remo não tem dirigentes à altura de sua gloriosa história. Faz tempo também que o clube é dominado por figuras que estão ali para usufruto pessoal – seja de cunho político ou simplesmente de imagem – e não para se devotar verdadeiramente à causa da instituição, com as exceções conhecidas.

Tudo fica mais sério quando o próprio dirigente máximo procede de maneira tão deseducada, como se não representasse o clube. No caso específico do jogador Eduardo Ramos, o cenário é ainda mais surreal. O Remo deve – e muito – dinheiro ao atleta, em face de salários não pagos e acordos não honrados na Justiça do Trabalho.

É compreensível que não haja muita simpatia pelo próprio Ramos e seu preposto. Afinal, nesses três anos de parceria foram raros os bons momentos. Na verdade, prevalecem situações de desconforto e frustração, de parte a parte. A questão é que, como devedor, o Remo deve ao atleta um mínimo de respeito e atenção. Aliás, deve isso a qualquer interlocutor.

O despreparo flagrante dos que comandam a agremiação tem resultado em episódios bizarros, dignos de gozação pública, como no patético caso da reunião na CBF que a presidência do Remo ignorava e teve a pachorra de reclamar, chorosamente, por não ter sido convidada.

Há, ainda, a gravíssima falha da contratação massiva de jogadores no começo da temporada, depois que o técnico de plantão recebeu plenos poderes para trazer quem bem entendesse. A tosca decisão gerou prejuízos irrecuperáveis no campo técnico e perdas robustas no âmbito pecuniário. Pior foi a desculpa do presidente, alegando ignorar a própria lambança.

São tantos gestos denunciadores de negligência e maus tratos com o clube que as instâncias internas já deveriam ter assumido posição mais firme para estancar o caos estabelecido. No entanto, a apuração das denúncias de gestão temerária continua empacada, sujeita a adiamentos sucessivos.

A posse de Milton Campos e Miléo Jr. na diretoria de Futebol representa um sopro de renovação, abrindo boa perspectiva de avanços na gestão. Pena que a iniciativa corre o risco de ser sabotada a qualquer momento pelo destempero e a vaidade do mandatário.

—————————————————————————————-

Escolhas começam pela sala de comando

O Papão parece caminhar para a manutenção de seus quadros executivos na próxima temporada, à frente Vandick Lima e André Mazzuco. Uma entrevista do executivo ao repórter Dinho Menezes, da Rádio Clube, sinaliza para a continuidade do atual grupo que coordena a política do futebol profissional no clube.

A antecipação de alguns planos para 2018 deixou claro que o executivo deverá permanecer na Curuzu, o que leva ao raciocínio óbvio de que o técnico Marquinhos Santos também será prestigiado, mesmo sob o duro questionamento da torcida.

Quanto ao executivo, chamou atenção a ideia manifesta de contratar 16 bons jogadores para formar o elenco do início de temporada, com a ressalva de que não é tão simples trazer atletas de qualidade para o futebol nortista. Nenhuma novidade quanto a isso, mas a premissa de que os melhores estão no Sul e Sudeste deveria ser revista.

Depois das muitas escolhas infelizes deste ano, seria sensato alargar o radar na hora de prospectar reforços. Ficar restrito às opções do interior gaúcho e paulista constitui, no mínimo, falta de originalidade. Nesse aspecto, espera-se que o baiano Vandick possa ser a voz decisiva e dissonante.

—————————————————————————————

Belém na rota da pancadaria e dos insultos?

Não há notícia de cancelamento da programação de UFC marcada para fevereiro próximo em Belém, mesmo depois da duríssima surra imposta a Lyoto Machida por Derek Brunson no último sábado e das agressivas falas de um presepeiro Colby Covington. Que Tio Sam deita e rola por aqui, ninguém tem dúvida, mas não precisava tripudiar.

Sob a passividade de organizadores e narradores da transmissão, o sujeito vociferou que o Brasil “é um chiqueiro; esses animais imundos (brasileiros) não prestam” – por ironia, o lugar onde o show de pancadaria mais ganhou espaço nos últimos anos, na contramão da decadência em sua pátria-mãe.

Por outro lado, fica a dúvida quanto ao verdadeiro motivo da escolha da capital paraense, visto que os lutadores regionais têm sido malsucedidos nos embates recentes. A crescente queda nos índices de audiência (e faturamento) talvez tenha levado os chefões do negócio a buscarem novos nichos.

Que desta vez poupem o público paraense da insolência de seus “ases” do octógono. Focinheiras podem ter boa serventia.

(Coluna publicada no Bola desta terça-feira, 31) 

30 de outubro de 2017 at 23:49 4 comentários

Palmeiras tropeça e perde chance de encostar no líder

30 de outubro de 2017 at 23:44 Deixe um comentário

Capa do Bola – terça-feira, 31

bol_ter_311017_01.ps

30 de outubro de 2017 at 23:40 Deixe um comentário

Juíza usa argumento inusitado para proibir show de Caetano em ocupação

caetano-veloso

O cantor e compositor Caetano Veloso faria um show gratuito hoje (30), às 19h, na ocupação Povo sem Medo, no Jardim Planalto, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. O evento, que teria a participação de outros artistas, seria em apoio às 8 mil famílias que vivem no local há quase dois meses, organizadas pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), na maior ocupação da América Latina atualmente.

O cancelamento do show de Caetano ocorreu após uma decisão judicial sob pena de multa de R$ 500 mil. A decisão partiu da juíza Ida Inês Del Cid da 2ª Vara da Fazenda Pública de São Bernardo. A magistrada atendeu a pedido do Ministério Público.

Ao ratificar a decisão, a juíza destacou um argumento inusitado. Segundo ela, a figura de Caetano Veloso atrairia um público que o local não suporta.

“Seu brilhantismo atrairá muitas pessoas para o local, o que certamente colocaria em risco estas mesmas, porque, como ressaltado, não há estrutura para shows, ainda mais, de artista tão querido pelo público, por interpretar canções lindíssimas, com voz inigualável”, diz o texto.

Paula Lavigne, mulher e empresária do cantor, tentava desde o início da tarde a liberação dos equipamentos para a realização da apresentação. “Eu não estou aqui para descumprir decisão judicial”, afirmou a produtora cultural, confirmando o cancelamento. Ela disse que ainda vai tentar agendar a apresentação em outra data.

Guilherme Boulos, líder do MTST, afirmou que a Constituição foi rasgada com a proibição do show. “Se eles queriam nos provocar para uma reação violenta, eles não conseguiram”, disse. Segundo o líder, o movimento “se fortalece” com a decisão judicial.

Marcha

Mesmo com o cancelamento, o movimento MTST e artistas participam de uma grande manifestação amanhã, a partir das 6h. Os moradores vão marchar da ocupação até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, no Morumbi, zona sul da capital paulista.

A ideia é pressionar o governo de Geraldo Alckmin (PSDB) por uma solução negociada para a reivindicação de moradia das famílias. Às 13h, o movimento vai encontrar apoiadores, que estão sendo convidados a se juntar à marcha a partir da estação Morumbi, da linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

“Faremos uma mobilização que vai marcar a história em São Paulo e no Brasil. Vai ser a grande marcha dos sem teto. São mais de 20 quilômetros, horas e horas de marcha, com milhares de trabalhadores que vão buscar o seu direito à moradia”, disse Guilherme Boulos, coordenador nacional do MTST, em vídeo convocando os apoiadores. O objetivo é cobrar do governador Alckmin a desapropriação do terreno para construção de moradias populares.

Leia na íntegra a decisão judicial que proibiu o show:

Trata-se de ação civil pública, onde o Ministério Público pede tutela provisória de urgência, para não realização de show artístico, que seria realizado em local que foi ocupado, e que está sub júdice referida ocupação. É local que não possui estrutura a suportar show, mormente para artistas da envergadura de Caetano Veloso, um dos requeridos nesta ação. Seu brilhantismo atrairá muitas pessoas para o local, o que certamente colocaria em risco estas mesmas, porque, como ressaltado, não há estrutura para shows, ainda mais, de artista tão querido pelo público, por interpretar canções lindíssimas, com voz inigualável. Destarte, o povo merece shows artísticos, mas desde que atendidos requisitos, que aqui não estão presentes, conforme bem alegado pelo Ministério Público. Destarte, e para salvaguardar a integridade das pessoas, bem como do artista, defiro a tutela de urgência, para impedir a realização do referido show, desde já impondo multa de R$ 500.000,00 para cada um dos requeridos em caso de descumprimento desta ordem. Fica deferida ordem policial, caso necessário. No mais, citem-se. Intime-se.

(Do site Pragmatismo Político)

30 de outubro de 2017 at 21:36 6 comentários

É só fazer as contas…

DNZNV0cXcAESDTM

30 de outubro de 2017 at 11:53 Deixe um comentário

Esclarecer é preciso

22815216_1840477255992626_1638159751862048052_n

30 de outubro de 2017 at 11:51 Deixe um comentário

Diferenças (não tão) sutis

Esquerda – tenho acesso a bens e serviços e quero que todos tenham.

Direita – tenho acesso a bens e serviços pois eu mereço e você não.

(by Julio Cézar Queiroz, no Twitter)

30 de outubro de 2017 at 11:45 Deixe um comentário

Posts antigos


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,398,527 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.961 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

José FERNANDO PINA A… em Enfim, um craque esclarec…
blogdogersonnogueira em Papão se despede da torcida co…
Filipe Rocha em Capa do Bola – domingo,…
Jorge Paz Amorim em Capa do Bola – domingo,…
Mauricio Carneiro em Papão se despede da torcida co…

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

outubro 2017
S T Q Q S S D
« set   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: