Torcida ganha jogo? A luta pelo acesso à Série B pode responder isso

12 de setembro de 2017 at 1:06 11 comentários

622_96b4322b-7b5f-4540-8d93-68a339e4059c

A Série C definiu neste último fim de semana  os classificados para as quartas de final, dando início a fase mata-mata, que vai definir os quatro integrantes da segunda divisão de 2018. Será um confronto entre Nordeste x Sudeste, mas também entre times que lotam estádios contra aqueles que jogam para pouca gente.

Os duelos das quartas são: Volta Redonda-RJ x Sampaio Corrêa-MA; Fortaleza-CE x Tupi-MG; Tombesse-MG x CSA-AL; Confiança-SE x São Bento-SP. Os jogos de ida são na casa das equipes nomeadas em primeiro na relação. Quem avançar, ou seja, os quatro semifinalistas, vão estar na próxima Série B.

De acordo com dados do “Globoesporte.com”, em todo de 20 times, mas considerando apenas os classificados, os campeões de público são Fortaleza, CSA, Sampaio Corrêa e Confiança, que estão no top 10 do torneio.

O São Bento, da cidade de Sorocaba, é exatamente o décimo neste ranking, enquanto Volta Redonda (13º), Tombense (17º) e Tupi (18º) aparecem no final da relação.

A média de pagantes do Fortaleza é 9.293 torcedores por jogo, sendo que o time é o segundo no ranking geral (abaixo do Remo, com 12.358) e com taxa média de ocupação do estádio de 24%. O Tupi, que faz o segundo duelo em casa, leva 459 pessoas por partida e tem taxa de ocupação de só 4%.

Em outro confronto das quartas, o CSA tem média de 6.933 torcedores, com taxa de 39% de ocupação do estádio, e é o quarto no ranking geral. Seu rival, o Tombense leva 493 pessoas por partida (o que representa 16% do estádio ocupado).

Já o Sampaio Corrêa tem uma média de 4.977 torcedores por compromisso (13% do estádio ocupado), enquanto o Volta Redonda, que será seu adversário por uma vaga na Série B, só leva 908 pagantes em média (4% do estádio).

Por fim, o Confiança leva 4.427 pagantes (13%) e o São Bento 1.425 (10%).

CONFIRA OS CONFRONTOS DAS QUARTAS DE FINAL

Jogos de ida
16/09, sábado
16h – Fortaleza x Tupi, no Castelão, em Fortaleza
19h – Confiança x São Bento, no Batistão, em Aracaju
19h30 – Volta Redonda x Sampaio Corrêa, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda
20h45 – Tombense x CSA, no Almeidão, em Tombos

Jogos de volta
23/09, sábado
16h30 – Sampaio Corrêa x Volta Redonda, no Castelão, em São Luís
20h30 – Tupi x Fortaleza, no Mario Helênio, em Juiz de Fora

24/09, domingo
São Bento x Confiança, no Walter Ribeiro, em Sorocaba

25/09, segunda-feira
CSA x Tombense, no Rei Pelé, em Maceió

(Transcrito da ESPN)

Entry filed under: Uncategorized.

Rock na madrugada – Mott The Hoople, Roll Away The Stone Povo Wajãpi, uma barreira indígena contra mineração na Amazônia

11 Comentários Add your own

  • 1. Antonio Valentim  |  12 de setembro de 2017 às 7:30

    Torcida ganha jogo quando o time ajuda.
    O time vence quando tem qualidade, é bem treinado e bem escalado.
    Essas qualidades dependem de quem contrata, se paga bem e em dia, se…
    E quem está lá para fazer isso depende de quem vota.

    Curtir

  • 2. Anselmo Gomes  |  12 de setembro de 2017 às 8:31

    Respondendo à pergunta título, no caso específico da série C não ganha não. Vide o Leão Azul (maior média de publico da competição) e o Fortaleza, que vem numa constante de eliminações diante de sua torcida nos últimos anos. Os times do sudeste listados acima são acostumados a jogarem para pouco público. São, por conta disso, na maioria clubes que prezam o sistema tático acima da superação e da entrega, o que se destaca nos times do eixo norte-nordeste, contextualizados com grandes massas a lhes empurrarem durante as partidas. Quem não vai no jogo da vibração da arquibancada e se doa em dobro, cai perante o nervosismo e a pressão de agradar a multidão ensurdecedora. Portanto, nesse mata-mata, os times do nordeste deveriam usar do mesmo veneno tático e frio dos adversários, no mando destes e, em casa, unir este fator à entrega, à gana que só os times de massa conseguem ter (dependendo do contexto, é claro).

    Curtir

  • 3. Acácio F B Elleres - Campeão dos Campeões  |  12 de setembro de 2017 às 8:34

    Nunca.
    Quando o time é bem formado ele cala qualquer estádio, principalmente se ele encontrar deficiências no dono da casa.

    Curtir

  • 4. Frederico Teron  |  12 de setembro de 2017 às 8:46

    Jamais.
    Quando o time recebe em dia tem a obrigação de ganhar até com portões fechados.

    Curtir

  • 5. 09751  |  12 de setembro de 2017 às 9:18

    Essa afirmação é errada. Vide Fortaleza que desde 2010 está na 3ª divisão e é uma das galinhas dos ovos de ouro dessa competição com estádios lotados e mesmo assim coleciona “salgueiraços” nessas seis edições.

    Curtir

  • 6. Antonio Oliveira  |  12 de setembro de 2017 às 9:35

    Nas CNTP quem ganha o jogo é o time dentro de campo. Se for um time bom, a tendência é vencer um maior número de vezes.

    Com efeito, nem torcida, nem organização administrativa são fatores de garantia de vitória.

    Agora, para o bem e para o mal, uma grande e assídua massa torcedora é um incomensurável fator atrativo no futebol.

    O Clube do Remo de há muito vem vivendo a fase do mal.

    São décadas e décadas atraindo “gestores”, para dizer o mínimo, incompetentes. Gente que nem se importa que no final vá ser chamado de ultrapassado, amador, incompetente etc.

    Valendo dizer que o fracasso da “gestão” anterior, tem se constituído no cômodo álibe do “gestor” da vez.

    Curtir

  • 7. Joseney Basílio  |  12 de setembro de 2017 às 12:19

    Se assim fosse, Flamengo e Corinthians seriam líderes em títulos em todas as competições que disputassem. Ambos possuem torcidas nos quatros cantos do País e fora também.

    Quantidade de torcedores é importante para abrilhantar o espetáculo e também para a renda, mas o futebol (montagem do elenco) deve vir em primeiro lugar.

    Curtir

  • 8. Leonardo Swami / Papão - O Maior do Norte  |  12 de setembro de 2017 às 13:21

    Quanta inveja dos iludidos ! Como eles gostariam de estar no mata-mata.. Mata-mata do quase falido, somente pela TV..

    Curtir

  • 9. Édson do Amaral. Torcedor do Paysandu.  |  12 de setembro de 2017 às 14:55

    Torcida ganhava jogo no tempo que o manoel ribeiro apagava a luz do baenão
    No tempo que se jogava mijo no bandeirinha

    Hoje em dia não tem dessa

    Curtir

  • 10. Edson do Leão - meu time nunca fugiu de campo  |  12 de setembro de 2017 às 16:47

    Pergunta:
    Qual foi a maior vergonha do Pará?
    (A) lanterna da terceira 1 ponto
    (B) levar de 9×0 do Paulista
    (C) levar o maior tabu do mundo e fugir 2x e ter o estádio (chiqueiro) quebrado
    (D) Dormir na praça e jogar com cachorro no interior

    Curtir

  • 11. Edson do Leão - meu time nunca fugiu de campo  |  12 de setembro de 2017 às 16:49

    Mas a mucura sabe q suborno ganha jogo, né Tardelle’ né Serapião, né finado?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,396,293 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.956 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

Peixoto em Papão pode se safar de vez hoj…
Nelio( Maior campeão… em Papão pode se safar de vez hoj…
Nelio( Maior campeão… em Papão pode se safar de vez hoj…
José FERNANDO PINA A… em Direto do Twitter
Nelio( Maior campeão… em Papão pode se safar de vez hoj…

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

setembro 2017
S T Q Q S S D
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: