Archive for 1 de setembro de 2017

Sobre improbidade judicial

DIlPCPrW0AEBTy-

1 de setembro de 2017 at 21:50 Deixe um comentário

Pois é…

DIqhDwNXcAYlxkc

1 de setembro de 2017 at 21:36 Deixe um comentário

Extra avisa em editorial que vai chamar goleiro pelo nome de batismo

622_a6ecfa4b-006c-3795-aaef-f92fcacdfcf4

O Flamengo e o goleiro Alex Muralha estão revoltados com o editorial do jornal Extrapublicado nesta sexta-feira (1). Com um texto destacado na capa, o periódico faz duras críticas ao atleta por conta de seu suposto mal desempenho nas últimas partidas do clube. Com uma foto do jogador, o editorial informa que, a partir de hoje, deixará de se referir ao goleiro pelo seu apelido, “Muralha”, e passará a chamá-lo somente pelo seu nome, Alex Roberto.

“Em nome da precisão jornalística, o leitor do EXTRA não encontrará, a partir de hoje, a palavra Muralha relacionada ao senhor Alex Roberto Santana Rafael. Provável titular do Flamengo na final da Copa do Brasil, Alex Roberto, o ex-Muralha, mais uma vez desmoralizou o vulgo, levando um frango no jogo contra o Paraná pela Primeira Liga”, diz o texto, que não poupa críticas e ironias com relação ao jogador.

Muralha – ou Alex Roberto -, então, resolveu responder através de uma nota pública em que afirma que o editorial é uma “humilhação e “execração pública”. “Brincadeiras da torcida também são normais, o futebol mexe mesmo com todos os brasileiros. Mas outra coisa é mexer com o ser humano. Isso está longe de ser uma brincadeira. A palavra é humilhação, é execração pública”, escreveu. O jogador afirmou ainda que se sentiu “fichado”.

“Sinceramente, eu me senti sendo ‘fichado’ como tal na capa do jornal. É muito sério. Foi um posicionamento de mau gosto e até irresponsável. O termo ‘vulgo’, que citam no texto a meu respeito, é normalmente usado para designar bandido, e isso causa constrangimento”, escreveu.

capaextra

O Flamengo, por sua vez, proibiu que seus atletas falem com repórteres do jornal até que uma retratação pública seja feita. A fala do editor de esportes do jornal, Marvio dos Anjos, no entanto, indica que o periódico não está disposto a se retratar.

“Temos aqui nas redes sociais um bombardeio, tanto de gente que achou graça como repudiou. Os ânimos rubro-negros estão muito exaltados. Eu acho o seguinte. O Alex Muralha tem um apelido problemático, ele vai precisar fazer jus toda vez que jogar a esse apelido. Resolvemos fazer uma brincadeira com isso, seguindo a tradição de 19 anos que o ‘Extra’ tem de lidar também com o humor. Isso não é de agora. Às vezes o alvo da piada muda e as pessoas descobrem que o Extra trabalha com humor. Enfim, é uma brincadeira”, afirmou ao canal SporTV.

Confira a íntegra da nota de Muralha.

“Ao tomar conhecimento do que o Jornal Extra, veículo de imprensa de tanta credibilidade e força, escreveu hoje a meu respeito, eu só posso me sentir indignado. Uma coisa são as críticas que recebemos, e não sou contra, nos fazem crescer. Falhas fazem parte, em qualquer segmento. Estamos todos sujeitos a isso e buscamos corrigi-las. Brincadeiras da torcida também são normais, o futebol mexe mesmo com todos os brasileiros.

Mas outra coisa é mexer com o ser humano. Isso está longe de ser uma brincadeira. A palavra é humilhação, é execração pública. Seguiram linha semelhante a que usam ao se referirem a bandidos que cometem crimes. Sinceramente, eu me senti sendo ‘fichado’ como tal na capa do jornal. É muito sério. Foi um posicionamento de mau gosto e até irresponsável. O termo ‘vulgo’, que citam no texto a meu respeito, é normalmente usado para designar bandido, e isso causa constrangimento. É um fato que pode até incitar a violência. Numa época tão difícil, em que a gente vê tanta barbaridade por aí, uma atitude como essa não contribui em nada, nem para o jornalismo esportivo nem para o futebol. A notícia não pode perder para as piadas sem graça, que só quem teve a ideia deve estar rindo.

Pelo menos, estou me sentindo abraçado, e aproveito para agradecer ao apoio que recebi da diretoria, da comissão técnica e de todos os meus companheiros, que ficaram tão revoltados quanto eu. E de vários torcedores nas redes sociais, que entendem a situação e percebem que somos humanos e sujeito a falhas. Por este motivo, me sinto fortalecido, mas não poderia deixar de expressar meu descontentamento”. (Da Revista Forum)

1 de setembro de 2017 at 14:54 2 comentários

Esgotada a carga de ingressos para Remo x Sampaio

Ao meio-dia desta sexta-feira, foi anunciado oficialmente o encerramento da venda de ingressos para o jogo Remo x Sampaio Corrêa, neste sábado (16h15), no Mangueirão. Ao todo, foram vendidos antecipadamente 33.356 bilhetes da carga máxima de 35 mil ingressos – que inclui credenciados, gratuidades e meia-entrada para estudantes e outras categorias. É recorde de público na Série C deste ano.

1 de setembro de 2017 at 13:03 13 comentários

E o Fufuca chegou lá…

DIcaPxlW4AA5JOl

1 de setembro de 2017 at 12:05 2 comentários

Liverpool faz jogo duro e Barça desiste da contratação de Coutinho

Segundo o diário “Sport”, o Barcelona jogou a toalha nas negociações com o Liverpool para contratar Philippe Coutinho. A publicação aponta que o clube inglês recusou mais uma oferta enviada pelos catalães, seguindo o que foi informado em nota oficial: não aceitam negociar o jogador brasileiro. A janela de transferências na Espanha fecha nesta sexta-feira.

A publicação avança ainda com a informação de que a postura do jogador não ajudou a mudar os planos do Liverpool. Coutinho pediu de maneira formal para deixar o clube e atuar pelo Barça, e ainda não disputou jogos pelos Reds nesta temporada. A informação oficial era de dores nas costas, e nesta quinta-feira ele entrou no segundo tempo e deixou sua marca na vitória por 2 a 0 da seleção brasileira sobre o Equador, pelas eliminatórias.

Ainda de acordo com o jornal, o Barcelona descarta fazer uma nova oferta por Philippe Coutinho, pois a diretoria do Liverpool não muda sua posição desde que publicou a nota oficial no dia 10 de agosto informando que não aceita negociar o meia brasileiro. (Do GE) 

1 de setembro de 2017 at 11:45 Deixe um comentário

Coutinho ofusca Neymar em vitória que marca novo recorde de Tite

img_5622

Phillipe Coutinho, cotado a R$ 600 milhões na briga entre Liverpool e Barcelona, entrou no segundo tempo e resolveu o jogo para o Brasil na vitória por 2 a 0 contra o Equador na Arena do Grêmio. Coutinho ofuscou Neymar, condenado pelo excesso de jogadas individuais, nesse nono triunfo consecutivo da Seleção nas Eliminatórias da Copa de 2018. Não custa lembrar que o Brasil já tem vaga no Mundial da Rússia.

Primeiro tempo do Brasil não teve brilho. Opaco. Algumas boas combinações do meio para frente, nada de muito contundente. Não havia espaço para aquele jogo vertical, de velocidade, partindo de Neymar até Gabriel Jesus.

Laterais Daniel Alves e Marcelo, bloqueados, pouco contribuíram ao ataque. Neste congestionamento, cabia aos meias Renato Augusto e Paulinho mais agilidade em busca da zona de gol. Paulinho ainda pediu passagem em uma boa arrancada somada a dois a três dribles. Renato se perdeu na burocracia. Era uma Seleção de boas intenções, mas nada letal.

Cabe aí também uma ressalva: o comportamento de Neymar. Na sua primeira partida na Seleção, agora na condição de rei-sol de um clube, no caso o PSG, o craque abusou da liberdade concedida por Tite. A cada lance, penteava a bola sem necessidade. Provocativo, levou e deu bordoadas. Pouco produziu.

Sem seu dínamo a movimentar a engrenagem, o Brasil não marcou presença para valer no campo adversário, nem embalou a Arena Grêmio. Em 45 minutos, chutou apenas cinco vezes ao gol do Equador. Ridículo. No setor defensivo nenhum risco. Em contrapartida, mostrou lentidão na saída para o ataque.

Nesse clima sem compromisso com a verdade de um time já classificado à Copa de 2018, a Seleção ficou muito distante daquela exibição consagradora de um ano atrás quando Tite estreou com a vitória por 3 a 0 em Guayaquil. Dozes meses depois, sobrava confiança e faltava ousadia.

No segundo tempo, com menos de 15 minutos, Tite trocou Renato Augusto por Philippe Coutinho. Procurava mais qualidade e criatividade na zona de gol. Brasil ficou mais leve na sua linha de frente. Com Coutinho, Seleção assumiu o controle total do jogo e foi martelar o Equador.

Insistiu tanto até que, aos 24 minutos, de uma migalha de um escanteio, Paulinho apareceu e arregaçou a rede equatoriana: 1 a 0.

Oito minutos depois do gol de Paulinho, Coutinho e Gabriel Jesus criaram uma obra digna de galeria e a Seleção ampliou a vantagem: 2 a 0, aos 32.

Veja o gol e diga se não foi um golaço com a patente do futebol brasileiro:

Com a vitória assegurada, Coutinho, Gabriel Jesus, William e com alguns repentes de Neymar, o que se viu foi um show de habilidade e destreza, exibição de encantar serpentes e deixar a plateia inebriada. Dos quatro, apenas Neymar destoou um pouco. Abusou de jogadas individuais, sem o brilho costumeiro. É o caso de Tite rever essa liberdade toda concedida ao craque.

Tite tem tempo de sobra para ajustar a engrenagem. Com os 2 a 0 em cima do Equador, Brasil chega à nona vitória consecutiva nas Eliminatórias da Copa 2018. E insiste no recado à concorrência: cada vez mais é favorito a levantar a taça em Moscou no ano que vem.

1 de setembro de 2017 at 11:43 4 comentários

Posts antigos


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,402,483 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.969 outros seguidores

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

setembro 2017
S T Q Q S S D
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: