Archive for 11 de setembro de 2017

Dirceu sobre Palocci: “Prefiro morrer que rastejar e perder a dignidade”

hilde-e-dirceu

POR CONCEIÇÃO LEMES

A jornalista Mônica Bergamo publicou hoje, em sua coluna na Folha de S. Paulo, que o ex-ministro José Dirceu prefere “morrer” a “perder a dignidade”, como fez Antonio Palocci, na última quarta-feira (06/09), em depoimento ao juiz Sergio Moro.

Foi ao ser questionado por interlocutores sobre o depoimento de Palocci, incriminando Lula, Dilma e o PT. Dirceu respondeu-lhes:

“Só luta por uma causa quem tem valor. Os que brigam por interesse têm preço. Não que não me custe dor, sofrimento, medo e às vezes pânico. Mas prefiro morrer que rastejar e perder a dignidade”.

Em um grupo de whatsapp de blogueiros e jornalistas, Hildegard Angel corajosamente comentou:

O PT foi covarde e desleal com ele [Dirceu], o que ele não está sendo com o PT e com Lula. Deixaram ele ser trucidado no Mentirão como isca, como bucha de canhão, achando que com isso amansariam as feras. Perdoem-me dizer, mas naquele momento se omitiram todos – Dilma, Lula, Tarso Genro caiu de pau, nojento.

Apoiei Dirceu quando as pessoas atravessavam de calçada para não cumprimentar, e nunca me arrependi.

É um grande brasileiro. A vida lhe deu mais esta oportunidade para provar.

Certamente, o Stuart e a Zuzu ficariam muito orgulhosos com essa atitude da queridíssima irmã e filha. E, como muitos de nós (entre outros quais esta jornalista/blogueira), aplaudiriam você, Hildegard, de pé por mais esta postura digna, justa e corajosa. (Do Viomundo)

11 de setembro de 2017 at 12:34 2 comentários

Janot e advogado da JBS flagrados num bar, atrás de caixas de cervejas…

janotbarbsb

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foi flagrado em um bar de Brasília, na noite deste sábado (9), com Pierpaolo Bottini, advogado de Joesley Batista. Um frequentador do local registrou o momento e enviou a imagem ao site de direita “O Antagonista”.

De acordo com o site, Janot e o advogado ficaram ao menos 20 minutos conversando em uma mesa um tanto quanto escondida do bar, atrás de uma pilha de caixas de cerveja.

O procurador-geral, que acabou de pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão do cliente de seu colega de bar, não se manifestou sobre o registro. Já Bottini, ao “O Antagonista”, disse que o encontro foi “casual”.

“Na minha última ida a Brasília, este fim de semana, cruzei casualmente com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, num local público e frequentado da capital. Por uma questão de gentileza, nos cumprimentamos e trocamos algumas palavras, de forma cordial. Não tratamos de qualquer questão outra ou afeita a temas jurídicos. Foi uma demonstração de que as diferenças no campo judicial não devem extrapolar para a ausência de cordialidade no plano das relações pessoais.”

(Transcrito da revista Forum)

11 de setembro de 2017 at 12:27 Deixe um comentário

Rock na madrugada – Franz Ferdinand, Love Illumination

11 de setembro de 2017 at 1:06 Deixe um comentário

Crônica da morte anunciada

destaque-449293-salxrem

POR GERSON NOGUEIRA

Mais uma vez fica provado que não existe milagre em futebol. No estádio Cornélio de Barros, no sábado à noite, valendo pela última rodada da fase de classificação da Série C, o Remo foi coerente com a sua errática campanha. Desorganizado na transição, sem criatividade no meio-campo, carente de apoio nas laterais e com um ataque completamente isolado. Foi a confirmação de uma história que se desenrolou pelas 17 rodadas anteriores.

O único momento lúcido do time na partida aconteceu aos 9 minutos. Em rápida manobra na entrada da área, Jayme tabelou com Edgar e este disparou um chute forte no travessão. Um gol naquele momento poderia mudar os rumos do jogo, dando ânimo e confiança para lutar pela vitória.

Logo em seguida, duas falhas grosseiras no centro da zaga acabaram por derrubar os sonhos azulinos ainda no primeiro tempo. Os gols marcados por Álvaro e Jean Carlos em contribuições generosas dos defensores selaram a sorte do Remo, que se mostrou impotente para reagir.

Lento e dispersivo no desenvolvimento do jogo, débil nas ações ofensivas, o Remo foi um visitante acanhado. Voltou para o 2º tempo do mesmo jeito que saiu do primeiro. Sem forças para fustigar o Salgueiro, só foi descobrir as fragilidades do goleiro Mondragon já nos acréscimos.

Uma bola alta, vinda de escanteio, confundiu o guardião e Leandro Silva empurrou para as redes. Não havia motivo para festejo e nem tempo para mais nada – o árbitro goiano encerrou o jogo sem sequer dar a saída.

No fundo, nada que surpreendesse a quem acompanhou de perto a caótica trajetória do Remo nesta Série C. Surpresa mesmo seria se o time, transfigurado, conseguisse ser brilhante e produtivo na rodada final.

O adversário nem mostrou qualidades para vencer. Errou muito no meio, abusou dos chutões, mas foi beneficiado pelo nervosismo da zaga remista, que se mostrou tensa desde os primeiros minutos. Cabe observar que, em meio aos desfalques no time titular, a defesa foi o único setor sem baixas.

Até Martony, que vinha se destacando nas rodadas anteriores, parecia desarvorado. Leandro Silva o acompanhou nas derrapadas. Os laterais Ilaílson e Jaquinha só apareciam pelos erros primários de passe.

As exceções ficaram por conta de Vinícius, que voltou a pontificar com segurança e arrojo, evitando mais dois gols do Salgueiro em jogadas nascidas de falhas dos zagueiros. Além dele, merece menção o esforço inglório de Flamel e Jayme tentando arrumar os muitos desacertos do time.

O fato é que não havia como terminar bem o que começou (e permaneceu) errado. Apesar de mantido no G4 até o último momento, a eliminação se esboçou na penúltima rodada, por ocasião do vexame diante do Sampaio e na presença de 35 mil fanáticos no Mangueirão.

——————————————————————————-

Debandada geral prenuncia tempestades

Diretores começam a se afastar da gestão do Remo. João Moscoso já saiu. Marco Antonio Magnata oficializa hoje sua renúncia ao cargo de diretor de Futebol. A tendência é que outros sigam o mesmo caminho. O clima é de debandada geral. Prenúncio de problemas à frente, pois dirigente quando pede para sair é porque sabe que há confusão se aproximando.

Por trás dessas deserções estão as muitas divergências com o comando exercido pelo presidente Manoel Ribeiro, que exercita o poder como fazia há 50 anos. O estilo centralizador do aclamado Marechal da Vitória de outros tempos tem desagradado seus parceiros de diretoria.

Um dos problemas mais sérios ocorreu na véspera do jogo com o Sampaio, pela 17ª rodada da Série C. Todos os diretores eram favoráveis ao pagamento imediato de 50% dos salários de julho aos jogadores, como tinha sido prometido. MR não concordou e, sozinho, decidiu pagar somente na segunda-feira após a partida. Há quem atribua o pífio rendimento do time em campo à irritação dos atletas com o descumprimento da promessa.

Esses e outros dramas diários se desenrolam no clube, com maior ou menor consequência para o futebol, gerando um clima de instabilidade que pode culminar nesta semana com um pedido formal (por parte de um grupo de conselheiros) de afastamento do presidente.

————————————————————————————

Insatisfação da Fiel não gera mudança no Papão

O Papão perdeu novamente e a diretoria não dá sinais de que pretenda mexer no comando. A torcida, em grande parte, exige mudanças que ajudem a impulsionar a equipe para uma arrancada final na Série B, capaz de afastar de vez a ameaça de rebaixamento. As vaias ao time e ao técnico Marquinhos Santos, depois do jogo contra o América, indicam essa insatisfação crescente.

Com 27 pontos e em 14º lugar, o Papão está apenas a dois pontos do primeiro time situado na zona da degola – o Figueirense, com 25 pontos –, tendo ainda dois perseguidores diretos, Luverdense (27) e Goiás (25). Diante disso, passa a ser dramático o jogo com o lanterna ABC no próximo sábado, na Curuzu. Novo revés pode empurrar o time não só para o Z4, mas para uma crise de proporções imprevisíveis a essa altura do campeonato.

(Coluna publicada no Bola desta segunda-feira, 11)

11 de setembro de 2017 at 1:03 9 comentários

Fogão, em ritmo de treino, supera o velho rival

11 de setembro de 2017 at 0:08 Deixe um comentário


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,402,483 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.969 outros seguidores

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

setembro 2017
S T Q Q S S D
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: