Torcida leva incentivo aos jogadores no embarque do Leão

remoaeroporto3-07-09-2017-16-05-13

A torcida do Remo foi levar seu incentivo aos atletas e à comissão técnica no embarque da delegação para Pernambuco, na tarde desta quinta-feira, no aeroporto de Val-de-Cans. Em grande número, os torcedores cantaram o hino do clube e pediram que os atletas honrem o uniforme azulino na partida decisiva contra o Salgueiro, sábado, às 19h30, no estádio Cornélio de Barros, no agreste pernambucano.

destaque-448786-remoaeroporto

Apesar dos problemas de suspensão e lesões no elenco, incluindo a perda de última hora do atacante Pimentinha, o técnico Léo Goiano prometeu um time aguerrido e comprometido em busca da classificação.

Para passar à próxima fase, o Remo precisa vencer o Salgueiro e torcer por um tropeço do Confiança diante do Águia ou do Fortaleza frente ao Moto Clube, ou ainda empatar e torcer para que todos os demais jogos terminem empatados. (Fotos: RAPHAEL GRAIM/Ascom-CR)

Sobre o papel do crítico

POR MAURO CEZAR PEREIRA, na ESPN

Criticar um ator ruim, uma péssima música, uma peça pífia. Elogiar um ótimo filme, uma canção sensacional, uma excepcional interpretação. Criticar uma decisão política equivocada, uma prato caro e nada saboroso, uma medida econômica desastrosa. Elogiar uma ótima lei aprovada, uma comida boa de preço e paladar, uma decisão governamental positiva para as finanças.

Various microphones aligned at press conference isolated over a white background.

Tudo isso faz parte da rotina do crítico. Seja ele de cinema, teatro, música, política, gastronomia, economia, futebol… Se o resultado apresentado é ruim, os comentários serão negativos. Caso os erros se repitam, ficarão mais intensos. Mas quando o que é proporcionado se mostra positivo, virão os elogios. E eles também ficarão mais fortes caso o bom desempenho ocorra mais e mais vezes.

Análises críticas constantes não representam “perseguição”, desde que sejam frequentes como o que de negativo foi mostrado pelo objeto das mesmas. Dessa forma, os elogios assíduos também não significarão “babação” ou favorecimento ao alvo de tão generosos comentários. Desde que os agraciados com palavras positivas façam por merecê-las, naturalmente.

Se você não gosta de determinado critico porque elogia demais, crítica muito ou costuma tem pensamentos diferentes dos seus, tente refletir a respeito. Por mais que isso possa incomodá-lo, é possível que ele tenha razão e você esteja errado. De qualquer forma, desde que respeitando os limites da educação e civilidade, nada deverá tirar o seu sagrado direito de criticar o crítico.

Tampouco devemos embarcar na tese oportunista que tenta transformar toda e qualquer crítica em desrespeito. Algo conveniente para quem tenta dela se proteger, por saber que erra demais. Com isso, espera que as pessoas fiquem intimidadas ao analisar suas ações. Manobra supostamente esperta e merecedora de atenção por quem deve ser obrigatoriamente crítico.

Jornalista que trabalha com opinião tem obrigação de tecer comentários positivos e negativos, sem rabo preso e sem ser ingênuo diante de manobras movidas por quem tenta se proteger a partir de outros acontecimentos.

Seguiremos de olho.

Papão quer afastar a ‘zica’ caseira contra o Coelho

DJEfP21WAAA4GsS

O Paissandu treinou, nesta quarta-feira, no gramado do Mangueirão, preparando-se para a partida de amanhã contra o América-MG pela 23ª rodada do Brasileiro da Série B. As novidades foram Bergson, Emerson e Ayrton, que estavam afastados da equipe por lesões. Juninho, meia recentemente contratado, treinou também e pode ser uma das novidades do Papão. Marquinhos Santos tem a possibilidade de escalar, depois de várias partidas, o time considerado titular.

A preocupação do técnico é afastar definitivamente a má fase nos jogos disputados em Belém. Para isso, tem dedicado boa parte do tempo a conversar e motivar os jogadores, apontando as boas perspectivas de recuperação, caso o time consiga vencer os dois jogos previstos para Belém – América e ABC, na rodada seguinte.

DJIr5oVWsAAvoOZ

Entre os jogadores, a preocupação é não deixar que a pressão por bons resultados altere a maneira de jogar da equipe contra adversários que jogam sempre muito fechados na capital paraense. O meia Rodrigo, que tem atuado como titular, ressalta que o importante é se preocupar com cada jogo, evitando as contas e projeções de tabela.

O América-MG é o vice-líder do campeonato e o Papão ocupa a 14ª posição. (Fotos: FERNANDO TORRES/Ascom-PSC)

Trio goiano no apito de Salgueiro x Remo

Um trio de Goiás terá a missão de comandar Salgueiro x Remo, neste sábado, às 19h30, no estádio Cornélio de Barros, pela 18ª rodada da fase de classificação da Série C 2017. André Luiz de Freitas Castro, 43 anos, será o árbitro central, auxiliado por Leone Carvalho e Márcio Soares Maciel. Será o 13º jogo apitado por André Luiz na temporada e o primeiro na Série C.