Zagueiro turco recusa camiseta antiguerra: “Milhares morrem todo dia no Oriente Médio”

Por Ivan Longo, na Revista Fórum

O zagueiro Aykut Demir, capitão do time turco Erzurumspor, resolveu adotar um gesto polêmico para chamar a atenção sobre a comoção seletiva que parte do mundo vem expressando com relação à guerra entre Ucrânia e Rússia. Pouco antes de partida recente contra o Ankaragucu, válida pela segunda divisão do futebol da Turquia, o atleta se recusou a vestir uma camiseta com a inscrição “No war” (“sem guerra”, em português”) que estava sendo usada por outros jogadores. 

Sua atitude gerou polêmica e inúmeras críticas. Ao jornal esportivo turco Fanatik, Demir explicou que o gesto não foi uma sinalização de apoio à Rússia, mas uma forma de destacar a seletividade na comoção relacionada a guerras e mortes pelo mundo. 

“Milhares de pessoas morrem todos os dias no Oriente Médio. Aqueles que ignoram a perseguição lá e não se manifestam fazem essas coisas quando se trata da Europa”, declarou.

“Não me senti confortável usando a camiseta porque não foi feita para outros países no Oriente Médio. Se tivesse acontecido o mesmo, minha consciência estaria confortável. Também estou triste que haja guerra em qualquer lugar do mundo. Compartilho a dor de pessoas inocentes”, prosseguiu o jogador. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s