“República de Ronaldo” começa a ruir

Do blog do Perrone

A queda diante do Tolima faz o peculiar modelo de administração do futebol corintiano passar por seu maior momento de crise. A equipe se moldou em torno de Ronaldo. Aos poucos, o atacante conquistou quase todos no Parque São Jorge. Em vez de o Fenômeno se adaptar ao clube, aconteceu o inverso. Hoje, boa parte de quem está no poder é seu amigo íntimo. O presidente Andrés Sanchez passou a frequentar jantares e festas com ele. O jogador  contribuiu para a ascensão social do cartola. Levado por Ronaldo, Andrés frequentou ambientes badalados, como a casa do apresentador Fausto Silva, que costuma reunir esportistas e celebridades, às segundas, para comer pizza.

O médico Joaquim Grava, que dá nome ao CT do clube, é outro companheiro de Ronaldo. E também foi levado por ele à casa de Faustão e a outros lugares chiques. Grava é um importante consultor de Andrés. Recentemente, outro amigo do atacante ganhou força no futebol: Duílio Monteiro Alves, nomeado como diretor adjunto. Patrocinadores que ajudam a pagar as contas, também são próximos de Ronaldo. Rodeado de camaradas e considerado responsável por um incremento fenomenal  nas receitas do clube, Ronaldo quase nunca é contestado. Foi se sentindo cada vez mais à vontade. Situação bem diferente da de outros jogadores, como Bruno César. Alvo de críticas veladas do Fenômeno, o meia perdeu a posição de titular contra o Tolima e parece sofrer um processo de fritura.

Ronaldo se envolveu em diversos assuntos no Parque São Jorge. Encontrou patrocinadores, tentou incentivar empresas a investir no estádio e na reforma do CT. Enfim, tornou-se importante fora de campo. Dentro das quatro linhas, porém, não apresenta um bom futebol há pelo menos seis meses. Mas como tirá-lo do time? Como barrar e exigir que entre em forma alguém que se acostumou a ver o universo corintiano girar ao seu redor? Alguém que ajudou a combater a anemia financeira alvinegra. É uma resposta que Tite e Andrés Sanchez terão de encontrar, agora sob pressão da torcida. Ela passou a questionar o motivo para  uma equipe se sacrificar em campo por um jogador que não desequilibra e não se esforça para perder peso. A Fiel também começa a se incomodar com o fato de Ronaldo ter uma brilhante história no futebol mundial, mas não com a camisa corintiana.

5 comentários em ““República de Ronaldo” começa a ruir

  1. É por isso que as “ORGANIZADAS” nunca acabam. Quando necessário, é usada pela oposição dentro de um clube. Chegou a hora de vândalos disfarçados de torcedores corintiano, ser manobrados para tumultuar o ambiente do clube.
    A oposição, sabendo que será dizimada em um próximo pleito tendo o Ronaldo como ombro amigo de Andrés Sanchez na disputa e, por isso será imbatível no fronte, começa a lançar seus tentáculos contra Ronaldo e Sanchez. Preferem, aliás, como sempre, seus interesses em detrimento dos lucros financeiros que Ronaldo representa hoje para o Corinthians.
    Agradar “torcedor” quase sempre representa um tiro no pé, pior ainda a ex- jogador, cujo comportamento, o Brasil inteiro conhece.

    Curtir

  2. O GAMBÁ DE SAMPA É O re-mio daqui….QUERO SE QUEBREM DE VEZ….HOJE TOMARA QUE O PALMEIRAÇO META UMAS DUAS OU TRES BOLAS NA CLOACA DO GAMBÁ…

    Curtir

  3. O GAMBÁ PAULISTA, inoculou uma bola na CLOACA da PORCALHADA VERDE !

    CRÉU NELES !!!!!!!

    O time do Paysandu é sofrível, o 2º tempo do jogo foi o reflexo absoluto de um time peladeiro infantil.

    Curtir

  4. Mais um jogo, mais 3 pontos, mais uma vitória sem convencer. Creio que esse tal favoritismo que os azulinos fazem questão de passar para o Payssandú pode está atrapalhando. Sérgio Cosme parece só não ser pior que o Giba, pois com um elenco deste que tem em mãos, com Thiago Pontiguar fazendo da sua habilidade a diferença, era para estar arrasando. Como na vez anterior continuo insatisfeito com a produção do time. Onde está LOP que não ver que esta defesa precisa de total reformulação?

    Curtir

  5. caro gerson fico indignado quando vejo os times daqui do pará trazendo “jogadores” de fora acompanhei a luta do jogador ARI de 26 anos de idade paraense artilheiro da segundinha em 2009 pelo izabelense, tendo passagem pela tuna CFZ em brasilia e no mesmo ano vindo disputar o campeonato catarinese pelo juventus fazendo gol inclusive contra figueirense e outros, após o encerramento do catarinense retornou a belém de ferias onde foi convidado a jogar pelo izabelense e posteriormente no santa rosa o referido jogador ficou no periodo preparatório treinando junto com os jogadores do remo com a promesso do tecnico de ser observado se destacou nos treinos fazendo gols vindo inclusive ser questionado o porque ainda não haviam assinado com ele, inclusive o auxiliar técnico do remo vendo ele se destacar nos treinos perguntou a ele se os direitos federativos do mesmo estava com ele pois o auxiliar foi categorico em dizer que o remo não iria assinar com ele mais que se quisesse ele o mandaria para um time no Mato Grosso, para fechar o rapaz se transferiu para o futebol de Macapá para jogar no américa que ira disputar a copa do brasil. sou remista mais isso e falta de organização

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s