O que aconteceu com Romário?

Por Maurício Stycer

A impressionante a lista de más notícias recentes que envolve Romário. Depois de ser preso por 24 horas por não pagar pensão alimentícia à ex-mulher, o ex-jogador terá nesta terça-feira um apartamento avaliado em R$ 9 milhões leiloado em conseqüência do não pagamento de dívidas. A ação judicial que levou a este leilão foi motivada por obras em um apartamento de sua propriedade, que causaram danos em dois imóveis vizinhos.

O prejuízo foi calculado pela Justiça em 5,6 milhões. Romário também deve cerca de R$ 1,2 milhão de condomínio atrasado, além de mais de R$ 700 mil de IPTU. O craque da Copa de 94 teve três carros (Ferrari, Porsche e Mercedes Benz) e uma moto (BMW) penhorados, que podem ser leiloados caso o imóvel não alcance o valor necessário à quitação do que deve.

Em outras frentes, Romário coleciona diferentes ações na Justiça. Foi condenado a indenizar, no valor de R$ 900 mil, Zagallo e Zico por pintar caricaturas dos dois nos banheiros do Café do Gol, um bar do qual foi sócio, no Rio de Janeiro. Aliás, esta semana, o Baixinho foi condenado a pagar uma indenização de R$ 3,7 mil por passar um cheque sem fundo a um técnico de som, por serviços prestados no tal bar.

Não bastasse, em junho, Romário foi condenado a três anos e meio de prisão por crime tributário, além de sofrer uma multa de R$ 1,7 milhão, acusado de sonegação fiscal nos anos de 1996 e 1997. Ele ainda pode recorrer da decisão.

Há uma semana, foi obrigado a depor na polícia, suspeito de envolvimento num jogo conhecido como “pirâmide da fortuna” e, depois, voltou à delegacia para dar explicações sobre o destino de um carro seu, um Hummer, que teria sido passado adiante para cobrir o prejuízo que um conhecido teve no suposto esquema. Romário nega qualquer envolvimento no caso.

Nada disso parece combinar com a imagem que guardamos de Romário em seu período como jogador. O Baixinho era uma figura diferenciada. Além de ter sido um dos maiores atacantes do futebol brasileiro, construiu uma reputação original. Sempre demonstrou orgulho da fama de “bad boy” e “marrento”, que construiu com a ajuda de uma mídia complacente, ao mesmo tempo em que demonstrava coragem de falar “verdades” para dirigentes, técnicos, jogadores e jornalistas.

Fugindo dos lugares comuns, Romário cultivou o hábito, pouco comum no meio futebolístico, de falar o que passava pela sua cabeça, frequentemente em defesa dos seus próprios interesses e, em menor escala, dos “grupos” que integrou como jogador.

Pela segurança e auto-confiança que sempre demonstrou, Romário passava a impressão de que, diferentemente de outros jogadores, tinha a cabeça no lugar e sabia administrar a fortuna que o futebol lhe proporcionou. Pela avalanche de más notícias recentes, não é o que parece ter acontecido. O que será que houve?

6 comentários em “O que aconteceu com Romário?

  1. Tem mais Pensao que a Rua do Ouvidor! frase antiga mais que fica bem no”Peixe”.

    Dinheiro ele ganhou,agora a forma que investiu e’ que foi totalmente errada.

    Mas o baixinho nao vai acabar na lama, afinal de contas ele tem umas Mixarias pra receber de Vasco&Flamengo. coisa de 20 milhoes de um e 20..do outro. vai dai…..

  2. Tomara que o Romário faça carreira indo aos clubes dar testemunho sobre o que é ser famoso, ficar rico e cheio de amigos e depois quando a grana escasseia perder os amigos e ganhar processos que tentam lhe tirar até o último centavo. Sempre foi assim a assim será diz a letra do Milton Nascimento, até que alguém como o baixinho grite Ei olhem prá mim voces que estão começando agora!

Deixe uma resposta