Mais um crime impune no país que persegue ambientalistas

Imagem

Zé e Márcia do Lago e sua filha, que lutavam para proteger os habitats das tartarugas fluviais no rio Xingu, no Pará, foram assassinados nesta semana. Enquanto os EUA condenam pomposamente violações de direitos humanos por rivais geopolíticos, o aliado Brasil tem a 4ª maior taxa de homicídios de ambientalistas do mundo. (Brian Mier)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s