Começo de um novo tempo?

Por Gerson Nogueira

GERSON_06-09-2013Aos que escrevem perguntando sobre o Remo sub-20 que encarou o Vitória pela Copa do Brasil, digo apenas que é um bom grupo de jogadores, alguns dos quais podem ser muito úteis no time de profissionais. Contra os baianos, mais importante que o empate (e o equilíbrio técnico) foi a confirmação de uma realidade auspiciosa para o clube.

Mesmo com todas as velhas e conhecidas dificuldades, a começar pela ausência de orçamento específico e inexistência de estrutura, o Remo dispõe hoje de um grupo valioso de jovens atletas, quase todos em condições de serem aproveitados no time principal.

Constitui um verdadeiro milagre, quase produto do acaso, que essas revelações tenham florescido em ambiente tão pouco favorável. Nem a falta de condições básicas de suporte à formação dos garotos foi capaz de impedir que surgissem talentos.

Alex Ruan, Gabriel, Ian, Igor, Nadson, Rodrigo, Guilherme, Edcléber, William, Sílvio, Rodrigão e Jaime. Quase todos jogaram anteontem, ratificando a boa impressão deixada na Copa Norte.

Óbvio está que o técnico Charles Guerreiro, presente ao jogo, não vai poder lançar mão de todos, sob o risco de queimar a garotada, mas é inegável que passa a ter um excelente manancial para composição do elenco para 2014. Antes de ir buscar jogadores veteranos em outros Estados, o Remo tem a chance única de rechear seu time com moleques saídos da base.

Diante do bem armado Vitória, time formado há três anos, o Remo não decepcionou. Pelo contrário até. Foi agressivo desde a escalação, atacando o tempo todo, às vezes de maneira até afobada. Perdeu muitas chances de gol, pecou pela inexperiência (principalmente Edcléber e William), mas agradou pelas insistentes jogadas em tabelinha no ataque.

Times que têm boa qualidade técnica apreciam a troca de passes como forma de envolver o adversário. O Vitória joga assim, tocando a bola em velocidade. O Remo, dirigido por Walter Lima, segue o mesmo manual. Mesmo nas saídas pelo meio-campo o time valorizava o passe, evitando chutões. Nem sempre acertou, mas, quando o passe encaixou, construiu suas melhores oportunidades e chegou ao gol de empate.

Observo cobranças até exageradas em relação à nova diretoria do Remo, a começar pela garantia de que vai investir seriamente nas divisões de base. Claro que os gestores devem se comprometer com isso, mas o momento é de reconhecer o bom trabalho de valorização da garotada, algo que há muito tempo não se via no futebol paraense.

————————————————————————

Ideia para organizar fiscalização

A propósito da fiscalização de bilheterias no Mangueirão, alvo de críticas e até certa desinteligência entre os dirigentes do Remo, o torcedor Pablo Gouveia tem sugestão que pode vir a solucionar o problema em programações futuras. “O clube devia convocar a torcida para ficar nas catracas dos jogos, através de um pré-cadastramento de voluntários. Usariam colete numerado para identificar quem eventualmente agir de má fé. Após os trabalhos, os que se dispuseram a colaborar com o Remo entregariam os coletes e entrariam no jogo de graça (nada mais justo)”.

Com isso, o clube economizaria nos custos do evento e combateria os velhos esquemas existentes nos estádios de Belém. Ao mesmo tempo, prossegue Gouveia, seria designado um diretor para ficar responsável pela fiscalização da venda, assim evitando desvios de ingressos para cambistas.

————————————————————————-

Um jogo ideal para Aleílson

Apesar do cansaço que a maratona de pinga-pinga aéreo impôs ao grupo, o Paissandu tem boas chances de celebrar hoje sua primeira vitória fora de casa na Série B. O ASA está melhor posicionado na classificação, mas tem um time limitado, com defesa cambaleante, ideal para manobras de atacantes velozes – como Aleílson. Arturzinho, porém, deve manter de início a dupla Nicácio-Iarley.

————————————————————————-

Adeus ao amigo Edilson

Um grande amigo partiu ontem. Além de brilhante jurista e excepcional figura humana, Edilson Dantas foi um apaixonado desportista, no sentido mais generoso do termo. Foi um dos fundadores da primeira torcida organizada do Remo, a Sangue Azul, que tinha também José Miranda e Alencar (Lapinha) como diretores. Isso por volta dos anos 70, quando essas torcidas se organizavam apenas para torcer e fazer festa.

Trabalhamos juntos na RBATV, entre 1993 e 1996, quando aceitou meu convite para comandar um quadro sobre dicas jurídicas no “Barra Pesada”. Acompanhei à distância sua luta contra o câncer. No final do ano passado ganhei um presente especial, entregue por sua filha Patrícia. Enviou-me “O Jornalista e o Assassino” (de Janet Malcolm), certeira reflexão sobre a ética jornalística. Ao telefonar para agradecer pelo livro, estava (sem saber) me despedindo do amigo. Deixa saudades e muitos seguidores.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta sexta-feira, 06)

36 comentários em “Começo de um novo tempo?

  1. Boa pergunta, a qual prefiro aguardar mais um pouco para responder. E a escandalosa evasão de renda no jogo do Leãozinho me dá ampla razão neste ceticismo.

    Curtir

  2. Arthurzinho faz o correto, mantém a equipe que não perde havia 2 jogos seguidos, e com isso, vai acelerando o conjunto… ASA, é um time muito forte dentro de casa, vinha de 3 vitórias, sendo 2 goleadas, antes de perder para o São Caetano, na última rodada, por não ter tido competência para matar o jogo: 4 x 0 no ABC; 3 x 1 no Figueirense; 2×0 América-MG;, provando que, em casa, é difícil de ser batido… Papão que se cuide, pois não terá moleza no jogo de hoje… ASA melhorou muito, após a chegada de alguns reforços, indicados pelo técnico Leandro Campos..

    Paysandu: Paulo Rafael, Yago, Fábio Sanches, Leonardo e Gilton. Vanderson, Zé Antônio, Jailton e E.Ramos. Iarley e Marcelo Nicácio.

    Banco: Marcelo, Diego Bispo, Max, Pablo, Romário, Djalma, Alex Gaibú e Aleílson

    Curtir

  3. Sobre as torcidas que você comenta no posto sobre a despedida de seu amigo, eu lembro quando criança que realmente não existia essa selvageria que hoje nos constrange e afasta milhares dos estádios, lembro com saudosismo de torcidas como: Sangue azul do cachorro de peruca e as do Paysandu lembro da Torcida Jovem,Raça Bicolor e Payxãonossa, torcidas que iam só pra fazer a festa e torcer. Ainda sonho com um ritual que a raça fazia em todos os jogos do papão no mangueirão, ela se concentrava na subida da rampa e vinha tocando sua bateria nota 10 subindo a rampa e a torcida ficava na bancada só ouvindo aquele estrondoso som se aproximar e ai de forma apoteotica eles entravam na bancada surgindo por aquele pequeno túnel e a galera ia a loucura. era muito pai d’égua!!!!!!!

    Curtir

  4. amigo Claudio, será o ataque dos sonhos?
    e hoje o PAPÃO tem que jogar com muita disciplina e garra que ganha esse jogo fora, meu palpite é 2×1.

    Curtir

  5. Não escalei o time para ser aproveitado integralmente, amigo Cláudio. Citei o fato de que são jogadores promissores, que devem ser aproveitados na medida do possível. Sempre vou preferir jovens inexperientes da casa a velhotes viciados de fora.

    Curtir

  6. Bom Dia! a todos ja de volta a Santana no AP depois de assistir o jogo do PAPÃO e assistir o programa ao vivo da Clube na quarta feira.

    Curtir

  7. Sinceramente ainda estou na dúvida em relação esse aproveitamento da base, mais uma certeza, Remo tem que achar até dezembro 02 meias dos bons (acima de 30 Mil) estilo Junior Xuxa.

    Goleiro: Fabiano
    Laterais: Alex Juan e Levy
    Zagueiros: Zê Antonio, Igor e Rach
    Frente Zaga: Jonhatan e André
    Meio de Campo: NADA
    Ataque: Branco, Valotelli e Jaime

    Curtir

  8. De fato, amigo Cláudio, foi uma grande perda para todos que conviveram com ele. Lutou durante quase cinco anos contra a doença.

    Curtir

  9. Fiquei assustado com a notícia, ontem. Não sabia que o Dr. Edilson lutava contra o câncer. Ele foi, em 2001, meu professor de Direito Processual Civil no 5º ano do curso de Direito. Excelente mestre. Todos da turma faziam questão de jamais perder suas aulas. Que descanse em paz.

    Curtir

  10. O liaum deve agradecer muito ao Diário, pois este, é o aparelho que ainda leva oxigênio ao pulmão daquele. De outra forma, já estaria esquecido, faz tempo….
    hehehehe…

    PAPÃO 3 X 1 ASA.
    DÁ-LHE PAPÃO O MAIOR DO NORTE.

    Curtir

  11. Claudio,O Charles esta no Remo por causa do “projeto” lembras!? ai ele foi esperto,assinou um contrato longo, para ter certeza$.

    Na primeira derrapada esses miúdos da base, voltarão todos a beber agua da torneira. O teu time tem uma tradição antiga, a de grande importador.

    Evidente que nem todos serão craques,tem sido assim em todas as bases,seja de clube grande ou pequeno.

    Uma boa parte tem mesmo que ir procurar outros caminhos…Mas existem nessa listinha do Gerson e fora dela, nomes que irão brilhar, disso nao tenho duvidas.

    Mas não vai ser com a camiseta azulina.O imediatismo não permite.

    Curtir

  12. Gerson Nogueira,

    Respeito sua opinião mas tenho outra diferente. Cameçar novos tempos em alguma coisa significa esquecer o amadorimo, as idéias antigas e as picuinhas para dar lugar ao profissionalismo e ao modernismo. Não vi absolutamente nada disso nessa nova diretoria do remorto a qual na minha opinião não passam de um monte de aventureiros sonhadores e iludiddos que vão afundar ainda mais esse time. Quem viver, verá em breve. E não falo isso por ser simpatizante bicolor não, falo com base na postura desses dirigentes do remorto na atualidade que estão agindo mais como torcedores que dirigentes. A acusaçao leviana ou infundada ao dirigente Wandick, na qual disseram publicamente que wandick torcendo contra o remorto nessa busca pela serie D é loucura da cabeça desses dirigentes remistas atuais. Lembro que quando Rafael Levi assumiu esse time e pela postura que mostrou desde o início, eu mesmo afirmei que esse Levi poderia erguer o remorto e assim o fez. Mas nessa diretoria remista atual não tenho nenhum receio disso.

    Curtir

  13. Como sabemos o Remo contratou o volante André, ex-Botafogo(SP), e já com passagem pelo Leão na série D de 2012. Assisti na manhã de hoje no Camisa 13 a entrevista do Charles Guerreiro sobre o novo “reforço” e o mesmo disse o seguinte: – “não conheço e não pedi sua contratação. Quem contratou foi a diretoria….se for bom joga; se for ruim não joga”.

    Essa história de projeto é um tremendo papo furado que vai terminar na primeira derrota para o Paysandu no Paraense. Cai o técnico, devolve a molecada às divisões de base e contratam medalhões em final de carreira…..velho filme com novos atores.

    Curtir

  14. Amigos, Harold e Oliveira, o único projeto existente, hoje, no Remo, é para tentar fazer o Charles pedir demissão do clube, sem o Remo ter que pagar multa a ele… Tudo que ele pede, a diretoria faz ao contrário, pra ver se ele desiste… Só ele ainda não viu(será?)…A grande verdade é que o técnico dos sonhos do clube, chama-se Roberval Davino… É ele que o clube quer para 2014, no que eu, assino embaixo, mas se estivesse no lugar desses diretores, não perderia tempo. Chamaria logo o Charles, para um acerto..Daqui a pouco, é Outubro, ou seja, o Remo já estará a 3 meses do Parazão, tempo ideal para um bom técnico como o Davino, montar esse elenco e fazer voltar à base, quem ele não aprovar… Elementar…

    Curtir

  15. Não torço contra treinadores da regiao, mas concordo com o amigo Claudio, a preparação da equipe do Remo para 2014, tem que ser um treinador de fora do estado. Começar com técnico regional é incorrer no mesmo erro do passado. Se querem mudar os procedimentos, então que a diretoria tenha coragem para agir logo.

    Curtir

  16. Pior que é verdade, Claudio e Lucilo. Nas maiores conquistas do futebol paraense não havia técnicos locais à frente, o que dá razão a você Claudio, em termos gerais, muito embora às vezes pegue pesado de mais. O problema é o orçamento apertado, levando a economia que no final sai ainda mais caro.

    Curtir

  17. Égua ! Amigo Cláudio, vai ver ele ainda não tem time nas “mãos”. Te contar !! CR irá pagar caro pela incompetência do Charles. Acho que o melhor nome regional seriam: J. Galvão e Cacaio.

    Curtir

  18. Qual o teu palpite para hoje, Cláudio ?! Estou achando que o PSC irá vencer, DESDE QUE jogue com aplicação e raça, como no jogo passado.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s