Copa 2014: mais de 3,6 milhões de solicitações

A Fifa voltou a destacar nesta quinta-feira, desta vez por meio da coluna mensal do secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, a grande procura por ingressos para a Copa do Mundo de 2014. O dirigente revelou que quase meio milhão de pedidos por bilhetes já foram feitos apenas para a final que será realizada no Maracanã, estádio que no Mundial terá sua capacidade total reduzida para 73.531 torcedores, segundo aponta o site oficial do organismo que controla o futebol mundial. Números oficiais da Fifa apontam que hoje o local é capaz de abrigar 79.185 espectadores.

“Após quase três semanas, os pedidos de ingressos estão chegando em um volume impressionante. Mais de 3,6 milhões de solicitações foram recebidas até o momento – quase meio milhão delas apenas para a final no Maracanã, apesar de o estádio ter capacidade para aproximadamente 73 mil pessoas”, escreveu Valcke em sua coluna, na qual também disse apostar que o Mundial no Brasil terá um volume recorde de pedidos por bilhetes. “Até agora, a Alemanha detém o recorde de pedidos na primeira fase de venda, com mais de 8 milhões, mas o Brasil está a caminho de superá-la”, completou.

Valcke também revelou que mais de 80% dos torcedores que procuraram ingressos até agora nesta fase inicial de vendas são brasileiros. (Do Estadão Esportes)

E aí, como ficam os urubulinos, profetas do Apocalipse, que pregavam o fracasso do Mundial brasileiro?

7 comentários em “Copa 2014: mais de 3,6 milhões de solicitações

  1. Gerson, quem foi na copa das confederações como eu fui, sabe que o mundial vai ser ruim. Mas
    Rã quem já sofre indo há vários jogos no Brasil, o que vai ser este onde você pode ver os jogadores de fora.

    Curtir

  2. O mundial será mesmo um sucesso, menos para nós.
    A dinheirama arrecadada com quatro milhões de ingressos vendidos será toda da dona FIFA
    Os estádios serão todos arrendados a grandes empresas, o futebol será elitizado, com ingressos caríssimos. Algumas “arenas” nem despertarão o interesse de arrendatários e se tornarão elefantes brancos.
    A infra-estrutura necessária nas cidades não será feita, inviabilizando a chegada do torcedor ao estádios.
    Que enorme sucesso será esta Copa, sem dúvida, mas para os espertos, que ganharão dinheiro com ela. Para nós, os otários, mais um traço.
    E depois tem mais, na Olimpíada!

    Curtir

  3. A previsão de faturamento com a vinda de turistas, principalmente estrangeiros; com o aquecimento do comércio; com a disponibilização da rede de serviços, entre outros, é de R$122 bilhões, o que garantia um lucro ao país muito acima dos R$30 bilhões investidos, segundo o próprio ministro Aldo Rebelo.
    O estádio Mané Garrincha é o maior exemplo. Desde sua inauguração, no jogo FlaxSantos pelo Brasileirão, quando o comércio do entorno viu seu faturamento crescer exponencialmente e, a partir de então, o estádio virou um local de múltiplos eventos e frequentado por multidões, afastando definitivamente o precipitado estigma de ‘elefante branco’.
    À margem de previsões pessimistas, penso que o país será melhor depois da Copa do Mundo, superando esse risco(real) de afastar o povão dessas arenas, afinal, se a Inglaterra teve meios de fazer por mais de um século de Wembley um templo e com utilização restrita, sem ser chamado de ‘elefante branco’, nós também temos capacidade de garantir o uso racional dessas novas praças esportivas em alternância com outras já tradicionais.
    Basta ver o nosso exemplo aqui, em Belém, em um dia temos cerca de dez mil pessoas na Curuzu, torcendo pelo Paissandu; e, no dia seguinte, um público igual torcendo pelo Remo na Copa do Brasil sub-20. Decididamente, o que precisamos superar é a mentalidade da época da Arena, o partido dos milicos que fazia uso politiqueiro do Campeonato Nacional e injetava indiscriminadamente dinheiro público na construção de estádios pelos quatro cantos do país. E o futebol transformou esse limão em limonada.
    Por sso, quando vemos o jogo SampaioxÁguia, pela Série C do Brasileirão, colocar cerca de 30 mil pessoas no Castelão, em São Luís, podemos afirmar que o nosso futebol é tão grande que é bem maior que esse pessimismo teimoso, improcedente e injustificado.

    Curtir

  4. Pois é, Allan Silva e Roberto Silva. E tem gente que se finge de leso.
    Aliás, este mesmo assunto foi tratado aqui há pouco tempo. Muita sofisma amigos, infelizmente.

    Abs

    Curtir

  5. Se a Copa vai trazer todos os benefícios anunciados pelos otimistas será a primeira vez na história que um país terá lucro com tal evento, pois é notório que todos os países-sede de Copa e Olimpíadas amargaram prejuízos e tiveram de conviver com gigantescos elefantes brancos…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s