Novo estádio da Macaca vai custar R$ 150 milhões

Para clarear a mente dos que vivem nas trevas e ainda acreditam nas potocas do presidente-estadista. A Ponte Preta, tradicional clube do interior paulista, está negociando seu estádio com um consórcio de empreiteiras liderado pela construtora Gafisa. Pela transação, a Macaca receberá R$ 50 milhões em dinheiro, além de ajuda financeira para – em parceria com investidores, mais financiamento do BNDES – construir um centro de treinamento e uma nova arena (na área urbana de Campinas) para 30 mil torcedores. Custo estimado do novo estádio: R$ 150 milhões. Resumo da ópera: Klautau nada faria com aqueles R$ 18 milhões, valor que a todo instante era citado como suficiente para construir a Arena do Leão. Brincadeira tem hora. (Com colaboração de João Reinaldo Moscoso)

12 comentários em “Novo estádio da Macaca vai custar R$ 150 milhões

  1. A Arena do Remo, foi uma das maiores potocas da historia do futebol paraense e incrivelmente alimentada durante meses por uma boa parte da “cronica” local.
    Agora Gerson, o estadio da Ponte e’ bem maior que o do Remo e fica em Campinas, um lugar que para quem conhece, sabe o quanto e’ caro os terrenos na area central.

    Curtir

  2. Gerson, como já coloquei aqui, devido a algum problema seu pessoal com o você esquece de analisar alguns pontos e passa a tratar as coisas como achismos.
    Mas vamos lá avaliar já que você possui outro parâmetro: A troca do Moisés Lucarelli. Assim como na negociação do baenão, não envolveria dinheiro para a diretoria, como está na blog, o valor de R$ 50 milhões são referentes ao valor de compra do estádio, que possui 36 mil m². Com isso, cai por terra a teoria de muitos que o baenão valeria isso tudo, pois o baenão possui só 27 mil m² e não se pode dizer que a área do mesmo está melhor localizado que o estádio da ponte. A diferença entre os R$ 150 milhões estimados na construção e os R$ 50 milhões está no naming right da nova arena que será adquirido pela Red Bull por 10 anos. Para quem não sabe a Red Bull já comprou um time em São Paulo, o Red Bull Brasil. Não dá para avaliar o interesse da Red Bull com a aquisição do naming right do estádio, mas é difícil imaginar que conseguiríamos realizar este tipo de transação no nosso futebol.
    Pelo valor informado, o estádio realmente deve ser moderno. Então não seria possível cronstruir um estádio com R$ 18 milhões? Veja o links abaixo sobre o valor e o tipo de construção do Frasqueirão Estádio do ABC.
    http://www.abcnatal.com.br/REPORTAGEM/REPORTAGEM_HTM/reportagem_061.htm
    http://www.abcnatal.com.br/FRASQUEIRAO/frasqueirao_dados.htm
    O estádio foi todo construído com degraus de arquibancada em pré-moldado e cada módulo, são 4 ao total, ficou em torno do valor de R$4,16 milhões. Se você multiplicar verá que dá menos de R$18 milhões.
    Isto sim são fatos.
    Não vou discordar da falta de transparência e nem da falta de carater do AK, mas dizer que não dá para construir o que fora previsto, isto não é verdade.

    Curtir

    1. Allan, basta um simples cálculo sobre a cotação do metro quadrado – praticado pela construção civil em Belém – para transformar em pó o fantasioso projeto da Arena do Aurá.

      Curtir

      1. Gerson, como sei que vc não é ignorante, entenda que o metro quadrado praticado se refere é para área construída e área comum, bem como as benfeitorias do local. Isso significa que você paga pelo seu tamanho do seu apartamento, junto com seu acabamento, mais as vagas de garagem e ainda as áreas de lazer que vem a conter no local, acrescido de itens como gás encanado, qtd de elevadores, etc.. Isso tudo pode fazer aumentar ou diminuir o valor praticado pela área. Isso nada tem haver com o valor de compra de algum terreno, que deve variar entre 5% e 15%, pois senão não tem como haver margem de lucro significativa para o empreendimento.

        Curtir

      2. De forma alguma. Tem a ver com o valor total de dinheiro direcionado para o negócio. Não esqueça que o complexo (veja você…) prometido pelo presidente do Remo era uma obra de construção civil como qualquer outra. Como sei que não é ingênuo, deve saber que o cálculo do valor do metro quadrado é uma projeção sobre o preço dos materiais empregados + custo de mão-de-obra. Esta é uma equação que vale para qualquer tipo de edificação. Não falei do valor final da obra, mas do dinheiro suficiente para construi-la, o que é bem diferente.

        Curtir

  3. Sinceramente, mas o projeto da Ponte Preta, nada tem haver com o do Remo. É muito diferente. Aliás, o rapaz que colaborou, era um defensor da CHAPA 1, logo…. . Te dizer.

    Curtir

    1. Cláudio, é claro que nada tem haver o projeto da Ponte preta com o do Remo por dois simples motivos:
      O primeiro é um projeto e o segundo é uma “potoca”, como o Gerson disse!..rsrsr!

      Curtir

  4. Quando vejo as imagens das maravilhosas e faraônicas “maquetes-propostas” dos estádios previstos para as copas da Rússia e do Qatar sou forçado a lembrar da super moderna, boa e barata “arena do leão”. Aquela maravilhosa lambança, é inolvidável, representou mais um dos inúmeros e faraônicos embustes do futebol regional.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s