Ronaldinho Gaúcho ganha nova chance no escrete

Ronaldinho Gaúcho está de volta. Nesta sexta-feira, no Hotel Intercontinental, em São Conrado, Zona Sul do Rio de Janeiro, o técnico Mano Menezes confirmou o retorno do apoiador do Milan à Seleção Brasileira no amistoso contra a Argentina, no dia 17 de novembro, em Doha, no Qatar. Além do jogador, o atacante Neymar, do Santos, também foi novamente lembrado pelo treinador. A única novidade é o apoiador Douglas, do Grêmio.

Mano decidiu chamar Ronaldinho após conversar com o jogador no centro de treinamento do Milan e de acompanhar o desempenho do jogador em duas partidas do clube na Europa, contra o Chievo (3 a 1), pelo Campeonato Italiano, e diante do Real Madrid (derrota por 2 a 0), pela Liga dos Campeões. A partir, o comandante da Seleção decidiu por chamar o atleta. Gaúcho não era chamado para a Seleção desde março do ano passado. A última partida do jogador pela equipe canarinho foi no dia 1º de abril, na vitória por 3 a 0 sobre o Peru, no Beira-Rio, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. (Do G1)

Goleiros: Victor (Grêmio), Jeferson (Botafogo), Neto (Atlético-PR)

Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Rafael (Manchester United), Adriano Corrêa (Barcelona), André Santos (Fenerbahçe)

Zagueiros: Thiago Silva (Milan), David Luiz (Benfica), Alex Costa (Chelsea), Réver (Atlético-MG)

Volantes: Lucas (Liverpool), Ramires (Chelsea), Sandro (Tottenham), Jucilei (Corinthians)

Meias: Douglas (Grêmio), Philippe Coutinho (Inter de Milão), Ronaldinho Gaúcho (Milan), Elias (Corinthians)

Atacantes: Robinho (Milan), Alexandre Pato (Milan), André (Dínamo de Kiev), Neymar (Santos)

9 comentários em “Ronaldinho Gaúcho ganha nova chance no escrete

  1. Bela convocação. Mano está apenas dando uma provável derradeira chance ao dentuço, que ao meu ver não é mais imprescindível, e Kaká que se esperte…

  2. A convocação do “Dentuço” só tem sentido se Mano colocá-lo novamente jogando de meia como em 2002, com movimentação por todo o gramado.
    Desde a época do Rykaard no Barcelona, quando passou a jogar encostado pelo lado esquerdo do campo, seu futebol decaiu vertiginosamente, custando-se a crer que um um dia foi o melhor do mundo.
    Quanto ao Neimar, terá que provar que tem além do extrordinário talento para jogar futebol é um ser humano normal e humilde.

    1. Talvez o Vitor seja um bom goleiro, mas é inegável que os dois outros estão muito abaixo do nível exigido para uma seleção. Já pensou se o titular se contunde? O pânico que causará a entrada de um dos dois?

  3. Gerson, começo e me preocupar com os critérios do Mano, mesmo sendo o período de laboratório. Semana passada ele foi até Madrid assistir Real x Milan pela Champions onde nesse jogo tanto Pato como Gaúcho foram peças absolutamente nulas, com o segundo apresentando um futebol longe do nível competitivo que o esporte exige . O Pato ainda tem a vantagem de ser um dos artilheiros do Calcio, mas Ronaldinho vem tendo atuações apagadíssimas, quem acompanha o Campeonato Italiano sabe disso.

    Por se tratar de um clássico, e com isso há necessidade de se ter jogadores experientes pelo menos no banco, é melhor aguardar, mas confesso que não espero muita coisa do Ronaldinho não.

  4. Pelos comentários 4, 5 e 6 é que defendo uma chance pro R Ceni nessa transição, não exatamente pelo aspecto técnico dos outros, mas pelo “know how”, liderança e profissionalismo.

Deixe uma resposta