Sem dó, nem piedade

POR GERSON NOGUEIRA

Remo 9×0 Galvez-AC (Rafinha, Tiago Miranda e Wallace)

O Leão fez gato e sapato do modesto Galvez acreano, ontem à noite, no estádio Baenão. Os números são acachapantes. Foi a maior goleada do Remo nas últimas décadas, a maior da história do clube em torneios da CBF e um recorde nas edições da Copa Verde. O placar de 9 a 0 serviu ainda como comemoração especial pela 40ª partida dos remistas na competição inter-regional.

Apesar da diferença técnica óbvia entre o Remo e o Galvez, poucos poderiam esperar um escore tão dilatado, até porque os azulinos entraram com um time mesclado. Felipe Conceição escalou alguns poucos titulares e muitos suplentes do time que disputa o Brasileiro da Série B.

Nos minutos iniciais, o Remo impôs marcação adiantada para provocar erros na saída de bola do retrancado Galvez. Com Rafinha, Neto Pessoa e Jefferson na linha ofensiva, as investidas priorizavam as jogadas de linha de fundo e foi por ali que nasceu o primeiro gol.

Marcos Junior foi lançado na área e deu um passe recuado para Neto Pessoa finalizar para as redes, logo aos 9 minutos. O Remo era superior e apertava o adversário não dando muitos espaços. Aos 15’, porém, acomodado com a vantagem parcial, a defesa permitiu uma chegada forte do Galvez, que mandou a bola na trave e quase empatou.

Aquela seria a última tentativa ofensiva do time acreano. Ainda no primeiro tempo, Neto Pessoa marcou duas vezes em menos de sete minutos, constituindo-se no grande nome da primeira parte do jogo.

O ritmo era de treino por parte do Remo quando a segunda etapa começou. Havia uma preocupação visível em evitar jogadas mais bruscas. Ocorre que o Galvez não oferecia nenhuma resistência, conformado com a derrota. Desse modo, o Remo foi ao ataque, conseguiu um escanteio e o estreante Edu escorou de pé esquerdo para as redes, logo aos 4 minutos.

A goleada se ampliaria aos 20’, após boa jogada de Wallace pela direita, que resultou em rebote para Rafinha encher o pé e marcar. Logo depois, Raimar (que substituiu a Ronald) foi derrubado na área. O pênalti foi cobrado e convertido por Wallace.

O próprio Wallace faria o sétimo, em rápida tabelinha com Neto Pessoa. Aos 31’, Neto Moura marcou chutando da entrada da área. E, aos 37’, saiu o nono e último gol, através de Wallace, novamente aparecendo com rapidez dentro da área e finalizando com um chute rasteiro.

Todos sabiam do favoritismo remista no jogo. Vencer era uma obrigação para um time que disputa a Série B, mas a aplicação do time e o resultado obtido empolgaram a torcida presente ao Baenão. Nos instantes finais, surgiu o coro pedindo o décimo gol, que acabou não ocorrendo.

Remo 9×0 Galvez-AC (Wallace, Neto Pessoa, Neto Moura e Warley)

A atuação destacada de Neto Pessoa, sem que Renan Gorne tenha sequer sido lembrado, deixa no ar que o centroavante pode ganhar chance nos próximos jogos do Remo no Brasileiro. Wallace, também autor de três gols, volta a sinalizar que tem condições de brigar pela titularidade.

Destaque também para o desembaraço de Ronald na lateral esquerda, para a movimentação de Rafinha junto aos atacantes e a tranquilidade de Paulinho Curuá na cabeça-de-área. O volante foi finalmente lembrado substituindo a Marcos Jr. no 2º tempo.

Uma estreia irretocável do Remo na Copa Verde, estimulando os sonhos de conquista da competição pelo clube, depois de ter batido na trave na edição 2020, com a derrota por pênaltis na decisão em Belém.

Motivação é o principal trunfo de Bezerra no Papão

O PSC faz sua estreia hoje na Copa Verde enfrentando o Penarol amazonense na Curuzu. Mais do que a preocupação com o torneio, as atenções estarão voltadas para Wilton Bezerra, que volta ao comando do time após ter participado da conquista do título paraense.  

Motivação e intensidade são as palavras mais ouvidas na Curuzu desde que Roberto Fonseca foi demitido na esteira dos três resultados sem vitória no quadrangular decisivo da Série C. (Sim, o desligamento do técnico foi por demissão, ao contrário da versão de “comum acordo” espalhada por aí.)

Bezerra conhece bem o elenco e é provável que saiba mais sobre as características dos jogadores do que o próprio Fonseca. Muito da experiência acumulada com a pressão pela conquista do Estadual será colocada a serviço da missão ainda mais desafiadora de recuperar as esperanças de acesso à Série B.

Para o jogo de sábado, contra o Ituano, o time não deve sofrer muitas alterações quanto aos nomes escolhidos, mas a forma de atuar seguramente terá uma nova sistemática. É improvável que o PSC seja tão passivo quanto foi diante do Botafogo, seu primeiro jogo como mandante no quadrangular.

Por característica pessoal, Bezerra é adepto de palavras de incentivo, do chamamento à raça e à superação e de orientações voltadas para o lado psicológico. Já afirmou, por exemplo, que o acesso é a prioridade e que ninguém jogou a toalha. É uma forma mais incisiva de dizer que a equipe vai corrigir as falhas das últimas partidas.

Contra o Penarol, o time deve ser alternativo, mas com a presença de jogadores que têm sido escalados como titulares, casos de Ratinho, Paulo Roberto, Grampola e Luan Santos.

Japiim tem confronto desafiador em Roraima

O Castanhal tenta sua segunda vitória na Copa Verde, hoje à tarde, diante do S. Raimundo-RR, em Boa Vista. Na primeira participação, na semana passada, o Japiim derrotou o Fast Clube, em Manaus, por 2 a 0.

O adversário de hoje é o mesmo que deu trabalho ao Castanhal na recente Série D. Os times empataram em 1 a 1 e o Japiim venceu por 2 a 1, jogando no estádio Maximino Porpino.

Um ponto que pode favorecer o time de Cacaio é a situação administrativa do S. Raimundo, que teve dificuldades em manter o elenco da Série D e precisou recorrer a jogadores da base para completar o grupo na Copa Verde. 

(Coluna publicada no Bola, edição desta quarta-feira, 20)

2 comentários em “Sem dó, nem piedade

  1. Perfeito o Remo, espero que domingo a gente consiga vencer. Só não entendi a comemoração do Neto Pessoa batendo continência isso aí tá fora de moda te atualiza meu filho. Fora Genocida.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s