Um comentário em “Na mosca

  1. Aqueles olhos arregalados, aquele grito gutural, agora meio falho ou pelo peso da idade ou por alguma moléstia que desconhecemos, aquelas mãos se mexendo desconecta e freneticamente, aquela empáfia de sempre e ar de papai sabe-tudo. Até quando?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s