Delegado entra com ação para impedir motociata de Bolsonaro em Manaus

Imagem

Uma Ação Popular pretende impedir a Prefeitura de Manaus use recursos públicos para conceder apoio ao evento “Motociata com o Presidente Jair Bolsonaro”, dia 17 deste mês, na capital amazonense. O autor é o delegado de Polícia Civil João Tayah, que é filiado ao PT.

Notícia veiculada no site oficial da Prefeitura, no dia 5 deste mês de julho, foi informado que haveria “o apoio com água, banheiro e mobilidade, por meio de toda a estrutura municipal”. “A prefeitura irá atuar de forma que o evento seja realizado da melhor maneira possível”.

João Tayah argumenta que a utilização de dinheiro dos contribuintes manauaras em atividade de pré-campanha eleitoral ofende os deveres de ética e honestidade, que devem ser obrigatoriamente cumpridos no trato da coisa pública.

Acrescenta ainda que a Administração Pública deve ser impessoal, não podendo servir de instrumento para favorecer determinados agentes ou grupos políticos. E que o uso de dinheiro público para financiar o evento, que se caracteriza como verdadeiro comício eleitoral, causa lesão inaceitável ao erário.
O delegado quer que a Prefeitura de Manaus se abstenha de efetuar qualquer gasto público com a citada “motociata”, sob pena de sujeição dos responsáveis à lei de improbidade administrativa e ao dever de ressarcir os cofres públicos. (Transcrito do Amazônia Atual)

Um comentário em “Delegado entra com ação para impedir motociata de Bolsonaro em Manaus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s