Loja da Havan é fechada por crime contra a saúde pública e desobediência ao distanciamento social

Equipes da Vigilância Sanitária notificaram a loja e o representante será autuado pela Polícia Civil

A loja da rede Havan, que foi inaugurada na manhã deste sábado (10), na avenida Augusto Montenegro, em Belém, foi fechada por prática de crime contra a Saúde Pública. O tumulto generalizado na loja durante o ato de inauguração descumpriu as normas preconizadas pela Organização Mundial da Saúde.

O gerente do estabelecimento foi conduzido para prestar esclarecimentos na Seccional da Marambaia. O dono da Havan, Luciano Hang, comandou o evento em meio, todo fantasiado, enquanto a confusão tomava conta do local envolvendo centenas de pessoas, atraídas por promessas de promoção e descontos na loja.

Um comentário em “Loja da Havan é fechada por crime contra a saúde pública e desobediência ao distanciamento social

Deixe uma resposta