Diplomacia da submissão

O chanceler mais submisso da história da diplomacia braisleiro, Ernesto Araújo, lançou uma nota neste sábado (19) defendendo a postura de subordinação do Brasil aos interesses dos Estados Unidos, que enviou o chefe do Departamento de Estado, Mike Pompeo, para hostilizar, em território brasileiro, a Venezuela. 

Pompeo visitou o estado de Roraima nesta-sexta-feira (18), região que faz divisa com a fronteira da Venezuela, em uma clara ameaça ao governo Venezuelano.

Mike Pompeo com Ernesto Araújo, no detalhe Trump com Bolsonaro

A visita foi duramente criticada por políticos e figuras públicas, pelo alto teor de subserviência do governo Brasileiro a Trump. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, chegou  a dizer que a presença de Pompeu no Brasil “não condiz com a boa prática diplomática internacional e afronta as tradições de autonomia e altivez de nossas políticas externa e de defesa”. 

Araújo também usou a nota para rebater Maia. “São infundadas as críticas do Presidente da Câmara Rodrigo Maia à visita que o Secretário de Estado Mike Pompeo e eu fizemos ontem à Operação Acolhida em Boa Vista”, disse. 

Deixe uma resposta