Era só o que faltava: parlamentares viajam em missão oficial a Angola para defender igreja Universal

Oito parlamentares vão viajar a Angola para pressionar as autoridades daquele país a resolverem com brevidade uma crise da Igreja Universal. Como se os problemas da igreja do bispo Edir Macedo fossem uma questão do Estado brasileiro, a missão dos parlamentares será custeada com recursos públicos. A viagem oficial será feita com avião da Força Aérea Brasileira nos próximos 30 dias, de acordo com requerimento aprovado pela Comissão de Relações Exteriores do Senado.

Em junho, um grupo de pastores angolanos dissidentes da Universal assumiu o controle de 30 templos, expulsando os sacerdotes brasileiros. Os rebeldes acusam a direção da Igreja de desvio da arrecadação do dízimo para o Brasil e Portugal. Dizem também que são vítimas de preconceito.

O bispo brasileiro Honorilton Gonçalves, responsável pela Universal em Angola, nega as acusações. Ele argumenta que há um complô contra os brasileiros. O senador Nelsinho Trad (PSD-MS), presidente da Comissão de Relações Exteriores, disse que tomou a iniciativa da viagem porque pastores brasileiros estão sofrendo “ameaças de morte”. (Do DCM)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s