Governador aceita convite do PSC para um rachão

Arquivo Agência Pará

Ao responder, no Twitter, comentário de um usuário citando o repasse de verbas destinadas aos clubes paraenses, que neste ano chegou a R$ 4,6 milhões, o governador Helder Barbalho ganhou elogios do Paissandu. Torcedor do rival, Helder não se recusou a aceitar um convite inusitado.

O internauta Thiago Ferrador postou no Twitter o seguinte comentário:

“Estou a mais de 20 anos em Belém, acho que esse é o pior momento do futebol paraense. Nosso governador deveria ajudar aos clubes, futebol é um grande negócio”.

A resposta do governador não tardou. “Estamos repassando aos clubes paraenses R$ 4,6 milhões só em 2020, o maior valor já ocorrido na história do Estado. Mais do que isto só se eu for jogar”, escreveu Helder.

O perfil oficial do PSC entrou na conversa comentando: “Que o menino Helder tá voando no governo, isso todo mundo sabe! São investimentos em todas as áreas, como no esporte, com o maior repasse da história do Parazão. Somos gratos! Seu apoio é fundamental! Mas e aí, @helderbarbalho? Que papo é esse de entrar em campo, gov?”.

Sem perder tempo, o PSC aproveitou a oportunidade para lançar um desafio para Helder: convidá-lo para um rachão. Bem humorado, o governador respondeu: “Combinado”.

6 comentários em “Governador aceita convite do PSC para um rachão

  1. Na vdd eu n gostaria q o governador vestisse essa camisa, já q o manto azulino lhe fica mt bem, todavia, ñ dá pr negar q essa foi sim uma grande sacada em tds os aspectos.
    Helder.. mano, domina no peito, vai na cara, entra com tudo e enfia para o fundo do barbante. Vc é matador..!
    Mauro Negrão Remista – Curuçá-Pa

    Curtido por 1 pessoa

  2. A dupla da capital atravessa um período muito obscuro com times limitados e sem competitividade.
    Muito me preocupa o futuro do futebol paraense que caminha a passos largos rumo ao limbo da serie D.
    Muito me entristece ver a massa paraense ter que se conformar com equipes medíocres, sem força ou apoio político dentro da CBF tendo um Paysandu garfado dentro de seus domínios e o rival mais uma vez sendo eliminado bruscamente e de forma humilhante despachado por um clube de quinto escalão do futebol de Santa Catarina.

    Curtir

  3. Bem, para ser justo com o Brusque eles: venceram a série D de 2019 (inclusive vencendo o Manaus, no Amazonas, na final); são bi-campeões da Copa Santa Catarina (2018/2019) e lideram o estadual com boa campanha (61% de aproveitamento dos pontos). O tosco é receberem apoio do ‘Veio da Havan’…

    Curtir

  4. O dinheiro público que o Governo do Estado disponibiliza como patrocinador do campeonato paraense de profissionais, e os clubes jogam no ralo da incompetência administrativa/financeira, deveria ser priorizado para a efetiva melhoria de infraestrutura de instalações, destacando-se: a ampliação e revitalização do obsoleto Mangueirão, conclusão do estádio de Santarém, construção dos prometidos estádios de Ananindeua e Marabá, e ampliações/reformas dos estádios de Castanhal, Paragominas, Bragança e Barcarena. Depois de cumprida esta etapa básica, voltaríamos a falar em campeonato estadual e patrocínio do poder público.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s