Chega ao fim uma noite que durou 580 dias

Por Carlos Fernandes, no DCM

Quando o ex-presidente Lula se entregou à Polícia Federal na noite de 7 de abril de 2018, dava-se início a mais um período conturbado da nossa história. Naquele momento materializava-se o objetivo-fim de uma das maiores farsas judiciais já montadas em todo o período democrático brasileiro.

Lula, o ex-metalúrgico que por duas vezes chegou à presidência da República, finalmente estava preso numa caçada que a bem da verdade já durava décadas.

Muito menos pela prisão ilegal de um acusado, o grande crime que o Estado a serviço do poder econômico ali praticava era o de encarcerar a ideia de um Brasil mais justo e solidário.

Indisfarçadamente, o que a elite brasileira e sua canina e subserviente classe média comemoraram foi o que sonharam ser um trágico desfecho para a primeira grande experiência de um país soberano.

Naquele momento sabiam que não prendiam um homem.

Prendiam uma esperança de dignidade, respeito, inclusão, igualdade e justiça para todos aqueles que historicamente foram humilhados e excluídos.

Com Lula preso e uma vez impedido de participar das eleições que fatalmente ganharia, muito pouco faltava para que restasse enfim garantido o retorno definitivo de um projeto de poder secular com forte herança escravagista.

A ascensão de Jair Bolsonaro à presidência da República via indiscutível fraude eleitoral coroou de vez o espetáculo do absurdo que em cujo picadeiro central viu-se o presidente eleito pagar sua dívida com o juiz que prendeu seu principal adversário com uma pasta ministerial.

O Brasil voltou a ser a mixórdia que sempre foi.

Hoje, porém, com o completo restabelecimento de uma das mais importantes garantias individuais da Constituição cidadã de 1988, mais do que o fim de uma gritante injustiça, marca-se o que pode ser o princípio de um novo e vigoroso momento de luta e resistência frente aos enormes retrocessos que nos estão sendo impostos.

Com Lula finalmente livre, chega-se ao fim uma noite que durou 580 dias.

Que a sua liberdade seja de uma só vez um farol e um poderoso instrumento de guerra.

Um comentário em “Chega ao fim uma noite que durou 580 dias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s