Papão busca o ajuste ideal

D48D5gVWwAEZ9FQ

POR GERSON NOGUEIRA

O time que o técnico Léo Condé está formatando para a estreia do Papão na Série C, sábado, em Erechim (RS), contra o Ypiranga, tem algumas mudanças pontuais no meio e reserva algumas surpresas quanto ao posicionamento a partir do meio-campo, com efeito direto sobre a transição, pontos vulneráveis da equipe no Campeonato Paraense.

Nos treinos que antecederam a viagem para Erechim, Condé concentrou o foco na retenção de bola e na aproximação entre os setores, a fim de facilitar transição e mobilidade. Com apenas quatro jogos no comando, o técnico teve pouco tempo para impor ainda no Estadual alguns conceitos que normalmente aplica aos times que dirige.

Com a saída antecipada do Parazão, Condé dedicou-se a aprimorar a troca de passes e insistir com as jogadas pelas beiradas do campo. Passa a ter, com a contratação dos atacantes Pimentinha e Jheimy, alternativas para explorar mais os contragolpes e inversões de posicionamento.

Pimentinha, que já treina com os companheiros, é um jogador que conhece bem os métodos de Condé, com quem trabalhou no Sampaio Correia e no Botafogo de Ribeirão Preto. Coincidência ou não, foram os dois pontos altos da carreira do atacante, que andou pelo Remo, em 2017, sem maior brilho.

Conhecido pelo apego aos detalhes, o técnico tem testado volantes e meias, embora ainda dependa da regularização dos reforços junto à CBF para definir o time. Chamou atenção no treino final a preocupação com o setor de marcação e criação. Atenção nos ajustes envolvendo os volantes como Johnny Douglas, Marcos Antonio, Caíque, William e os novatos Uchoa e Wellington Reis.

Por enquanto, a escalação para sábado em Erechim vai ter um predomínio de jogadores que foram titulares no Parazão, mas a inquietude do técnico faz crer que a equipe deve sofrer muitas mudanças a partir da segunda rodada do Brasileiro.

———————————————————————————–

Direto do blog campeão

“É inadmissível que a esta altura do século 21, depois de tanta experiência negativa acumulada, o repatriamento de quem não deu certo lá fora. Contrato de três anos (para Tiago Luís)? Realmente cada vez mais eu me certifico de que o Paysandu quer se transformar num time fora de série, mas é no sentido de cair para a D e, depois desta, não ter mais série nenhuma”. Miguel Ângelo Carvalho

“Futebol paraense e essa mania de trazer jogadores que já passaram por aqui deixando saudades ou não. No Brasil tem tantos jogadores novos em condições de praticarem um bom futebol aqui. Aí vêm os dirigentes com essa de recontratar jogadores que nem sempre dão certo na volta”. Lucilo Filho

“Parabéns ao Leão bicampeão estadual. Feliz com o título, mas muito preocupado com o restante da temporada. O Remo é um arremedo de equipe. No segundo tempo da final só deu Galo. Espero que o título não ofusque a necessidade de reforços e mudanças”. Luís Felipe Corrêa

————————————————————————————

No Leão, Batista parte e Tito não vem mais

Para quem esperava que Tito fosse um dos dianteiros do Remo na Série C, as pretensões do clube parece que esbarraram definitivamente nas dificuldades para a liberação do jogador pelo Confiança. Apesar do interesse do atleta, a transferência é improvável a essa altura. Palavras de um importante prócer do Leão.

A diretoria azulina já busca outra alternativa, depois de ter liberado ontem o centroavante Deivid Batista, que frustrou expectativas com pífia passagem pelo time durante o Parazão.

O atacante Fidélis, que já foi sondado oficialmente pelos dirigentes do Leão, continua ligado ao Bragantino. A postura dos azulinos é de espera, evitando entrar em leilão ou em conflito com o Tubarão pelo jogador.

———————————————————————————–

DAZN confirma exibição da estreia bicolor

Ao contrário do que apontava a grade inicial da DAZN para transmissão via streaming dos jogos da Série C, foi confirmada ontem a transmissão do jogo Ypiranga x PSC, sábado, às 17h15, na rodada inaugural do Brasileiro da Série C.

Pela lista inicial, o Papão teria apenas um de seus nove jogos exibidos na programação das segundas-feiras do serviço de streaming. Seria o jogo da quinta rodada contra o Boa Esporte, no estádio Dilzon Melo, em Varginha-MG.

(Coluna desta quinta-feira, 25, no Bola)

3 comentários em “Papão busca o ajuste ideal

  1. Quando sondaram Tito no rival eu fiquei com muita dúvida sobre a notícia pois o jogador é bastante utilizado aqui no Belo.
    Vida que segue!
    E sorte aos paraenses que insistem na brincadeira de disputar a terceira divisão.
    Não posso dizer outra coisa.
    O rival, financeiramente “quebrado” ainda é justificável, mas o Paysandu?, Só se muita coisa dentro da Seara bicolor está escondida por baixo do tapete.

    Curtir

  2. Não vejo exatamente assim. A justificativa para as dispensas é coerente, pois mira na necessidade de ter um time mais forte na Série C, amigo Acácio. Penso que a conquista de um título estadual não pode servir para ocultar erros e deficiências. Concordo que o campeonato foi fraquíssimo, como tantas vezes acentuei aqui no blog e na coluna. CR ganhou porque foi o que errou menos, teve mais sorte e foi mais perseverante, detalhes que não desmerecem a conquista. Até porque seu maior rival não teve competência nem para ser o 3º colocado.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s