Morre o guerreiro Marcelo Yuka, fundador do grupo Rappa

13mar2014--marcelo-yuka-lanca-biografia-nao-se-preocupe-comigo-em-livraria-no-leblon-zona-sul-do-rio-1394755108517_956x500

O compositor e baterista Marcelo Yuka, conhecido por ser um dos fundadores do grupo O Rappa, morreu no final da noite de ontem (18). Ele tinha 53 anos e estava internado no hospital Quinta D’Or, no Rio de Janeiro, havia duas semanas. A informação foi confirmada pela assessoria do hospital à GloboNews.

No último dia 4, ele foi internado em estado grave após sofrer um AVC. Yuka já havia tido outro derrame em agosto do ano passado. Em 2000, o músico ficou paraplégico após tentar impedir que oito bandidos roubassem o carro de uma mulher no Rio de Janeiro. Na ocasião, ele foi atingido por nove tiros.

Yuka foi o principal compositor da banda O Rappa até sua saída, em 2001. Suas letras mais famosas abordam temas como violência urbana, racismo e desigualdades sociais. É o caso de “Minha alma (a paz que eu não quero)” e “Todo camburão tem um pouco de navio negreiro”.

A foto acima foi tirada por ocasião do lançamento da autobiografia do músico, intitulada “Não se preocupe comigo”. A morte do fundador e ex-baterista do grupo O Rappa Marcelo Yuka, no fim da noite desta sexta-feira (18), fez com que os nomes do cantor e da banda ficassem entre os assuntos mais comentados da Internet no país. Dentre recados de fãs e admiradores, músicos famosos (Maria Rita, Emicida, Buchecha e Tico Santa Cruz, entre outros) lamentaram a perda do artista.

Tico Santa Cruz, líder da banda Detonautas, lamentou a perda: “Valeu, Yuka! Você foi um dos caras que me influenciou a expor meus pensamentos sem ser omisso e tendo uma perspectiva social que sempre visou por puro idealismo o bem estar para todas as pessoas. Você merece descansar em paz e esse país não te deu o valor que você merece! Fica aqui minhas sinceras palavras de admiração e respeito pela sua heroica passagem por esse plano. Descanse em paz, guerreiro! Minha solidariedade com a família e todas as pessoas que o amavam!”.

Nas redes sociais, o deputado federal Chico Alencar também se manifestou: “Yuka, meu irmão! Sua curta existência entre nós é o preço das batalhas que você – solidário e tantas vezes solitário – travou. Entre na merecida e plena Paz, com sua voz e sem medo! Você está acolhido no condomínio sem grades do Amor, do depois do ódio, no Reino que não tem rei”.

2 comentários em “Morre o guerreiro Marcelo Yuka, fundador do grupo Rappa

  1. Não o conhecia mas só por essa atitude: “Em 2000, o músico ficou paraplégico após tentar impedir que oito bandidos roubassem o carro de uma mulher no Rio de Janeiro. Na ocasião, ele foi atingido por nove tiros” merece o meu respeito. Descanse em paz.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s