Blatter diz que devia ter sido mais duro na Fifa, não fala de Teixeira e desconhece Nunes

sepp-blatter-600x450

Os jornalistas Camila Mattoso, Diego Garcia, Sérgio Rangel e Juca Kfouri entrevistaram o cartola suíço Joseph Blatter na Folha de S.Paulo.

(…)

A imagem que a Fifa tem hoje é de uma entidade corrupta. Qual a sua responsabilidade?

Essa é a imagem que dão para a Fifa. Mas a Fifa não é corrupta, são pessoas que são corruptas. A Fifa não é corrupta. A Fifa é a mesma, que continua a viver e a organizar esse Mundial. Pessoas, sim. As pessoas agora estão na Justiça, para ver se serão ou não castigados.

(…)

Qual é o maior erro que o senhor cometeu na Fifa?

Erros ou faltas? Porque faltas têm punições. Naturalmente cometemos erros. Meu maior erro foi dirigir a Fifa com o principio da direção de confidência, sem transparência. Na minha opinião, isso não se pode fazer. Tinha que ter sido mais duro com as pessoas que dirigiam a entidade. Esse é meu caráter e não posso mudar. Depois do Mundial de 2014, eu deveria ter terminado [meu mandato]. Esse foi um erro grave. As pessoas que estavam ao meu lado, como a família, me disseram: stop, stop [pare]. Você tem uma idade em que todos os outros já estão aposentados. Vá embora. Havia um pequeno problema, porque ao final do ano, o senhor Platini, que era o sucessor normal, me disse para não ir. Outras pessoas também disseram que não havia outro presidente preparado ainda. Esse foi um erro, ou possivelmente uma falta.

O senhor acha que a CBF perdeu força política com o coronel Nunes na presidência?

Não me recordo desse senhor. Definitivamente não me recordo. Nunes?

É o presidente da CBF. Foi colocado pelo ex-presidente Del Nero.

[muda de assunto e fala sobre a seleção]Se o Brasil continuar jogando como hoje, não vai ser campeão. O futebol é um jogo rápido e o Brasil para ir ao ataque pensa que está num treino. Brasil precisa jogar mais rapidamente.

O senhor falou sobre tudo, menos de Ricardo Teixeira.

Não, não. De tudo? Sim.

Por que não fala?

Por que eu deveria falar de Teixeira?

O senhor trabalhou com ele na Copa de 2014 e falou sobre tudo.

Mas não quero falar sobre pessoas que estão nas investigações, em diferentes Justiças. Não quero que falem de mim.

Um comentário em “Blatter diz que devia ter sido mais duro na Fifa, não fala de Teixeira e desconhece Nunes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s