Centrais se unem por Lula em 1º de Maio histórico

DcHuKZ5WkAAm6Cd

O 1º de Maio de 2018, em Curitiba, passará para a história. Em solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em defesa da sua liberdade e contra o desmonte dos direitos trabalhistas e sociais, setes centrais sindicais, partidos de esquerda e movimentos sociais  promoveram um inédito ato unificado com a participação de mais de 50 mil pessoas.

No ato de Curitiba, a senadora Gleisi Hoffmann (PR), presidenta nacional do PT, destacou a importância de Lula para o País. “Lula é uma pessoa muito forte, tem visão do que representa e significa para esse País, sabe que grande parte do povo deposita nele suas esperanças. Ele tem a certeza de que vai sair de onde está mais forte e mais disposto para enfrentar o que acontece. E nenhum ato de intolerância ou de violência vai nos afastar do lado de Lula. Ele sairá de lá e sairá candidato à Presidência da República!”, enfatizou Gleisi.

À tarde, depois de uma caminhada de sete quilômetros entre o local da vigília e a Praça Santos Andrade, ocorreram as atividades organizadas pelas centrais sindicais. Lá, parlamentares do PT e líderes sindicais deram início ao ato em defesa da liberdade do ex-presidente Lula e contra o desmonte da soberania nacional e dos direitos trabalhistas comandado pelo golpista Michel Temer.

O líder do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), fez questão de reverenciar as sete centrais sindicais que se uniram para a realização do ato em Curitiba. “É um dia histórico para o Brasil e o mundo. As sete centrais sindicais aqui reunidas pela primeira vez desde a redemocratização. Todas unidas neste primeiro de maio. E o nome desta unidade é Lula.”

Pimenta lembrou que Lula se filiou ao sindicato dos metalúrgicos há 50 anos e que, em todo esse tempo, este seria o único 1º de Maio sem a presença do ex-presidente. E que tal ausência se devia à arbitrariedade do juiz Sergio Moro, que o condenou sem provas. “É a primeira vez que o Dia do Trabalhador não tem o ex-presidente Lula ao nosso lado no palanque. Mas ele pediu para que a gente se tornasse a voz dele e é isso que nós estamos fazendo”, afirmou Pimenta.

Pimenta ainda elogiou a Vigília #LulaLivre. “O presidente Lula fica esperando o nosso bom dia, boa tarde, boa noite. Ele vibra com cada companheiro e companheira que vêm aqui”, informou o líder do PT. “Este País só vai voltar a ter estabilidade quando existir eleições livres. Esta ‘Farsa Jato’ não me engana. Ela atende a muitos interesses, inclusive de fora do Brasil”, denunciou Pimenta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s