Leão busca centroavante no futebol argentino

silva en boca

Fonte ligada à diretoria do Remo revelou neste domingo que o clube negocia com um centroavante que atua no futebol argentino. A necessidade de ter um jogador para revezar com Isac tem sido ressaltada pelo técnico Givanildo Oliveira. O clube pretende anunciar o novo reforço até terça-feira.

Santiago Silva, chamado de El Tanque, que defende atualmente o Talleres de Córdoba, seria o jogador visado pelos azulinos. Uruguaio, Santiago tem 37 anos e muita rodagem em clubes sul-americanos, já tendo defendido o Corinthians há alguns anos. A diretoria, porém, não confirma a negociação com Santiago.

No ano passado, o Leão contratou o atacante Nano Krieger, formado nas divisões de base do Boca Juniors, mas o jogador não conseguiu se firmar no time titular e ainda ficou muito tempo contundido.

Remo antecipa venda de ingressos e aposta em grande público contra Globo-RN

933907167_g0FFaHN

O Remo estreia nesta segunda-feira na Série C jogando fora de casa contra o Atlético-AC, mas a diretoria já pensa na partida com o Globo-RN, no próximo sábado, 21, em Belém. Para isso, antecipou o cronograma da venda dos ingressos. Os bilhetes para esta partida já podem ser adquiridos por um preço promocional. No primeiro lote, os 5 mil primeiros ingressos de arquibancada têm valor unitário de R$ 30,00 e os 300 primeiros bilhetes de cadeira custam R$ 50,00, a unidade. Após a venda do lote promocional, os preços ficarão em R$ 40,00 e R$ 60,00, respectivamente.

A diretoria projeta um público acima de 30 mil pagantes, levando em conta o bom momento vivido pelo time e o entusiasmo da torcida com a conquista do título estadual.

Locais de venda:

Bilheteria Baenão

Dia: 19 a 20/04 – 9h às 17h
Dia: 21/04/ – 9h às 13h

Loja do Remo – Baenão

Dia: 10 a 14/04/2018 – 9h às 18h
Dia: 15/04 – 9h às 13h
Dia: 16 a 20/04 – 9h às 18h
Dia: 21/04 – 9h às 12h

Loja do Remo – Sede Social

Dia: 10 a 14/04 – 9h às 19h
Dia: 15/04 – 9h às 13h
Dia: 16 a 20/04 – 9h às 19h
Dia: 21/04 – 9h às 13h

Loja do Remo – IT Center

Dia: 10 a 14/04 – 9h às 21h
Dia: 15/04 – 9h às 14h
Dia: 16 a 20/04 – 9h às 21h
Dia: 21/04/2018 – 9h às 14h

Loja do Remo – Formosa Cidade Nova 

Dia: 10 a 14/04 – 9h às 18h
Dia: 15/04 – 9h às 14h
Dia: 16 a 20/04 – 9h às 18h
Dia: 21/04 – 9h às 14h

Loja do Remo – Espaço Azulino
Dia: 10 a 14/04 – 9h às 21h
Dia: 15/04 – 9h às 14h
Dia: 16 a 20/04 – 9h às 21h
Dia: 21/04 – 9h às 14h

Loja Remo – Shopping Remanso Ananindeua 

Dia: 10 a 14/04 – 9h às 20h
Dia: 15/04/ – 9h às 13h
Dia: 16 a 20/04 – 9h às 20h
Dia: 21/04 – 9h às 13h

Loja do Remo – Formosa Umarizal

Dia: 10 a 14/04 – 9h às 21h
Dia: 15/04 – 9h às 14h
Dia: 16 a 20/04 – 9h às 21h
Dia: 21/04 – 9h às 14h

Loja do Remo – Castanhal

Dia: 10 a 13/04 – 9h às 18h
Dia: 15/04 – 9h às 12h
Dia: 16 a 20/04 – 9h às 18h
Dia: 21/04– 9h às 12h

Loja do Remo – Bosque Grão Pará 

Dia: 10 a 14/04 – 10h às 22h
Dia: 15/04 – 14h às 22h
Dia: 16 a 20/04 – 10h às 22h
Dia: 21/04 – 10h às 14h

Loja do Remo – Shopping Castanheira

Dia: 10 a 14/04 – 10h às 22h
Dia: 15/04 – 14h às 22h
Dia: 16 a 20/04 – 10h às 22h
Dia: 21/04 – 10h às 14h

Loja do Remo – Shopping Pátio Belém

Dia: 10 a 14/04 – 10h às 22h
Dia: 15/04 – 14h às 22h
Dia: 16 a 20/04 – 10h às 22h
Dia: 21/04 – 10h às 14h

Loja do Remo – Parque Shopping

Dia: 10 a 14/04 – 10h às 22h
Dia: 15/04 – 14h às 22h
Dia: 16 a 20/04 – 10h às 22h
Dia: 21/04 – 10h às 14h

Loja do Remo – Boulevard Shopping

Dia: 10 a 14/04 – 10h às 22h
Dia: 15/04 – 14h às 22h
Dia: 16 a 20/04 – 10h às 22h
Dia: 21/04 – 10h às 14h

Mangueirinho e Ceju

Dia: 21/04/2018 – 12h às 16h30

Conclusões a partir do Datafolha

cond (1)

Por Jorge Furtado, no Facebook

1. Lula vence fácil, no primeiro e no segundo turno, em qualquer cenário. (E por isso foi condenado e está preso.)

2. Os candidatos de esquerda ou centro esquerda – Ciro, Haddad, Wagner, Manuela, Boulos, Joaquim Barbosa – não têm chance de chegar ao segundo turno sem apoio declarado do Lula.

3. Entre os candidatos que apoiaram o golpe (e votaram no Aécio em 2014), Marina é – depois de Bolsonaro – a de melhor desempenho. No primeiro turno ela chega aos 10% com Lula e a 15 % sem Lula (e sem Lula apoiar ninguém).

4. Os outros candidatos da direita, Alckmin, Meireles, Temer, Flavio Rocha, Collor, Rodrigo Maia, nenhum atinge 10%, em nenhum cenário. Meireles, Temer, Flavio Rocha e Maia tem 1% em qualquer cenário, faltando menos de 6 meses para a eleição.

5. Geraldo Alckmin fica em quinto lugar no primeiro turno, em qualquer cenário, e em nenhum atinge 10%. Quando perdeu a eleição para o Lula, Alckmin tinha deixado o governo de São Paulo com 66% de aprovação. Hoje ele tem menos da metade disso, 32%.

6. Joaquim Barbosa, se for mesmo candidato, não chega ao segundo turno. O Datafolha não testou nenhum cenário com Joaquim no segundo turno.

7. Em qualquer cenário, o único candidato de direita entre os 4 primeiros colocados no primeiro turno é Jair Bolsonaro, a criatura dos golpistas.

8. A manchete da Folha para a pesquisa (“Prisão enfraquece Lula e põe Marina perto de Bolsonaro”) vai para a vasta coleção de vergonhas da mídia. A comparação com a pesquisa de janeiro é uma fraude. A pesquisa de janeiro onde Lula tinha 37%, citada pela reportagem, não incluía Marina, que nunca faz menos de 8%. Outra simulação de janeiro incluía Luciano Huck. A manchete “Prisão enfraquece Lula” provavelmente já estava pronta antes da pesquisa começar a ser feita.

Melhor que a encomenda

Da0wuB7WsAEt9Ar

POR GERSON NOGUEIRA

O resultado foi surpreendente. Com atuação eficaz de sua linha ofensiva e presença destacada de Renan Rocha no gol, o Papão proporcionou um sábado feliz à sua torcida, estreando na Série B com vitória sobre a Ponte Preta em Campinas. O estádio estava vazio, pois a Macaca cumpre pena de cinco partidas com portões fechados, mas o time paraense não se deixou impressionar pelo silêncio e cumpriu sua missão com louvor.

O PSC achou o caminho do gol veio logo aos 3 minutos. Em lance de indecisão dos zagueiros da Ponte, Cassiano foi mais rápido e chegou tocando para as redes, abrindo o placar e garantindo a vantagem que perdurou até o final.

As costumeiras preocupações defensivas de Dado Cavalcanti não comprometeram seriamente a estrutura do time, que soube resistir à pressão exercida pela Ponte no segundo tempo. O PSC ainda desfrutou de duas chances, ambas com Cassiano.

Como sorte é fundamental, o Papão saltou uma fogueira aos 28 minutos da etapa final graças à arrojada intervenção de Renan Rocha, corrigindo o sério deslize de Perema, que matou de canela na pequena área e entregou a bola nos pés de um atacante campineiro.

No geral, o comportamento dos bicolores foi quase sempre correto na marcação, com destaque para Carandina, firme no combate direto e cometendo menos faltas do que habitualmente faz.

Os laterais não comprometeram e Pedro Carmona cumpriu o expediente burocrático de sempre, apresentando-se para cobrar faltas e escanteios, sem comprometer o equilíbrio do meio-campo.

Um bom e improvável começo na competição mais esperada do ano. A alardeada disparidade técnica entre os times não se refletiu em campo. O confronto foi nivelado, sem que a Ponte mostrasse ter mais recursos que o Papão. Ficou claro que o bicho não era tão feio assim.

Casual ou não, a vitória fortalece ainda mais Dado no comando. Ele acumula duas importantes vitórias após o fracasso na final do Parazão, ganhando tranquilidade para trabalhar neste começo de Brasileiro.

——————————————————————————————–

Leão muda time, mas tenta manter o espírito

O segredo do sucesso leonino no Campeonato Estadual foi a capacidade de entrega e superação do time. A partir dessa constatação, Givanildo Oliveira moldou o esquema que conduziu o Remo ao título. O elenco tinha limitações, mas o espírito obreiro prevaleceu, levando à conquista dos resultados buscados.

Para a estreia na Série C, hoje à noite, em Rio Branco, a equipe remista sofre mudança na zaga (sai Bruno Maia e entra Martony), mas não deverá ter alterações na maneira de se comportar. A marcação continuará a ser forte, tendo a contribuição dos atacantes para bloquear o meio e os lados.

Fã confesso de treinos coletivos, Givanildo realizou quatro deles ao longo da semana passada, insistindo nas manobras rápidas de transição entre defesa e ataque, com participação do goleiro Vinícius na reposição de bola para os velocistas Felipe Marques e Elielton.

Dos reforços apresentados após o Parazão, o volante artilheiro Dedeco tem mais chances de aproveitamento no decorrer do confronto com o Atlético-AC. Dudu e Fernandes estão confirmados na marcação, mas, dependendo das circunstâncias, Dedeco pode estrear.

Outra alternativa, também para compor o meio, é a entrada de Everton, meia-esquerda que chegou para brigar pela camisa 10. Pelas contas de Givanildo, porém, Adenilson continuará titular, mesmo com altos e baixos. A mudança na armação só virá em caso de necessidade extrema.

——————————————————————————————

Campeonato começa com lambanças da arbitragem

O Brasileiro da Série A começou no sábado e já tem a sua primeira grande polêmica: erros graves de arbitragem no jogo Vitória x Flamengo, no Barradão. Apitador assinalou um pênalti inexistente (bola bateu no rosto de Everton Ribeiro) e, para piorar, ainda expulsou o jogador. Depois, ainda validaria um gol do Flamengo que se originou de impedimento.

É claro que a mídia do Sudeste passou a noite batendo tambor, visto que a maior vítima das barbeiragens do apitador foi o Flamengo. Por tão raro, quando o rubro-negro do Rio reclama de arbitragem é acontecimento digno de manchetes.

Os compêndios de história e os arquivos implacáveis do Youtube estão aí mesmo para provar o alto índice de arbitragens benéficas ao Fla, um dos clubes mais ajudados do planeta nesse departamento – o outro, obviamente, é o co-irmão Corinthians.

Nada disso absolve o soprador de apito que trabalhou no Barradão, mas serve pelo menos de exemplo sobre como dói ser alvo de erros irreparáveis, como costumam ser os de arbitragem.

As falhas, gritantes e primárias, seriam facilmente evitadas com o uso do VAR. Ocorre que a arbitragem não pode também ficar refém da desculpa fácil quanto a lances rápidos. Treinamento e reciclagem existem para que os árbitros adquiram as técnicas necessárias para não errar tanto.

——————————————————————————————–

Direto do Twitter

“Quem tem Donald Trump, Theresa May e Emmanoel Macron não pode jogar pedra no Kim Jong-um dos outros”.

Enquanto o mundo se envolve em nova presepada armamentista, temos o consolo de contar com a verve libertária de mestre Palmério Dória, jornalista paraense de primeira linha e ex-goleiro dos juvenis do Papão.

(Coluna publicada no Bola desta segunda-feira, 16)

Sem Lula na disputa, Nordeste sinaliza abstenção recorde na eleição

lula-preso-2-600x340

Em nenhuma outra região do país a ausência de Lula na disputa presidencial produz tantos órfãos como no Nordeste. O Datafolha mostra que o índice de eleitores que declaram voto branco, nulo ou em nenhum candidato quando o petista não está entre as opções salta do patamar de 13% a 14% para mínima de 31% e máxima de 34%, a depender do cenário. Como o ex-presidente é o nome de até 51% dos nordestinos, seu impedimento faz do território a fatia valiosa de seu espólio político.

Com o “insuspeito” Datafolha apontando queda de 6% nas intenções de voto após sua prisão na Lava Jato, o cenário sem Lula é sombrio para as eleições. Com candidatos em grande equilíbrio, Bolsonaro venceria o primeiro turno, seguido de Marina Silva, com 17% e 15% respectivamente.

O destaque fica com o empate entre Joaquim Barbosa e Ciro Gomes, ambos com 9%. Alckmin não consegue emplacar nem o quarto lugar, permanecendo em quinto, com variação em torno de 5%, não herdando votos de nenhum segmento político. Com isso, os maiores beneficiários, caso Lula não seja candidato, até aqui, seriam Barbosa e Ciro.

Neymar fala sobre recuperação e estipula prazo para a volta: “Um mês e pouco”

000_1404WA

Na noite do último sábado, foi ao ar uma entrevista que Neymar deu à TV Globo, em que o jogador fala sobretudo sobre a recuperação da cirurgia no quinto metatarso do pé direito. Perguntado sobre o prazo de retorno aos gramados, o camisa 10 do Paris Saint-Germain disse que deve ficar fora por mais cerca de um mês.

“Falta um ‘mesinho’ ainda, um mês e pouco…Mas estou progredindo bem, (a lesão) está se consolidando bem, então está tudo dentro dos conformes”, disse. Sobre possíveis dores, o jogador garantiu não estar sentindo nada, e afirmou estar seguindo bem o tratamento.

“Não sinto dor nenhuma. Estou pisando pouco a pouco. Ainda não posso pisar totalmente sem a bota, é claro. Mas estou fazendo os tratamentos, estou treinando na academia já, estou me preparando bem”, assegurou. Além disso, Neymar contou uma história sobre os seus tempos de Barcelona envolvendo Messi.

“No meu primeiro ano de Barcelona, eu estava em um momento muito ruim de adaptação, jogando mal. Em um certo momento de um jogo, eu estava triste porque não tinha feito um primeiro tempo bom. O Messi viu que eu estava completamente cabisbaixo, chegou do meu lado e falou: ‘Você tem que ser você, seja como você era no Santos, joga teu futebol, não precisa ficar intimidado porque eu estou aqui’”, revelou.

Para finalizar, o atacante da Seleção Brasileira comentou o atrito que teve com Cavani no PSG devido a preferência pelas cobranças de pênalti. “Se fala mais do que é, na verdade. Claro que a gente teve um certo atrito, mas resolvemos isso logo após. Três dias depois, a gente sentou e conversou. Somos dois grandes jogadores, mas também somos homens e tínhamos que resolver isso no pessoal, sem contar para ninguém”, completou.