Roni já imagina 2018 no Botafogo: “Expectativa de arrebentar”

04

Faltam detalhes para sacramentar toda a negociação, mas Roni já fala como jogador do Botafogo. Em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com, o atacante de 22 anos, que jogou a última temporada no Japão e passa férias com a família em Igarapé-Açu (PA), já se imagina com a camisa alvinegra em 2018. E não esconde a motivação para conhecer o clube e dar o pontapé inicial em seu novo desafio.

– Estou bastante animado para esse ano, bem confiante. Imagino muita coisa boa, a expectativa é de arrebentar. Quero ajudar o clube, meus companheiros, fazer o meu melhor como venho fazendo nos últimos anos. Crescendo meu futebol e fazendo gols pelo Botafogo. Já tem muita gente me mandando mensagem de apoio. Fico muito feliz de já ter gente torcendo por mim – vibrou.

O ex-remista Roni está envolvido na troca com o Cruzeiro por Bruno Silva, mas o pagamento dos R$ 4 milhões da Raposa, já prometido para a próxima quinta-feira, não é a única coisa pendente. O empresário Hércules Junior, que vinha conversando com Antônio Lopes antes do gerente sair, agora acerta detalhes no contrato com a diretoria alvinegra para assinar. Mas o atacante diz que falta pouco:

– Está 90%, quase definido. Estou esperando o paizão e acertar algumas coisas pendentes.

gettyimages-666401068

Interesse antigo

Dois anos atrás me procuraram, o presidente me ligou. Falei com o Hércules, que é como um pai para mim, que me ajuda sempre, mas na época não teve possibilidade. Esse ano vamos ver, se concretizar a gente está pronto para ajudar.

Estilo

Torcedores vão ver em mim uma pessoa alegre, feliz, que gosta de ousadia, de partir para cima, fazer os zagueiros balançarem. Gosto de ajudar meus companheiros de ataque, mas também na marcação. Sou um jogador esforçado, que gosto de me movimentar bastante. Podem esperar meu máximo.

Temporada no Japão

Para mim foi uma temporada muito boa, consegui me adaptar rápido, achei que fosse custar mais tempo. Foi difícil porque o time não conseguiu o objetivo, que era ficar no meio da tabela. Mas eu consegui ajudar, joguei quase todos os jogos, só fiquei fora de dois por causa de cartão, já que eu ajudava muito na marcação. Mantive meu nível de trabalho e espero dar continuidade.

Nascimento do filho

Fiquei mais forte. Todo mundo quer ser pai, está sendo uma coisa maior. A responsabilidade aumenta.

Botafogo em 2017

Acompanhei pouco, quase no final. Mas o time fez uma boa campanha, brigou lá em cima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s