Remo empata com o Castanhal na estreia de Ney da Matta

IMG-20171230-WA0063

POR GERSON NOGUEIRA

Remo e Castanhal empataram em 1 a 1 na tarde deste sábado, em Santa Maria do Pará, em amistoso de preparação para o Campeonato Paraense de 2018. O confronto marcou a estreia do técnico Ney da Matta e os azulinos sofreram com o desentrosamento e a baixa produtividade do ataque. Com um gol marcado por Val Barreto logo aos 14 minutos de jogo, o Castanhal conseguiu sustentar a vantagem durante a metade inicial da partida. Apesar do gol sofrido, o time azulino foi superior, tendo amplo domínio da partida e maior posse de bola. Jayme empatou aos 28 do segundo tempo.

No começo da partida, as jogadas mais agudas do Remo partiam da esquerda, com Esquerdinha (que substituiu Fernandes) cruzando na área sempre com muito perigo. Depois que Val Barreto abriu o placar, o meia Andrei entrou no lugar de Rodriguinho aos 15 minutos e imprimiu mais dinamismo ao setor de criação, acionando Jayme e Marcelo Santos na frente.

Muito recuado, o Castanhal raramente se aventurava nos contra-ataques. O Remo atacava com até cinco jogadores, mas com pouca objetividade e optando pelos cruzamentos altos, facilmente neutralizados pela zaga castanhalense.

destaque-476151-matta-696x392

Depois do intervalo, Lecheva tirou Val Barreto e o volante Pelezinho, lançando Everton e Railson, além de outras várias mudanças na equipe. Ney da Matta também providenciou alterações, trocando Levy por Diego Superti, lançando Jefferson na vaga de Elielton.

A pressão azulina continuou intensa na segunda etapa, com insistência nas jogadas com Jefferson Recife e Andrei explorando a velocidade de Jayme. Os erros de finalização, porém, não permitiam que as oportunidades fossem bem aproveitadas.

Após escanteio aos 11 minutos, Geandro cabeceou no travessão do goleiro Roger Kath e a bola foi aliviada pela zaga do Castanhal. Logo em seguida, Flamel cobrou falta, a bola resvalou na perna de Jefferson Recife e quase enganou o goleiro Vinícius.

Aos 20 minutos, Da Matta trocou o goleiro Vinícius por Douglas Dias, o volante Geandro por Dudu e Yuri entrou em substituição a Superti, lesionado. Apesar das mexidas, a equipe não mostrou força criativa para superar o retrancado esquema do Castanhal. Lecheva trocou Flamel, cansado, por Everton.

Aos 24 minutos, Marcelo desviou cruzamento e acertou a trave de Kath, levantando a torcida remista. Em jogada construída pelo meia Andrei, o gol de empate surgiu aos 29 minutos. Jayme recebeu pela direita e disparou um chute forte e cruzado. A bola tocou no terreno e passou pelo goleiro.

Aos 36′, Marcelo recebeu de Andrei e tocou para Jayme, que entrou livre na área, mas chutou fraco perdendo grande oportunidade. No final do jogo, Lecheva pôs Bartola em campo, substituindo a Chazinho, para tentar uma pressão final em busca do desempate.

Do lado azulino, os destaques foram Andrei, Jaime, Esquerdinha e Jefferson Recife. No Castanhal, Pelezinho e Dedeco foram os melhores.

Os dois times iniciaram a partida com as seguintes escalações:

REMO – Vinícius (Douglas); Levy (Superti e Yuri), Alex (Mimica), Bruno Maia (Martony) e Fernandes (Esquerdinha); Geandro, Leandro Brasília (Dudu) e Rodriguinho (Andrei); Elielton (Jefferson Recife), Marcelo Santos e Felipe Marques (Jayme). 

CASTANHAL – Roger Kath; Chazinho (Bartola), Rubran, Derlan e Souza (Lucas); Pelezinho, Ramon, Dedeco e Flamel (Everton); Val Barreto (Railson) e Junior Rato.   

IMG-20171230-WA0046

GEO HOMENAGEADO

O estádio Rabelão, em Santa Maria, ganhou uma cabine de rádio e TV dedicada a Géo Araújo, radialista que dedicou grande parte  que faleceu recentemente e era natural do município. A homenagem ganhou aplausos da torcida que lotava o estádio.

(Fotos: Magno Fernandes)

5 comentários em “Remo empata com o Castanhal na estreia de Ney da Matta

  1. Francamente, não entendo como uma equipe (Remo) que já vem treinando junta há algum tempo ainda demonstre desentrosamento. Será mais do mesmo?

    Curtir

  2. Castanhal tem bom elenco e vem para brigar pelo título.
    Pelo que ouvi dos amigos da clube, destacaram-se Wanderlan e Flamel, pelo Castanhal, bem como Andrey e Esquerdinha, pelo Remo.
    Por sinal, me espanta demais Wanderlan ainda não ter sido contratado por Remo ou Paysandu. Acho o mesmo tecnicamente superior a Martony e Perema, que já conseguiram suas respectivas chances nos maiores da capital.
    Desde já, desejo feliz reveillon a todos do blog, incluindo o nobre escriba de Baião. Abraço!

    Curtir

  3. Cedo pra dizer como o Remo vai se comportar no primeiro semestre. O resultado em si não significa muita coisa. Como estão fisicamente os atletas do Mais Querido, sendo que o Castanhal vem jogando e está com tudo em cima? É algo pra se considerar. No mais, entrosamento é fundamental, sem isso não há um time. Ainda haverá desentrosamento nas primeiras rodadas do Parazão. Lá pela terceira rodada é que veremos alguma consistência tática… Pior que o time de 2017 não pode ser, não deve ser, não dá… Vamos ter uma boa ideia do time no RExPLAY do dia 28/01.

    Curtir

  4. Não se pode cobrar muito desse plantel em início de temporada, amistosos existem exatamente para observar e fazer os ajustes necessários. Amigos do blog campeão, desejo a todos um feliz ano novo, com saúde, paz e fraternidade.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s