Temer: candidatura ou mero balão de ensaio?

cartastemer

É duvidoso que as forças que comandam o mundo do dinheiro permitam que se consume o delírio temerista de uma tentativa de reeleição do atual presidente.

Delírio que, não só o próprio admitiu existir como, diz hoje Tales Faria no Poder360, é partilhado pelo PMDB, com ou sem “P”.

Temer, de cara, tiraria o “doce” do tempo de televisão que um candidato viável da direita precisa para se firmar no eleitorado.

Depois, faria do pleito um plebiscito e um plebiscito onde os protagonistas seriam ele, com a carga de seus 90% de rejeição e Lula.

Geraldo Alckmin, Henrique Meirelles, Jair Bolsonaro e qualquer outro que se tente “inventar” como alternativa vão encolher e facilitar uma vitória lulista já no primeiro turno, o que lhe daria força e legitimidade para agir com mais energia na reversão do quatro político.

Ninguém duvide que isso passe pela cabeça de Michel Temer.; A vaidade é sempre o combustível  dos maiores erros políticos.

Ou alguém acha que o tal picareta – nem lhe falo o nome, de o pus a correr nos tempos de Brizola – que foi “benzer” Temer atravessou a segurança pessoal sem autorização?

E, convenhamos, a elite brasileira  mediocrizou-se a tal ponto que é possível, mesmo, que Temer seja quem melhor a represente. Afinal, nem Fernando Henrique conseguiu, em tão pouco tempo, fazer-nos andar tão para trás em matéria de destruição de direitos do trabalhador e na entrega de nosso patrimônio, sobretudo o petróleo.

Pensando bem, seria uma imensa ironia histórica que o golpe praticado em nome de uma falsa moralidade terminasse com o mais evidente ladrão público e a camarilha mais corrupta que já andou pelo Palácio do Planalto terminasse com esta mixórdia massacrada nas urnas pelo povo brasileiro. (Por Fernando Brito, no Tijolaço)

Um comentário em “Temer: candidatura ou mero balão de ensaio?

  1. Mas é isso. Os principais caciques emedebistas estão com Lula, principalmente no Norte e Nordeste. Quem teve oportunidade de assistir a manifestação do presidente do Senado, ontem, em Canindé(CE), durante entrega de casa do Minha Casa, Minha Vida, exaltando Lula e sequer citando o nome do Temer, percebe que antes que a direita o descarte, o MDB a descartará.
    Aliás, já deu o xeque mate, quando abortou o golpe dentro do golpe, tramado pela Globo e JBS pra derrubar Temer, ao cooptar Gilmar Mendes para neutralizar a manobra e ainda fazer dos tucanos coadjuvantes em vez de sucessores.
    A direita, no mato sem cachorro, espera até pelo improvável Bolsonaro. Ou Moro. Tudo remoto e apontando que Godot não virá.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s