COI suspende Nuzman e COB

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou, nesta sexta-feira, a suspensão provisória do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e de Carlos Arthuz Nuzman, que presidia o órgão até ser preso, na manhã de quinta-feira. O cartola é acusado de intermediar um esquema de pagamento de propinas para garantir que o Rio de Janeiro fosse sede dos Jogos Olímpicos de 2016

As medidas adotadas pelo COI seguem as recomendações do Comitê de Ética da entidade. Nuzman perde, então, seus direitos como membro honorário do COI, além do posto no Comitê de Coordenação dos Jogos de 2020, que acontecerão em Tóquio, no Japão.

Como consequência da suspensão, o COB deixa de receber subsídios e pagamentos feitos pelo entidade global e perde seus direitos como membro dos Comitês Olímpicos Nacionais (CONs). O COI garante, porém, que os atletas brasileiros não serão afetados e poderão competir normalmente nos Jogos de Inverno de 2018, em Pyeongchang, na Coreia do Sul, e em qualquer outro torneio. Também serão mantidas as bolsas concedidas a atletas do país. (De O Globo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s